JOESLEY BATISTA, UM EXEMPLO DE COMO É BOM SER “AMIGO DO REI”.

5
121

ticiana-villas-boas-e-atacada-na-web-apos-escandalo-2_294429_36

Enquanto os delatores Marcelo Odebrecht, Léo Pinheiro, Milton Schahin, entre outros, cumprem suas penas, o empresário Joesley Batista, também delator, usufrui de uma vida nababesca em Nova York, sem qualquer preocupação no âmbito policial.

Joesley e a esposa Ticiane Villas Boas moram no Olympic Tower, na 5ª Avenida, onde possuem uma cobertura duplex avaliada em R$ 90 milhões, comprada do publicitário Nizan Guanaes. Quando do negócio, o apartamento foi comprado com tudo dentro, incluindo obras de artes e móveis luxuosos. Até mesmo a equipe de empregados foi mantida. O condomínio custa a “bagatela” de R$ 35 mil.

Para se locomover, Joesley se utiliza de um jato Gulfstream 550, que custa em torno de R$ 208 milhões. Inclusive foi neste jato que ele deixou o Brasil 12h após fazer sua bombástica delação premiada, no último dia 10 de maio.

Como opção de lazer ele pode passear no iate Why Not, que possui três andares, quatro quartos, uma suíte, banheira de hidromassagem e capacidade para até 25 pessoas. O brinquedo é avaliado em R$ 35 milhões.

pic_to_send

A fortuna de Joesley, avaliada em R$ 3,1 bilhões, conforme a Forbes, não é fruto unicamente de seu tino comercial. O BNDES sempre foi muito generoso com a JBS, uma das empresas da holding J & F, dona de todas as marcas acima, além de um banco e uma empresa de energia.

Luciano Coutinho, ex-presidente do BNDES, investiu mais de R$ 10 bilhões do banco na JBS, isso com o pretexto de movimentar a economia nacional. A iniciativa gerou muitas críticas: Não seria melhor ter diluído este valor em várias empresas? Não seria melhor ter investido em infraestrutura?

A título de comparação, o Complexo Viário da Abolição, obra que possui cinco viadutos, custou R$ 72 milhões.

Após ter mamado a larga, o empresário Joesley Batista não pensa mais em focar sua atuação no Brasil. Suas empresas estão sendo, aos poucos, transferidas para várias partes do mundo. Seu centro de negócios deverá ser na Irlanda ou nos Estados Unidos.

Do Brasil ele já sugou o que queria.

Enquanto nós, os mortais, ó.

5 Comentários

  1. O Rei a que você se refere é o ”Encantador de Burros”, OK?

    Você sabia?

    ↓ ↓ ↓

    Desvendado um dos o mistérios da ascensão meteórica da JBS.

    Em 21 de dezembro de 2007, através do decreto nº 622, o ‘’Encantador de Burros’’ modificou o inciso 2º do artigo 9º do Estatuto do BNDES, para permitir o Banco financiar aquisição de ativos por empresas de capital nacional no exterior, desde que contribuíssem para o desenvolvimento econômico e social do país.

    Era tudo que a JBS pediu e queria. De dezembro de 2007 até janeiro de 2017, a JBS, com a ajuda do ‘’Encantador de Burros’’ ➦via BNDES, subiu mais que foguetão em festa de padroeiro de cidade do interior. Mais: a JBS contribuiu para o desenvolvimento econômico e social DELA MESMO, dos EUA, do Encantador de Burros e da Iolanda, também. Nada a ver com o brasil. Apenas a grana emprestada para comprar empresas nos EUA.

    Eis o mistério da fé, digo, do Friboi.

    A pergunta é:

    – Quanto o ‘’Encantador de Burros’’ recebeu ‘’por fora’’ para modificar o estatuto? O ‘’agrado milionário’’ foi parar nas mãos de Lulinha e Luleco?

    Senhores, Lulinha jamais foi o dono do Friboi. Eu sabia.

    Já o pai do Lulinha… foi mais que um pai para os irmãos Batista. Disso, eu não sabia. Eu e o povo brasileiro só viemos, a saber, após 10 anos de $uce$$o do Friboi.

    Corrupção no brasil tem nome. Lula, Marcelo Odebrecth e Joesley Batista. O restante é fichinha.

    Os cinco bandidos do apocalipse, Joesley, Wesley, Luciano Coutinho, o Encantador de Burros e a Iolanda, merecem ir para a cadeia, o único lugar onde bandido merece estar.

    O Marcelo Odebrecth está preso.

    João Claudio – S/N (sem número)

  2. Lembrando que, caso Joeslçey Batista mije uma gota fora do caco nos EUA, diferentemente do país das bundas e da impunidade, ele será algemado, preso e cumprirá pena em cela comum.

    Seja ele ”dotô”, rico, bilionário , politico ou famoso, poque ”Lá” TODOS SÃO IGUAIS PERANTE AS LEIS.

    Foro privilegiado? Nem pensar. ”Lá”, John Smith e Donald Trump rezam a mesma cartilha. Qualquer vacilo, ambos podem ser presos. Está escrito na Constituição dos EUA.

    ”Lá”, as leis foram feitas para serem cumpridas, enquanto que Cá”, para se cagar em cima delas, enquanto se dá boas gargalhadas.

    P.S – O sobrenome ”Smith” nos EUA é comparado ao sobrenome ”Silva” no brasil. Ambos são os populares nos dois países.

    João Claudio – S/N (sem número)

  3. Dizem que o parto de uma nação é muito difícil, mas necessário. Foram 160 mil vidas ceifadas durante a Guerra da Secessão, como ficou chamada a Guerra Civil Americana, cujo período não sei, mas o Abrahan Lincoln era presidente. Após isso, nasceu como país e sua pujança é vista hoje no mundo todo. Com a França não foi tão diferente, mas rios de sangue também correram para que o país pudesse ser o que é hoje (isso sem falar na Guerra dos 100 anos, com a Inglaterra. Para recuperarem a coroa foi um trabalhão!).

  4. Erro do Senador Álvaro Dias, de 6.322 para 622. O outro que ele cita em plenário está certo o Decreto 4.418 de 11/10/2002.
    De qualquer forma o empréstimo concedido a JBS pelo BNDS é ilegal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome