“VÃO SE DANAR!”, DIZ GILMAR MENDES A CRÍTICOS.

4
57

Screenshot_20170513-121209

O ministro Gilmar Mendes é o entrevistado da semana da revista Veja. Na matéria são tratados de todos os assuntos polêmicos envolvendo a citada autoridade.

Sobre a soltura do empresário Eike Batista, réu que é defendido pelo escritório de advocacia onde trabalha sua esposa, o ministro disse que foi aplicada a lei, e que em outra decisão ele havia negado um pedido dos advogados do empresário.

Disse ainda que não se julgou impedido porque sua esposa não atua no processo. “Se não existe atuação direta no processo, não há motivo para o afastamento”, disse. Aos críticos, sapecou: “Vão se danar! Não me meçam pelos seus parâmetros”.

Sobre a operação Lava-Jato, disse que a acha excelente, pois está revelando as mazelas do complexo econômico-financeiro-político nacional. Lamenta que não tenha ocorrido há mais tempo. Faz críticas, contudo, a alguns de seus atores: “Estado de direito não comporta soberanos”. Em seguida diz que prisão preventiva não pode ser usada como instrumento de tortura. Indagado sobre quem seriam esses soberanos, o ministro fala dos procuradores da República. Fecha dizendo que os que batem panelas hoje podem ser vítimas no futuro de atentados aos seus direitos.

Sobre o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o ministro dispara: “Não vendi o cargo. Janot deve ao Brasil uma resposta”. Cita uma carta aberta escrita pelo subprocurador Eugênio Aragão, onde este faz duras críticas a Janot.

Sobre reuniões com políticos, Gilmar Mendes argumentou que é impossível elas não acontecerem, vez que sua função também é institucional.

Sobre falar demais, o ministro disse: “Acho que falo o necessário. Se o momento exige, devo falar”.

Por fim, disse que o julgamento da chapa Dilma-Temer sairá até o fim do ano. Ao discorrer sobre a decisão, indagou: “O Vice poderia ter uma participação decisiva, inclusive nos abusos que são imputados à chapa?”, sugerindo assim que votará pela separação da chapa.

4 Comentários

  1. Só lembrando que o Boca de Cururu Tei Tei também concedeu Habeas Corpus para o goleiro Bruno, para o médico monstro Roger Abdelmassih, para Celso Pitta, para Naji Nahas, para Daniel Dantas, para Marcos Valério, para Bumlai, para José Riva, e para outros ladrões, corruptos e assassinos.

    O ”Boca” só fala ”Vão e danar” porque, além do país não ter uma gota de seriedade, os salários dos ”pavões” são vitalícios.

    Quer trabalhem, ou não.

    Ou seja, o melhor castigo que os brasileiros podem dar aos ”pavões”, é a demissão… renumerada, algo em torno de 40 MIL REAIS MENSAIS KKKKKKKKKKKKKKKKK

    Senhores, botem em suas cabeças que esse país é de terceira, vizinho parede e meia com o quarto mundo.

  2. Sobre o Lula 7 X 0 Moro.

    Editorial de o Estadão.

    “É preciso uma dose cavalar de ingenuidade para acreditar que tudo o que se disse e se soube sobre Lula da Silva nos últimos dias é apenas parte de uma conspiração para impedir que o chefão petista volte à Presidência, como insistem em dizer seus sequazes. A ingenuidade é tanta que, provavelmente, ingenuidade não é.

    A esta altura, quem ainda acredita, de coração, nos veementes protestos de inocência de Lula, ou bem considera o petista um santo, e por isso lhe presta inabalável devoção religiosa, ou é simplesmente tolo. A julgar pelo fiasco da mobilização promovida pelos sindicatos em Curitiba para apoiar Lula no dia em que este prestou depoimento ao juiz Sérgio Moro, parece haver cada vez menos gente disposta, voluntariamente, a se abalar pelo ex-presidente, restando em sua torcida somente aqueles que são pagos para defendê-lo, como seus advogados e os sabujos de sempre.”

    (Jornal O Estado de São Paulo)

    -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-

    ”Ou, os brasileiros que ainda insistem em chupar bila de vidro e cagar rodando”.

    (João Claudio)

  3. Ainda sobre Lula 7 X 0 Moro.

    Lula em 2010 ↓

    https://www.youtube.com/watch?v=JwGh3OL-Flk

    Lula em maio de 2017 ↓

    – NÃO SEI!

    – Um presidente da República, nos oito anos que eu fiquei na Presidência da República, a gente não tem reunião com a diretoria da Petrobras.

    – NÃO SEI!

    -Não. Nem eu, nem o senhor, nem o Ministério Público, nem a Petrobras, nem a imprensa, nem a Polícia Federal (sobre o grande assalto à Petrobras).

    NÃO SEI!

    – Todos nós só ficamos sabendo quando foi pego no grampo a conversa do Yousseff com o Paulo Roberto Costa”.

    – Lamentavelmente, quando as pessoas assumem uma empresa importante como a Petrobras, as pessoas viram petroleiros. Ou seja, as pessoas passam a tomar decisões dentro do conselho da Petrobras e não precisam ouvir o presidente da República.

    – NÃO SEI, SÓ SE PERGUNTAR A MARISA.

    Apenas para ilustrar ↓

    O professor de Lula.

    https://www.youtube.com/watch?v=fbwxOuxiAJ0&feature=youtu.be&t=31

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome