PEI E BUFO – 218ª edição.

2
127

* Ontem, em entrevista a 96 FM de Natal, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, disse que até o fim do mês o grupo que faz oposição à governadora Fátima Bezerra (PT) lançará seu pré-candidato a governo. Já antecipou, contudo, que não será ele.

* O deputado federal Benes Leocádio (Republicanos) é o pré-candidato a governador da vez. Em entrevista ao Agora RN, ele disse que seu nome é muito bem visto nos quatro cantos do estado e que tem apoio em todos os municípios. Boa sorte.

* A engenheira civil e ex-secretária estadual de Infraestrutura, Kátia Pinto, onipresente nas gestões de Rosalba Ciarlini (PP), deverá ser uma das ouvidas na CPI da Arena das Dunas. Já começa a ser o dia mais aguardado, ao menos para os mossoroenses.

* No primeiro semestre deste ano as usinas termelétricas do Rio Grande do Norte já geraram 728 GWh de energia, aumento de 15,5% em relação ao mesmo período do ano passado. O estado possui cinco usinas termelétricas (UTEs), sendo a de Alto Rodrigues a que mais produz.

* O Tribunal de Justiça obrigou o governo estadual a adequar o Centro de Educação Especial de Mossoró às regras de acessibilidade. A escola, criada para abrigar alunos portadores de deficiência física, não possui acessibilidade. Incrível. O problema, vale frisar, é antigo.

* Por meio de medida provisória, o presidente Jair Bolsonaro obrigou as operadoras de TV por assinatura a incluírem em suas grades vários canais, todos evangélicos e/ou de aliados políticos. Atualmente esses canais pagam para estar nas operadoras. O custo será repassado aos assinantes.

* O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) está oferecendo de forma gratuita um curso técnico à distância em fruticultura irrigada. São vagas para Mossoró, São Gonçalo do Amarante, Apodi e Afonso Bezerra. As inscrições são até amanhã. Saiba mais.

* A Câmara dos Deputados aprovou ontem um projeto de lei que garante ao time mandante todos os direitos de transmissão etc. das partidas de futebol. O texto segue agora para o Senado Federal.

* Quem define os padrões de beleza? As agências de modelos, os concursos de misses ou os anúncios publicitários, especialmente os de academias? Vejo muitas mulheres passando fome e se acabando em exercícios para perseguir o que vulgo diz ser o corpo perfeito.

* Em entrevista ao canal Alta Fidelidade, Augusto Licks, ex-guitarrista dos Engenheiros do Hawaii, disse que não tinha relação de amizade com o cantor Humberto Gessinger, que era apenas um músico contratado. De fato, Licks entrou na banda no segundo disco, não era da turma da faculdade.

2 Comentários

  1. Tio, esses questionamentos sobre padrões de beleza são bem pertinentes. Sem me pretender definitiva em alguma coisa, creio que são vários fatores que determinam esse padrão. Mas, segundo Foucault, no seu célebre texto “A ordem do discurso”, quem define, de forma velada, disciplinada e com uma sofisticada logística, são os discursos. Para o teórico francês, os discursos são criados como ” verdade” para produzir riquezas; alguém sempre sai ganhando. Cada época tem um discurso em voga, a mulher do renascimento europeu, por exemplo, era “gordinha”, esse padrão mostrava que ela comia bem e tinha descanso, já a mulher magra era sinônimo de escassez e pobreza. Isso foi mudando, hoje a mulher “gordinha” é vista como aquela que não tem dinheiro para se cuidar, pois o discurso da medicina, da indústria cinematográfica, das clínicas de cirurgia plástica, das academias, dizem que a mulher bonita, saudável e de sucesso, são as “turbinadas”. Não existe uma preocupação real com a saúde da mulher, o que existe é inventar necessidades para a ela gastar dinheiro.

  2. Que aula, amiga. Acrescentou bastante ao post. De fato, o padrão de beleza mudou significativamente da Grécia aos dias atuais, sempre para ateder algum interesse maior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome