Governador Robinson Faria (PSD) escala esposa para função inglória em Mossoró*.

0
140

*Por Bruno Barreto

Foto: Portal Costa Branca

Terceirização do desgaste – Até ontem muita gente tinha certeza de que a primeira-dama Juliane Faria (de azul) estava sendo preparada para ser o plano B do desgastado (agora ainda mais) governador Robinson Faria.

Agora há muitas dúvidas. Afinal, quem está sendo preparado para disputas eleitorais costuma ser preservado de situações desgastantes. Vejamos, então, o caso de ontem: o Sindsaúde anunciou com antecedência um protesto contra Robinson, que tenderia a ser mais pesado após a “Operação Anteros”.

O governador não veio, mas mandou seu “plano B” como escudo, demonstrando uma estratégia política confusa para sua sobrevivência na vida pública.

Juliane terminou sendo alvo, ou melhor, escudo de Robinson, que terceirizou o desgaste para seu trunfo político.

Um erro!

Um duplo erro!

Além de expor Juliane, Robinson ainda passou a imagem de covardia de quem se esconde atrás da própria esposa em momentos difíceis.

Foi um péssimo negócio político.

NOTA DO TIO – Comumente, políticos costumam escolher um assessor ou uma pessoa próxima para recair sobre ele o “desgaste” de algumas situações. Geralmente, são pessoas sem pretensão política, justamente porque ela colecionará chateações.

Realmente de se estranhar que o governador Robinson Faria tenha escolhido a primeira-dama para ser seu “desgaste”, especialmente porque ela deverá ser lançada na política.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome