CURIOSIDADES…(03ago)

0
256

tatuagem-nas-costas

Fazer uma tatuagem é um processo dolorido, todos nós sabemos. A agulha penetra entre 0,3 a 0,5mm, alcançando a epiderme e a derme. Há, no entanto, regiões do corpo que doem menos e outras que doem mais. É menos dolorido fazer uma tatuagem nas costas, sobretudo quando a pessoa é mais cheinha. Nesta região a pele tem uma maior camada de gordura, deixando os nervos mais distantes, diferentemente das mãos, dos pés, do tornozelo, da virilha e da camada interna da coxa, onde fazer uma tatuagem dói mais. A dor maior, entretanto, é na região ao redor da boca. Quem já fez diz que é uma dor quase insuportável. Coisa pra macho.

*

O costume de tratar doenças com plantas medicinais vem passando de pai para filho desde a antiguidade. Aprendemos que chá de boldo é bom para problemas estomacais, que camomila acalma e por aí vai. Mas não só de plantas medicinais vive a medicina alternativa. Há muitos animais usados para curar doenças, o que vem provocando enorme risco ecológico. A Estrela-do-Mar é usada para curar cansaço, a banha do boto-cinza é usada em massagens contra reumatismo, a gordura da tartaruga-da-Amazônia é usada para amainar dores musculares e a barbatana do tubarão é usada para trazer sorte e saúde (acreditam os chineses). Nenhum destes usos, todavia, possuem eficácia comprovada. São milhares de mortes de animais que poderiam ser evitadas, daí a preocupação ecológica.

*

A katana, tradicional espada samurai, pode levar mais de 100 horas para ficar pronta. A produção de uma espada tem muitas fazes, começando com o aquecimento de uma barra de aço e encerrando com a conexão da lâmina ao cabo. Além da katana e das espadas tradicionais, há ainda a cimitarra (aquela da bandeira da Arábia Saudita) e o florete, usado na esgrima.

*

pinup091

Pin-up é o nome dado a uma estética usada por modelos nos anos 40 e 50. Caracteriza-se por cabelos e cílios compridos, lápis nos olhos, batom vermelhão, bochechas rosadas, seios voluptuosos, pernas à mostra e sapatos com bico redondo. Na época, era considerado ousado, mas hoje agrada aos olhos por remeter a um tempo mais inocente. Soldados na 2ª Guerra Mundial pregavam fotos de pin-unp nas paredes dos alojamentos, daí a origem do nome, que significa “prender com tachinas”. A cantora pop Katy Perry costuma se apresentar com visual pin-up, como aconteceu no Rock in Rio.

*

Vamos falar de PERFUMES. Eles surgiram em 3 mil a.C, no Egito, quando eram usadas fumaças aromáticas durante as orações. Por volta de 800 a.C os gregos já exportavam óleos de flores e plantas. Hoje, uma flagrância é feita misturando de 30 a 300 ingredientes. Todas têm três “notas” (cheiros), a de saída, a de coração e a de fundo. Cada tipo de flagrância remete a um estilo. Floral para perfumes femininos, cítricos para unissex, madeira para masculinos, oriental para quem gosta de cheiro mais intenso e fougére para homens mais tradicionais. Na hora de borrifar, escolha as partes quentes do corpo (atrás das orelhas, nuca, pescoço, pulsos, meio do braço e atrás dos joelhos).

*

veja1

A primeira revista Veja foi lançada em 11 de setembro de 1968. A primeira capa tratava dos ideais comunistas, mostrando a dificuldade dos soviéticos em propagá-los pelo mundo. As matérias eram muito extensas e as fotos não eram coloridas. A publicação surgiu 18 anos após a revista em quadrinhos Pato Donald, que foi a primeira publicação da Editora Abril, em 12 de julho de 1950. Ainda sobre revistas, a Playboy foi lançada em 1975, mas nos três primeiros anos o nome era “Homem”, e a Superinteressante, de 1987, é uma cópia da espanhola  Muy Interessante (www.muyinteresante.es).

*

Nós, leigos, imaginamos que cédulas raras são apenas aquelas que não circulam mais, aquelas muito antigas, do início do século passado etc, mas a cédula que você tem hoje na sua carteira pode ser muito valiosa. Os colecionadores de cédulas e moedas, ou numismáticos, dão alto valor às notas que apresentam algum detalhe único, como um lote que foi fabricado na França, outro que aparece um asterisco no início do número de série, outro que leva a assinatura de um ministro da Fazenda que passou pouco tempo no cargo etc. Ao girar uma moeda na horizontal, por exemplo, o lado contrário fica de cabeça pra baixo. Por equívoco na fabricação, contudo, há algumas que estão no mesmo nível. Tais moedas são raríssimas e muito valorizadas. Talvez você tenha uma delas aí no porquinho e nem saiba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome