PRESIDENTE TEMER DEVERÁ QUEBRAR A TRADIÇÃO NA ESCOLHA DO NOVO PGR

0
114

27jun2017---os-subprocuradores-gerais-da-republica-nicolao-dino-raquel-dodge-e-mario-bonsaglia-que-formam-a-lista-triplice-para-a-sucessao-de-rodrigo-janot-na-pgr-procuradoria-geral-da-republica-14986058567

Foto/arte: UOL.

O Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, deixará o cargo em setembro. Ontem, o Ministério Público Federal (MPF) elegeu a lista tríplice a ser enviada para o presidente Michel Temer, a fim de que ele escolha, entre um dos nomes, quem sucederá o atual procurador-geral. Por ordem de votos, os escolhidos foram Nicolao Dino, Raquel Dodge e Mário Bonsaglia.

Desde 2003 os presidentes vêm escolhendo os primeiros colocados da lista, respeitando assim a vontade dos integrantes do Ministério Público Federal. Neste ano, contudo, a chance do subprocurador Nicolao Dino ser o escolhido por Michel Temer se aproxima de zero. Será a primeira vez, em quinze anos, que um presidente quebrará a tradição.

Temer alega duas razões fortes para não nomear Dino. A uma, ele é um nome muito ligado ao atual procurador-geral, Rodrigo Janot; a duas, ele é irmão de Flávio Dino, governador do Maranhão e desafeto de Sarney, um dos conselheiros mais próximos de Temer.

Além do mais, Temer trabalhou para a escolha da subprocuradora Raquel Dodge, que vive em embates com Janot. A intenção era que ela fosse a primeira da lista, mas não deu, por poucos votos (1º – 621; 2ª – 587; e 3º – 564).

O último procurador-geral escolhido fora da ordem foi Geraldo Brindeiro, no governo FHC. Muito aliado ao presidente, ele arquivava todas as denúncias feitas em desfavor do presidente, o que lhe rendeu o apelido de “engavetador-geral da República”.

Lula e Dilma sempre nomearam os “cabeças” da lista tríplice, apesar de, pela Constituição Federal, o presidente poder nomear qualquer um dos 1.400 procuradores da República espalhados pelo país.

O presidente Michel Temer deverá nomear a subprocuradora Raquel Dodge, na esperança de ela fazer o mesmo que Geraldo Brindeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome