Racionalidades – 47ª edição.

0
136

CRUCIFICAÇÃO HOJE – Na semana passada o Cristianismo relembrou a crucificação de Jesus Cristo. A cena corta corações até hoje.

Não pensemos, contudo, que a crucificação é algo que ficou num passado remoto.

Na última terça-feira (23) houve crucificação na Arábia Saudita. O governo do país rico em petróleo informou que 37 pessoas foram executadas, 36 por decapitação e uma por crucificação, todas em praça pública.

Os crimes cometidos foram adoção de ideologia extremista, formação de células terroristas, desestabilização da segurança, assassinato de soldados e traição por colaboração com entidades hostis ao reino.

*

EUA – Os americanos são aliados dos árabes, inclusive a primeira viagem internacional de Donald Trump foi para a Arábia Saudita. Curioso os EUA se preocuparem tanto com a falta de papel higiênico na Venezuela e fazerem ouvidos moucos para as execuções bárbaras na Arábia Saudita. Por que será?

*

ROSALBA 2020 – A pergunta que mais escuto nas ruas é se a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) conseguirá ser reeleita no ano que vem. Eu advogo que sim, especialmente pela inexistência de segundo turno em nosso município.

A oposição se dividirá em, no mínimo, dois blocos, vez que é impossível uma união entre o PT e o PSL. Resta saber se algum desses blocos conseguirá atrair a maioria dos demais fora da dicotomia. Se sim, ainda poderá fazer frente à Rosalba, mas se a distribuição ficar meio a meio a prefeita será beneficiada.

*

OLAVO DE CARVALHO – O autoproclamado filósofo Olavo de Carvalho vive uma briga renhida contra os militares, especialmente o vice-presidente Hamilton Mourão. O quiproquó já envolveu várias pessoas, inclusive o vereador carioca Carlos Bolsonaro, filho do presidente.

Não me causa espanto. Onde Olavo está tem briga. Afinal, é esse seu estilo. Ele trata os que pensam diferente dele como inimigos a serem abatidos, destruídos. Sua retórica é alicerçada no embate constante, inclusive usando palavras de baixo calão.

Curso – Direto de Virginia, EUA, onde mora, o autoproclamado filósofo oferece cursos online de Filosofia, com mensalidades de R$ 60.

Logo no início do curso ele recomenda aos alunos que tenham “humildade teórica”. Assim, mesmo que achem que Olavo esteja errado eles devem concordar e aceitar como verdade o que é dito, vez que o conhecimento do autoproclamado filósofo é bem superior aos dos alunos. É algo bem semelhante a uma seita.

Olavetes – O curioso é que os alunos realmente passam a ter um comportamento meio que inexplicável, defendendo coisas absurdas, como a existência de um tal globalismo e de uma doutrinação marxista que tenta dominar o mundo, para ficar apenas em duas maluquices ditas pelo professor.

Agressivos – Além disso, os “olavetes” são agressivos, não conseguem argumentar sem querer denegrir o debatedor, invariavelmente utilizando-se de palavrões. Tudo incentivado pelo professor, que é visto pelos seus seguidores como uma figura messiânica, acima do bem e do mal.

*

INFLUÊNCIA – O professor Olavo de Carvalho oferece esses cursos desde 2009. Até o ano passado ele não causava muito perigo. Ocorre que o atual governo federal tem uma ala que é seguidora do autoproclamado filósofo, especialmente o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Tal fato poderá acarretar vários prejuízos ao país, pois Olavo de Carvalho trabalha do lado de fora da razão. Tudo dele é alicerçado em monstros meramente imaginários.

Além do ministro das Relações Exteriores, o professor também influencia os filhos do presidente e este próprio. Em suma, o “olavismo” chegou ao poder, e isso poderá nos causar um mal imensurável.

Disputa – Nessa queda-de-braço entre Olavo e os militares devemos torcer imensamente por estes, pelo bem do Brasil.

*

ANTICRIME – Quem quiser se tornar “doutor” no Pacote Anticrime apresentado pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, sugiro a edição 79 do podcast Salvo Melhor Juízo. Nele, três abalizados juristas comentam todos os pontos do projeto, como as mudanças previstas nas regras da prisão em segunda instância, legítima defesa, crimes do colarinho branco, organizações criminosas. Um dos integrantes da mesa é Rodrigo Chemin, autor do livro “Mãos Limpas e Lava Jato: a Corrupção se Olha no Espelho”.

O trio aborda o assunto sem nenhum viés político-ideológico. Eles se atêm meramente à questão jurídico-legal, e numa linguagem simples e acessível para o público em geral.

Antecipo, todavia, que o podcast tem 1h e 58 minutos de duração. Como disse, é para se tornar “doutor” no assunto.

Você pode encontra-lo aqui ou em qualquer agregador de podcasts, como Spotify e Deezer. Basta procurar por Salvo Melhor Juízo, e depois a edição 79.

*

QUEM ÉS TU? – Eu via o deputado estadual Allyson Bezerra (SD) como uma incógnita. Agora não vejo mais. Ele votou, na CCJ da Assembleia Legislativa, contra uma homenagem ao estudante Emmanuel Bezerra, assassinado nos porões do regime militar em 1973. A motivação do parlamentar foi tão esdrúxula que nem merece ser dita.

Apenas ele e o deputado Coronel Azevedo (PSL) votaram contra a homenagem, que ao final acabou passando pela CCJ.

Basta ver com quem ele se acompanhou para notarmos de que lado ele está. Não há mais incógnita.

*

BETO CONTRA O POVO – O deputado federal Beto Rosado (PP-RN) vem se notabilizando por suas posições sempre pró-umbigo, em contraste com o interesse coletivo. Foi assim quando votou a favor da Reforma Trabalhista e pela rejeição da denúncia em desfavor do ex-presidente Michel Temer (MDB).

Nesta semana, o deputado deu sinais de que continuará sua cruzada contra o povo. Como integrante da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados ele votou pela admissibilidade da Reforma Previdenciária. A votação não quer dizer que necessariamente ele votará a favor da reforma quando esta for a plenário, mas é um forte indício.

É bom lembrar – O deputado federal Beto Rosado ficou na suplência quando o TSE divulgou a lista de eleitos, no entanto, através de uma manobra jurídica, conseguiu alterar o resultado do pleito, ocupando assim a cadeira de Fernando Mineiro (PT).

*

VELHA POLÍTICA – Correu na imprensa nacional a notícia de que o governo federal vai liberar R$ 40 milhões em verbas para o deputado que votar pela reforma da previdência. Essa promessa fez muitos deputados decidirem pelo “sim”. É a velha política a todo vapor.

*

ILUSÃO – Nesta época percebe-se muito consumidor comemorando as chuvas, dizendo que elas trazem milho e feijão em abundância etc.

Vibro com o período, pois garante mais renda e comida na mesa do homem campesino, mas sob a ótica do consumidor não há o que festejar, muito pelo contrário.

Pra começar, o feijão e o milho só barateiam nas feiras livres, pois nos supermercados o preço adotado é o mesmo. Se o preço baixar, é muito pouco.

Além disso, quase todos os demais hortifrútis perdem em qualidade e ganham em preço. Os vegetais folhosos ficam pequenos, manchados e mais caros, assim como os legumes, frutas e tudo o mais que é produzido em nossa região mediante irrigação.

Nos supermercados, o quilo do tomate está beirando os R$ 8,00; e o da batata inglesa chega perto dos R$ 7,00.

Repito: o período é excelente pois ajuda o pequeno produtor rural, mas para o consumidor não é nada bom, a não ser que você seja aficionado por milho e feijão.

*

FRASE – “A diferença entre pobreza e indigência está na dignidade, presente na pobreza, e ausente na indigência”. (Fiódor Dostoiévski, escritor russo, in Crime e Castigo.)

*

FRASE 2 – “O brasileiro tem um mórbido deleite de ser mau com os inofensivos e com os animais”. (Gilberto Freyre).

*

REPENTE NO MCJ – Como sempre, haverá espaço reservado para o repente no Mossoró Cidade Junina. Ocorrerá nos dias 21 e 22 de junho o XIX Festival de Repentistas do Nordeste. A organização do evento, como ocorre todos os anos, ficará a cargo do servidor público e poeta Aldaci de França. As atrações ainda não foram divulgadas.

*

CAUSO – Certo funileiro costuma beber rotineiramente num bar da cidade. Ao final, pede para “assinar o vale” e então se manda. Os vales são quitados com alguma regularidade, mas em certa ocasião a demora começou a incomodar o dono do bar, que então abordou o cliente para dizer que não poderia autorizar novos vales se não houvesse a quitação dos anteriores.

O funileiro então sapecou: “Não estou podendo pagar no momento, tenho tido pouco serviço, mas posso fazer um acordo: quando você bater no carro eu posso descontar do serviço o valor dos vales”.

Essa foi boa. O sujeito ter que bater o carro para poder receber uma conta? Além do fato de ter “jogado uma praga” no credor. Tem cada figura nesse meio de mundo.

*

VACINAÇÃO – A 21ª Campanha Nacional contra o vírus Influenza já está em andamento. A imunização acontece de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 17h nas UBSs do município. A Secretaria de Saúde orienta que as pessoas que têm direito a vacina procurem uma Unidade próxima de suas casas para se vacinar.

A Campanha contra Influenza começou no dia 10 de abril e deve ocorrer até o dia 31 de maio, sendo que o Dia D de mobilização nacional vai ocorrer no próximo dia 04 de maio.

*

FESTA NO DIOCESANO – No próximo dia 04 de maio o Colégio Diocesano Santa Luzia (CDSL) sediará mais uma festa para reunir alunos, ex-alunos e público em geral. Será a Sunset, que tem previsão para iniciar às 16h. Entre as atrações estão a dupla Aline e Deyvid, Renata Falcão, Nanaê e Eliane, a Rainha do Forró. Ingressos, ao preço de R$ 50, à venda na Tressê.

O espaço terá variado serviço de bar e restaurante, com destaque para os chopes da cervejaria Cabocla.

As festas realizadas no CDSL são muito boas, sempre aquele ambiente de fraternidade, com pitadas de nostalgia. Ótima opção para o sábado, dia 04.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome