O FIM DA BAIXARIA

6
98

parcerias

Nas ruas e via e-mail, muitos leitores reclamam da baixaria que se tornou a imprensa mossoroense. Ao ver esta insatisfação, alguns colegas já me avisaram que focarão suas escritas apenas em notícias, informações e opiniões.

Este ato de sensatez vem sendo defendido por um experiente jornalista/colunista da cidade, que me ligou ontem à noite propondo o fim de ataques entre colegas da imprensa.

Para ele, só quem perde com isso é o jornalismo, que deixa de ser informativo para ser de picuinhas.

Saliento que o idealizador da “paz na imprensa” não está de intriga ou em discussão com ninguém. É apenas um observador, que quer uma imprensa mais voltada para as notícias, como deve ser.  

Os leitores agradecem.

6 Comentários

  1. Enfim a sensatez, a raciionalidade. Ganha todos com tal atitude, a imprensa e nos leitores, principalmente. Avante.

  2. …o que não vai tornar a imprensa mais unida. Não conseguem nem marcar um torneio de futebol, imaginem manter a “paz”. Só não se atacam quem faz parte da “cuzada”, quem já recebeu vantagens, como litros de whisky, ou mesmo notinhas em colunas…fora isso, o outros, na cabeça de alguns, são todos anti-éticos, errados, gente do mal.

    Essa “paz” não passa de um cessar-fogo, que vai durar até alguém querer aparecer mais do que os outros novamente com uma notícia plantada, ou uma polêmica totalmente desnecessária.

  3. GOSTO MUITO DE LER JORNAL, LEIO OS PRINCIPAIS AQUI NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. POIS MORO EM NITEROI, MAS NUNCA VI TANTAS ABERRAÇÕES COMO EM MOSSORO. JA ESTA NA HORA DE VOCÊS PARAREM COM ESTAS BOBAGENS. VOCÊS RIDICULARIZAM A NOSSA CIDADE, NUNCA VI COISA PARECIDA. PROFISSIONALISMO JÁ.

  4. Conheço a maioria dos jornalistas de Mossoró, e leio varios blogs e espero que sigam o exemplo desse rapaz de niteroi, isso não leva a nada para a classe, pense be
    m nisso. Abraço Nogueira de Dodoca.

  5. Enfim a sensatez prevalecerá. Dá nojo ler aquelas matérias em que o bloqueiro faz ataques pessoais, que demonstram a sua ira contra as pessoas. Façam notícia, com críticas construtivas, com imparcialidade, e não usem o blog para atingirem as pessoas que não gostam.

  6. Acho que esta foi a melhor decisão tomada, haja vista que, como salientaram alguns colegas aqui, quem perde é o jornalismo. As coisas pessoais devem ser ditas pessoalmente. Usar o jornal ou qualquer outro meio de publicação para resolver assuntos de interesses pessoais é inapropriado. O jornal ou blog, ou qualquer outro veículo de comunicação é para comunicar e opinar, sem agressão. E só. Um abraço e boa sorte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome