PÍLULAS ÁCIDAS…[26ago]

32
157

1183121527dsc_0572

O FOCO DOS COLUNISTAS SOCIAIS – Maria Michelle, formada no Curso de Ciências Econômicas do Campus da UERN em Pau dos Ferros, levou o prêmio regional de melhor monografia de graduação, concedido pelo Conselho Regional de Economia da 19ª região. Assuntos como este mereceriam notas em colunas sociais, mas nenhum dos nossos trocentos colunistas mencionaram a conquista. A turma prefere elogiar a filhinha de Fulano, que ganhou um carro de presente do pai; ou a adolescente tal, que beijou horrores na festa da banda num-sei-o-quê do Forró; ou  “madama” Beltrana, que estava com um look assinado pelo hair stylist do momento, e por ai vai. Uma explosão de futilidades e asneiras.

A maioria das colunas sociais publicadas nos jornais de Mossoró são repugnantes e atentam contra tudo que é razoável e são. O toma-lá-dá-cá salta aos olhos. Prova disso é que os colunáveis são sempre pessoas que têm algo a oferecer.

O casal mais chique da festa sempre é aquele que tem uma butiquezinha; o homem mais bonito é aquele médico amigo; o casal mais simpático é aquele do supermercado tal; o melhor vestido é o da mulher do homem da escola de idiomas, e o sorriso mais contagiante é o da dona do salão de beleza.

Claro que há muitos que adoram e fazem de tudo para aparecer numa coluna social, mas nesse assunto não posso me aprofundar, até porque sou formado em Direito, não em Psiquiatria.

niver 80 anos 055

O NIVER DA MÃE – Dia desses, um colunista social resolveu fazer o aniversário da mãe e então saiu por ai distribuindo os convites. Um empresário recebeu o colunista em sua sala, deu os R$ 1 mil solicitados para “ajudar” na festa, e então se despediram harmoniosamente. Logo em seguida um empregado entra na sala do patrão e este sapeca, curto e grosso: “Só este ano, é a terceira vez que a mãe desse rapaz faz aniversário”. Depois caíram na risada. Realmente, só mesmo na pilhéria esta turma deve ser tratada.

AS FOTOS – Tempos atrás, um fotógrafo da cidade foi convidado por uma colunista social para fazer a cobertura de sua festa. Convite aceito, o profissional passou a noite cumprindo sua tarefa. Como sempre ocorre, foi acordado que o fotógrafo depois venderia o material para quem tivesse interesse. Ocorre que a esperta colunista, logo após a festa, pediu que todas as fotos tiradas lhe fossem enviadas, pois ela queria colocá-las na coluna etc. Inocentemente, o fotógrafo passou as fotos.

Dias depois, o profissional revelou as fotos e, como de costume, procurou os fotografados para vender-lhes o material. Contudo, para sua surpresa, não conseguiu vender nada, pois a dona da festa já havia passado antes e distribuído as fotos. Ocorreu que a colunista, para fazer média com os colunáveis, revelou o material e entregou a todos (para receber um brinde em troca, é claro). Para não chegar às lojas etc. com as mãos vazias, usou as fotos como desdobro. Ao final, quem saiu perdendo foi o profissional, que além de não ter tido lucro, ainda ficou no “preju”, vez que gastou com a revelação.

O GOLPE DA CARIDADE – Vez por outra, uma conhecida mãe socialite de nossa cidade organiza pequenas festas para seus filhos. Em todas as ocasiões, pede aos convidados que levem uma lata de leite ou tantos quilos de alimentos não perecíveis. Deixando subentendido então que os gêneros alimentícios serão doados para alguma entidade filantrópica, ou mesmo distribuídos na periferia, mas não é bem isso que ocorre. Os alimentos seguem direto para a dispensa da socialite e de lá só saem para sua mesa. Já houve quem dissesse diretamente à socialite que aquilo não era correto, mas ela se defendeu dizendo que em nenhum momento disse que os alimentos seriam doados.  Ah, tá…

INTERIOR – Tem de tudo nestas colunas sociais que cobrem os eventos nas cidades vizinhas. De festa de inauguração de lava jato em Alexandria à reunião de socialites para o chá da tarde em Caraúbas, de tudo se vê nestes espaços reservados para os colunistas sociais das cidades da região. Uma comédia.

OS SÉRIOS – Vale Frisar que há colunistas sociais sérios, que buscam escrever notas interessantes e edificantes, tudo sem “extorsão”. Inclusive sou amigo e conheço alguns deles. Apenas os que agem na base do troca-troca se irritam e rebatem o que escrevo. Vestem a carapuça, se entregam. Eu não generalizo. Uso sempre os termos “alguns”, “a maioria” etc. Nunca escrevo que todos agem assim, até porque, como já frisei, há os sérios.

32 Comentários

  1. Tio,é verdade o aniversário da mãe deste colunista social acontece várias vazes durante o ano,isso é para quem é IN, eu que sou OUT não comemoro niver nem uma só vez,se quizer confirmar o que eu disse olhe na coluna dele, isso é um FATO.

  2. Pois é assim mesmo Presidente. E o pior é que tem gente que se submete a (nem todos são picaretas) esse povo. Não faço e nem nunca fiz questão de aparecer em colunas, comentários e notinhas. Vc fica devendo isso pro resto de sua vida. kkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Valha… E tem um agravante. Você envia um release sobre algo (de futuro) que vai acontecer, eles publicam, se não recebem nada, no outro dia mandanm uma notinha direta, tipo assim: Tem gente que nem pra agradecer as notinhas serve… hahaah uma comédia… Engraçado é a que fez cirurgia do bucho, mais de tanto godelar, tá gorda que só uma porca. ahhahaha Quem diabos é que fez aquele trabalho no Photoshop com ela que deixou bem magrinha hein, uma talisca mesmo.. hahahaha

  4. Caro Colorau,
    Há controvérsias. O nome já diz, colunista social, é pra falar da sociedade. o q ela faz, veste, bebe, lê(quando isso acontece,raramente) e lugares q frequenta. O papel é divulgar, é um produto para enaltecer o dia-a-dia dos “famosos”. Dentre eles os colunistas existem os mal intencionados, especuladores, aproveitadores, enfim..qualquer coisa ruim q o valha. Mas, isso acontece em qualquer profissão, ou vais me dizer, q advogado é sinônimo de integridade? Jornalista de justiça?.
    Qualquer profissão tem profissionais e profissionais. Gosto desse povo, acho todos muito divertidos e antenados com o q acontece na cidade, também nos passam muita informação, e tenha certeza são bem mais lidos do que muitos Blogs por aí. E pra finalizar, acho q sua tentativa de polêmica, foi pra ver se ganhava um convite, pra festa da querida Marilene Paiva, q acontece amanhã,kkkkk.

    Grande abraço, Tuca Viegas.

  5. Tio,
    Esse povo é um bando de sanguessuga(eita, não são aqueles do Rosado, são outros).Futilidade é pouco, são uns safados mesmo.O pior é que se acham superiores aos outros por que tem espaço nos jornais e televisão. A professora aloprada é, talvez, a pior de todas. Homi, vão se lascar.

  6. Eu conheço um (colunista) que conseguiu quebrar um restaurante de comidas
    regionais, ali na Frei Miguelinho. Todo dia era umas marmitas mais MEDONHA do que as
    outras. O ex comerciante quando ver-o se treme todinho.

  7. Caro Erasmo, em posts anteriores você fez a pergunta: para que serve uma miss?, agora eu pergunto: para que servem os colunistas sociais?

  8. É como o povo diz: “Existe gosto prá tudo”. E eu digo: inclusive, para ler colunas sociiais. Mas eu não entendo como uma pessoas perde o seu tempo lendo coisas tão banais…

  9. Bom dia.
    Concordo com o tio Colorau. Só queria acrescentar algumas informações.
    Eu acho que não só os colunistas, podemos também acrescentar profissionais da area em geral. Radialistas, repórteres, jornalistas a mídia em um todo. Só a pouco tempo é que Mossoró tem melhorado a qualidade desta area. Melhorado em virtude dos cursos abertos e ate mesmo da concorrência. Só que ainda temos dinossauros que se dizem jornalistas, que usao o poder da imprensa, da mídia(como queira), para barganharem favores. Do mesmo jeito do colunista social.
    Vou citar um exemplo ocorrido comigo.
    No dia que a candidata a presidência da república veio a Mossoró inaugura as obras do anel viário dos abolições, eu estava a trabalho. Trabalho este que me dava acesso ao local reservado as autoridades em questão. Estou la, único e exclusivamente preocupado com o meu serviço, quando a estrela maior do evento chega ao local acompanhado dos seus amigos e das autoridades locais. Não deu para todas as “autoridades” entrarem, foi feita uma seleção pela organização do estado. Bem, estou lá trabalhando, entrando e saindo do recinto, fazendo o meu serviço, quando um cidadão me pede para deixalo entrar, explico a ele que não tinha aquele poder que ele teria que falar com outra pessoa, que a minha pessoa estava apenas como um prestado de serviço(um pau mandado). Só que o nobre colega foi ficando com raiva se abufelando entre as outras autoridades para tentar entra a força, não tendo sucesso me pediu novamente para que pelo menos entrega-se uma carta dele a ministra da casa civil. Só que o pau mandado aqui ja tinha recebido um puchao de orelha do responsável e meu contratante que não era para receber nada e nem perturba a estrela. Fui novamente tentar explicar ao nobre, que não podia. Bem voltei ao meu trabalho e não o vi mais. No outro dia ao chegar na empresa para trabalhar pela manhã um dos meus colegas vem me falar que escutou no radio um nobre “jornalista profissional” reclamando da grosseria e da ma educação (teve outros adjetivos que não lembro agora) do rapaz que estava a trabalho.
    Sei que, como vc falou, não podemos generaliza, existe pessoas de bem e profissionais de verdade, só que o pior, é que a imprensa é uma arma muito poderosa e nas mãos de pessoas erradas é pior ainda. Pessoas estas que expõe pessoas de bem, só por causa de interesse pessoais, não sabe que pode interferi na vida pessoal e profissional de um cidadão comum, pode ate mesmo fecha uma empresa e causa um problema social.
    Putz – Falei de mais.
    Mas é isso mesmo, não so os colunistas sociais como também a imprensa em geral.
    Gostaria que me enviasse um e-mail com algum comentário seu.

    Abraço a todos e um bom dia.

  10. “Não é ocioso o que apenas nada faz, mas é ocioso quem poderia empregar melhor o seu tempo. (Sócrates).

  11. NOTA DE ESCLARECIMENTO

    A Associação dos Colunistas Sociais do Norte/Nordeste solicitou hoje, dia 26 de agosto de 2010 às 07:07, ao TSJ o direito de resposta sobre matéria vinculada em um Blog de Mossoró, cujo teor denigre a imagem dos(as) colunistas de Mossoró e região. Todos sabem que a profissão de Colunista Social é uma profissão árdua, séria e sem nenhum vínculo com beltrana ou sicrano. O Colunismo Social é uma necessidade para a sociedade, assim como o alimento é para o ser humano. Nós nunca adentramos em um recinto sem convite. Pelo contrário. Somos forçados a passar noites em festas comendo “certas coisas” tais como Camarão, Lagostas, Filet e bebendo vinhos e wisk importados. E o que é pior: Temos que levar amigos e amigas para fazer “volume” em festas. Nunca pedimos nada a ninguém. Sempre somos surpreendidos com presentes e convites.

    Gente! Chega de nos atacar. Preservem nossa classe.

    Assinam o Pedido de Resposta:

    Paulo Piu Piu
    Chiqueirinho Duarte
    Cristyan de Sabugo
    Conde Toinho Ciumeira
    Paulo Mastarde
    Jeorgi Anus Azêdo
    Botain Oliveira
    Fêieth Correia
    Maurilene Papa
    Sergio Ferrôlho
    Lispeba Batista
    Rafaela Frente
    Cezirio Oliveira
    Rodrigo Mulambeiro
    Cárie Mine Fernandes
    Suvaca Vieira
    Lilian Cenoura
    Florlie Galho de Arruda
    Paula Frescurethy
    Amaury Pai
    Roberta Do Reino
    Walterzin Lápis
    Geani Sogripes

    De Fortaleza-Ce, recebemos o apoio de Walney Vaidár do sistema “Verdes Cacimbas” de Comunicações.

    Vou estar em Off por uns instantes. Minha pressão (aff!!!) baixou e tenho que ir ao consultório a convite do gentleman Dr, Roberto Q. Rhendo Haparecer. Volto com outros detalhes a qualquer momento.

    Aguardem!

  12. 1 – Uma coisa horrorosa e descabiba o tratamento dado aos nossos colegas mossoroenses. Nós que fazemos as colunas sociais de Natal uniremos nossas forças no sentido de repudiarmos matérias difamando nossa classe.

    2 – Quem for ao Salão do Automóvel do Brasil, visite o stand da Gia Motors. Um luxo.

    Não posso deixar de mandar meu abraço a todos os colunistas sociais da capital do oeste.

    “A boca é o aparelho escretor do cerébro”.

    Ao seu dispor,

    Paulo Mastarde

  13. A unica coisa que eu posso fazer agora pelos meus colegas de Mossoró, é pedir a todos os In muitos aplausos para todos eles. Todos voces merecem muitos aplausos!

    Vamos lá?

    Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac! Plac!

  14. TIO ESSA NOTA DA” ASSOCIAÇÃO DOS CULUNISTAS” É COISA PRA SER PUBLICADA E GUARDADA…QUANTA CRIATIVIDADE… HUMOR…. E QUANTA VERDADE JUNTA!
    CUIDADO TIO, VOCe pode virar o carlos santos dos culunistas e haja processo! kkkkkkkkk

  15. Tio, verdade seja dita:
    Qual a diferença do colunista, que faz tudo isso ai que vc citou, do nobre empresário que deu os R$ 1.000,00, para a festa e ficou falando por traz? Só acontece isso pq tem gente que da valor.
    É a mesma coisa dos traficantes com os viciados, só tem um pq tem o outro.

    Faltou citar ai o caso do colunista que ao termino da sua festa, festa esta que não deu ninguém, deu escândalo pq queria o apurado para gastar com seu namorado na suite presidencial do termas.
    Pobre coitado não sabia que o apurado quase não deu nem para pagar a atração.
    Ficou fazendo escândalo em plena madrugada.

    Boa tarde a todos.

  16. ERA PARA SER PUBLICADA EM ESPAÇO NOBRE, A REFERIDA NOTA DA ASSOCIAÇÃO. DAQUI DE LISBOA, OBSERVO TUDO.

  17. Só existe colunista social porque existem algumas dezenas de “idiotas” e “idiotos” extremamente vaidosos que não tendo luz própria para aparecer diante da sociedade putrefata, atraem e pagam aos referidos colunistas para aparecerem em jornais, rádios e tvs. Começam pedindo para pôr no jornal a “fotinha” do filhinho que vai fazer aniversário mas que na realidade as idiotas e idiotos querem mesmo é mostrar a cara ao povo. Mesmo que seja mais feia que um cú com câimbra.

    Dos dois espécimes (desnecessários ao planeta Terra), não sei qual a mais parasita: Se os Colunistas Sociais ou as Idiotas e Idiotos vaidosos.

    Concluo o comentário dizendo que, dificilmente um colunista social sobrevive sem um idiota-idioto vaidoso. E vice-versa. Ambos estarão sempre ligadas entre si, tal qual a meia podre e o chulé.

    Taqui prá eles, ó!

  18. Cadeiras numeradas…. Cadeiras numeradas…… Cadeiras numeradas…..

    Obrigado a leitura desta coluna ao In Tuca Viegas (Mossoró).

  19. A pedido da ACSNN, o Boneco de Ventrílogo de Mossoró já solicitou ao Gugle as identificações dos Ipês e endereços dos fôjos daqueles que difamam a nossa classe.

  20. Continuar é preciso…………….

    FRASE PARA FINAL DE TARDE

    “Alto padrão é um padre com quase dois metros de altura”

  21. Fiquei lôca com esse post.

    bichas, unidas processaremos todos qye nos difamam descaradamente.

    um absurdo, minha mãe tem tres aniversarios diferentes pq ela comemora no dia que nasceu, so que ela foi registrada como se tivesse nascido seis meses depois e a ultima data foi que que consegui fazer uma nva certidão de nascimento pra poder aposentar ela pelo funrural.

    por isso que ela comemora em tres datas diferentes.

    e eu não preciso fazer propaganda de ninguem pra sobreviver, quem disse foi um amigo meu que, aliás tem um curso de ingles e espanho que é o melhor do norte nordeste ou quem sabe do brasil. Mas nem por isso eu fico babando ele.

    kisses kisses and adios!!!

  22. Apareceuuuuuuuuuuuuuuu bruaca, bicha velha dinossauriana, troncha!!!!!

    Chiqueirinha Duarte, tu viu como o Tuca Viegas baba nóis? Tu viu a defesa dele a favor de nóis? Menina, temos que fazer uma matéria “escândalo” com ele. De inicio preciso saber data e nascimento dele e de toda família, números dos sapatos, calças, camisas……qual o perfume preferido…o livro de cabeceira…filme que mais gostou…etc. Se não puder, podemos marcar um “Ping Pong” com ele, quem sabe, né? Agente descobre tudo.

    Bichas unidas jamais serão vencidas. Estou procurando um local bem “in” para o nosso Cupão desta sexta-feira. Na semana passada na baixinha, só não gostei das flechadas. Entretanto os rapazes das imediações do Xanha’s Grill são boférrimos e souberam perfeitamente agradar a bicharada presente.
    Cê reparou naquele senhor de chapeu de palha tocando violão, em pé? Menina ele não tirava os olhos do Conde. Cala-te boca, cala-te boca, cala-te boca. Sinceramente não vi quando os dois sairam.

    P.S- Mulher num fique dando esses foras dizendo que a mãe da gente aniversaria 3 vezes no ano não. Num dê esse cabimento a nenhum blogueiro. Tem gente lá em cima falando sobre quilos de alimentos perecíveis. Eu sei quem foi que fez isso mas o povo tem que botar na cabeça que a casa da gente também é uma instituição de caridade, né não?

    Retorno!

    (Afff! tô só coió de cansada)

  23. Paulo Piu Piu, esse conde ao qual você se refere é o importante “conde da cultura mossoroense”?

  24. Maninho, gatinho não mexa no vespeiro.

    Paulete faça a katia e fique fria. apenas mostrei a esses INDIOTAS que nós não precisamos mentir para ganhar mimos.

    bicha o Tuquinha é um gentleman (uma deliciia, diga-se de passagem) e hoje o titio colocou ele como sosia do pierce brosnan (é o fraco). o POBREMA dele é que se exalta em nossa defesa, kkkkkkkkkkk, aí o povo pensa que ele baba a gente.

    acho o tuca um txutxuca.

    beijos txuquinha (dá pra descolar cortesia para duas pessoas la no tratoria???)

    esse post é um patrocinio da pizzaria Tratoria A MELHOR DO MUNDO OU QUEM SABE DO UNIVERSO.

  25. Maninho o nomde do conde é NADO.

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    aí to bege cor de coco de menino novo, fiz uma piada.

  26. Amigo tudo bom?
    Voce falou que nenhum colunista divulgou o premio da monografia recebido por uma aluna da UERN em Pau dos Ferros, mas eu sim divulguei uma nota dando os parabens.. segue a nota publicada em minha coluna no dia 17 de Agosto.

    @ – O Conselho Regional de Economia do RN-19ª Região divulgou o resultado do concurso que visa premiar os melhores trabalhos monográficos de graduação em Ciências Econômicas do Rio Grande do Norte. O 1º lugar foi para a monografia intitulada “Informalidade e Renda: um estudo sobre o mercado atacadista informal de Tenente Ananias/RN, nos Anos de 2000”, que tem como autora Maria Michelle de Oliveira, recém-formada em Economia pelo Curso de Ciências Econômicas do Campus da Uern em Pau dos Ferros, e como orientadora a professora Dnda. Joseney Rodrigues de Queiroz Dantas, do Departamento de Economia – Cameam/Uern. O prêmio foi entregue na última sexta-feira, 13 de agosto – Dia do Economista, e o trabalho remetido ao Conselho Federal de Economia para concorrer ao Prêmio Brasil de Economia.

  27. Hoje tem festa no Lombrigas´ Buffet para festejar mais um ano de Ofrasia da Silva Neta, filha de Adomário e Osoria e primeira neta de Ofrasia da Silva. Dona Eufrasia encomendou pra festa os salgadinhos de Antonio dos Bolos e tudo isso regado a “latras” e “latras” de pitú, claro, pq gente fina sabe se divertir. muito chic mesmo.

    Dona Aurinda da Silva acompanhada da nora prostituta Maria Pacovâ almoçava ontem com três dos seus quatro filhos no Mercado do Alto da Conceição, muito chic.

  28. Parabéns pela união de todos os colunistas sociais e ais… rsrsrs Ora, Conde em Mossoró só faltava essa piada. Bem que o colorau poderia fazer uma onda com essa autarquia de meia tigela

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome