HOJE É SEXTA-FEIRA, NEM PARA MAIS, NEM PARA MENOS

8
763

 

AAAAtirei o pau no gato tô tô

Mas o gato tô tô

Não morreu reu reu

Dona Chica cá

Admirou-se se

Do berro, do berro que o gato deu

Miau !!!!!!

 

knuttz_ueba_13

 

Eita, playmobis e fofoletes, a garganta já começou a coçar. Saia da frente pelo amor de Deus. Hoje é sexta-feira, menino, tem reunião do Copão lá no Carlos Bar. Na última sexta não pude ir, mas hoje estarei lá, a não ser, é claro, se houver uma interferência divina.

*

Ei, o que você acha do cara que na sexta-feira não foi para a aula na UnP porque passou a noite da quita-feira chorando a morte de Michael Jackson. Isso ai é coisa de quem joga a água fora da bacia, né não?

*

Por que as casas com fantasmas são chamadas mal-assombradas? Isso significa que os fantasmas são incompetentes?

*

Ei, o que você acha do cara que fica com raivinha das coisas? Fazendo muxoxos mil, dando rabissaca, dizendo aos amigos que ficou sentido e que está “pra não viver”. Nossa Senhora, isso é coisa de bichinho criado pela avó, todo mimadinho. Né não? Arre lá.

 

aranhanil1

 

Já notou a semelhança entre o goleiro Aranha, do Atlético (MG) e o promotor de eventos Nill Costa?

*

Homem que é homem, mermão, joga futebol de campo usando chuteira sem meia. Ou melhor, homem que é homem joga futebol descalço contra quem joga de chuteira, com ou sem meia.

*

No velório, o viúvo recebe o abraço dos amigos:

– Meus pêsames. Ela vinha sofrendo há muito tempo?

– Sim. Desde que nos casamos.

*

Nessa semana, estava com um amigo quando uma ex-colega dele veio cumprimentá-lo. Ao sair, ele disse: “Na escola, chamávamos ela de aspirina”.

– Aspirina? Por quê?

– Olhe para a bunda dela.

Realmente, era branca, achatada e com um risco no meio. Ô povo maldoso.

*

E por falar em apelido, quando eu estudava no Dom Bosco, no primeiro dia de aula, acho que no 2º ano, entrou na sala, atrasado, um sujeito muito magro, com uma camisa branca-lisa extremamente comprida (até o joelho) e uma calça amarela. Um aluno, da turma da pilhéria, olhou e sapecou: “E CIGARRO agora anda?”. O apelido pegou. Todo mundo passou a chamar o cara de cigarro.

*

Na quarta-feira, eu estava ouvindo a Difusora AM quando Jota Nobre passou a entrevistar o artista plástico Careca sobre uma exposição beneficente que este estava fazendo para os deficientes visuais da associação tal.

– Os deficientes visuais acharam os quadros bonitos? Perguntou Nobre;

– Sim, acharam, eles ficaram muito emocionados. Respondeu Careca, que continuou:

– O próximo passo será ensinar os deficientes visuais a pintar.

Ora, o que me chamou mais atenção foi a naturalidade com quem Jota Nobre e Careca trataram de um assunto suscetível de interpretações falhas. Como pode um deficiente visual achar um quadro bonito e até desenhar? A não ser que a deficiência não seja total, o que, no meu sentir, deveria ter sido explicado. Como foi exposto ninguém entendeu nada. De qualquer forma, parabéns ao artista plástico Careca e ao repórter Jota Nobre pela visão social.

*

chargemichael

*

Dois caras resolvem tomar uma cervejinha no bar. Um deles recomenda ao garçom:

– Copo limpo, viu?

Dali a pouco o garçom volta com uma cerveja e dois copos e pergunta:

– Quem pediu copo limpo?

*

“As coisas que as pessoas mais querem saber nunca são da conta delas”. (George B. Shaw).

*

 

knuttz_ueba_28

O que você acha?

*

Essa aconteceu há aproximadamente um ano. O cara está em casa quando a esposa lhe telefona dizendo que se envolveu num acidente e que a culpa foi dela. O cara vai até o local e lá chegando encontra a esposa e a dona do outro veículo acompanhada de um boy que estava numa Biz. O cara assume o serviço do carro e acerta os detalhes com o boy. Ato contínuo, colocou os dois carros, o dele e o da outra mulher, na mesma oficina para que ambos os serviços fossem feitos. Nisso, um homem começa a lhe ligar reclamando da demora, da qualidade da oficina etc. O cara nota que ali tem marmota, mas mesmo assim explica a situação e se mantém paciente. No entanto, o homem que passou a ligar enche tanto o saco que o cara não resiste e sapeca:

– AMIGO, EU NÃO DEVO SATISFAÇÕES A VOCÊ. EU DEVO SATISFAÇÕES AO BOY QUE ESTAVA COM SUA ESPOSA NO DIA DO ACIDENTE, AMBOS DE CABELOS MOLHADOS. QUISER SABER DE ALGUMA COISA PERGUNTE A ELE. SEU CORNO.

Dias depois o homem liga pedindo desculpas, dizendo que sua mulher é COMPLICADA mesmo. Pense num bicho corno, né não?

*

piaui341

 

 

A revista Piauí é mesmo excepcional. Ontem, recebi a 34ª edição e lá está na capa: “Exclusivo: Nenhuma linha sobre Michael Jackson”. Realmente, uma revista sair sem nada sobre Michael é uma exclusividade e tanto. Esse povo da Piauí

*

E vamos que vamos, pois rico não é quem tem, é quem menos precisa. E eu preciso de muito pouco para sorrir e agradecer a vida que tenho. Como diz o ditado, se melhorar estraga.

 

8 Comentários

  1. “rico não é quem tem, é quem menos precisa”
    Gostei dessa frase. Existem pessoas com muito dinheiro, porém, devendo de igual valor. Então, para que ter dinheiro?
    Rapaz, digo uma coisa Tio, você esta igual ao ZINA -o cara do pânico que fala “Ronaldo!”-, o poeta de uma frase só.
    Abraços e se der certo, hoje irei a reunião do Copão.
    Sds.

  2. Estarei presente e levarei o camarão hj p vc, e não para Gilson q tá muito falador… abraços

  3. E por falar em apelido, quando eu estudava no Dom Bosco, no primeiro dia de aula, acho que no 2º ano, entrou na sala, atrasado, um sujeito muito magro, com uma camisa branca-lisa extremamente comprida (até o joelho) e uma calça amarela. Um aluno, da turma da pilhéria, olhou e sapecou: “E CIGARRO agora anda?”.

    Quem era o sujeiro? Ricardo Cigarro? KKKKKKKKKKK

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome