Racionalidades – 98ª edição.

0
107

AINDA NÃO FOI DESSA VEZ – Criou-se muita expectativa em relação à reabertura gradual de setores da economia no Rio Grande do Norte, prevista para iniciar na última quarta-feira (24), mas a governadora Fátima Bezerra resolveu adiar os decretos de isolamento até o próximo dia 30 de junho.

A decisão foi tomada após orientação do Comitê Técnico da Secretaria Estadual de Saúde, bem como de recomendação das três esferas do Ministério Público.

A pressão do setor produtivo foi imensa, mas infelizmente os técnicos informaram que a atual taxa de transmissibilidade e a percentagem de ocupação dos leitos de Covid-19 não permitiam um afrouxamento das regras.

*

PRÓXIMA SEMANA – Muito provavelmente a reabertura gradual começará no próximo dia 01º de julho, com ou sem condições. Não terá mais como suportar a pressão do setor produtivo. A situação é de faca na garganta.

*

PARCELA DE CULPA – A população do Rio Grande do Norte não cumpre o isolamento social. Apenas 40% das pessoas, em média, ficam em casa. Ora, penso que essa percentagem é semelhante à de dias comuns, quando não havia pandemia. Até porque nem todo mundo sai de casa todo dia.

*

MAS TAMBÉM… – A vida só voltará a sua normalidade quando for criada uma vacina para combater o coronavírus Sars-CoV-2, o que deverá acontecer em janeiro, na previsão mais otimista. Então, uma hora ou outra o comércio terá que reabrir, com os cidadãos tomando todas as precauções, o chamando “novo normal”. Não tem como ficar empurrando com a barriga até descobrirem uma vacina.

*

O PICO – A subcoordenadora de vigilância epidemiológica da secretaria estadual de Saúde do Rio Grande do Norte, Alessandra Lucchesi, informou ontem, em coletiva à imprensa, que o estado atingiu o pico da doença transmitida pelo coronavírus. Ela enumerou vários dados para justificar sua afirmação.

*

EXEMPLO – O município de Fortaleza (CE) começou a reabrir o comércio na última segunda-feira. Segundo estimativas do setor de bares e restaurantes, 40% não reabriram as portas, e os que fizeram trabalharam com uma clientela bem abaixo do período pré-pandemia. O povo não tem dinheiro.

*

AUXÍLIO EMERGENCIAL – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a prorrogação do auxílio emergencial com o atual valor por um ou dois meses. A manifestação foi na terça-feira, durante uma conferência da Câmara de Comércio França-Brasil. “Não quebrará o país”, disse. A verba total com as três parcelas foi de R$ 83,2 bilhões.

*

RENDA MÍNIMA – A ideia de conferir um valor mínimo mensal para os mais pobres vem ganhando corpo no Brasil. O mais novo entusiasta é justamente o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Na mesma conferência acima mencionada ele defendeu a ideia, dizendo que o governo precisa conferir uma renda mínima para os mais vulneráveis.

*

ÁGUAS DO VELHO CHICO NO RN – O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, informou à FM Jovem Pan News Natal que as águas da Bacia do Rio São Francisco deverão chegar ao Rio Grande do Norte até o final do primeiro semestre do ano que vem. O primeiro reservatório a receber as águas será a barragem de Oiticica, no Seridó, que será abastecida pelo eixo norte, a partir da Paraíba.

*

IRREDUTIBILIDADE DE VENCIMENTOS – Por 7 x 4, o Supremo Tribunal Federal decidiu que governadores e prefeitos não podem reduzir os vencimentos dos servidores públicos. O órgão, responsável por interpretar a Constituição Federal, apenas aplicou o princípio da irredutibilidade de vencimentos dos servidores públicos, previsto no Art. 37, XV. O que me causou estranheza foram os quatro votos contrários. O inciso é claro: “O subsídio e os vencimentos dos ocupantes de cargos e empregos públicos são irredutíveis”.

Caso queiram se queixar, que o façam ante os congressistas que elaboraram a Constituição Federal. O STF apenas aplicou o que está em nossa Lex Mater.

*

TOMOU DORIL – Alguém sabe por onda anda Osmar Terra, ex-ministro da Cidadania? Será que se cansou daqueles comentários infundados, sempre desmascarados por dados oficiais? Ou será que a imprensa desistiu dele, ao notar que suas previsões nunca se confirmavam?

*

FRASE “A alimentação é a coisa que mais dói: ter que trabalhar com fome carregando comida nas costas”. (Paulo Lima, entregador de aplicativo)

*

DISPOSTO – O professor Tales Augusto vem demonstrando enorme disposição nas redes sociais. Inquieto, ele sempre está a postos para debater os problemas locais e regionais. Não faz falta nos programas de rádio e tevê, bem como, e especialmente, nas redes sociais. Se houver um debate relevante em andamento, há grande chance de o professor Tales estar presente.

*

APRESENTADORES CANDIDATOS – Com os novos prazos eleitorais, apresentadores e comentaristas que atuam na imprensa terão que se afastar até o dia 11 de agosto. Em Mossoró, até onde lembro, a expectativa gira em torno de Gilson Cardoso, Lairinho Rosado, Paulo Linhares e Carlos Cavalcanti. Vale frisar que a data informada está na PEC que tramita no Congresso, e que a data do calendário atual é 29 de junho. Assim, por via das dúvidas…

*

GILSON CARDOSO – Sobre o assunto, falei especificamente com o radialista Gilson Cardoso, o qual afirmou que ainda não decidiu se concorrerá mais uma vez a uma cadeira na Câmara Municipal. Alegou que gosta muito de sua profissão, e que tem dificuldade de ficar distante dos microfones durante mais de três meses, de 11 de agosto até 15 de novembro.

*

RISCO DE ACIDENTE – Um trecho da RN 013, que une Mossoró a Tibau, oferece grande risco de acidente. O ponto fica na comunidade de Jurema, onde há um acesso na margem leste para algumas salinas na região, razão pela qual é grande o fluxo de caçambas, caminhões e demais veículos de carga. O risco está na saída deles da estrada vicinal para a pista.

Ao invés de sair à direita e fazer o retorno mais adiante, os motoristas quebraram o canteiro e estão saindo da estrada e dobrando à esquerda. Ocorre que eles param os veículos para esperarem passar os que vêm no sentido Tibau – Mossoró. Neste momento eles fecham por completo a pista no sentido Mossoró – Tibau, pois geralmente os veículos são grandes.

O risco de acidente é grande, além de atrapalhar o fluxo, pois força os motoristas a pararem os veículos e esperarem a desobstrução da pista.

Alô polícia rodoviária estadual! Vocês não estão vendo isso?

*

AJUDA DA YPIÓCA – A multinacional Diageo, dona da cachaçaria Ypióca, quer destinar R$ 15 milhões para ajudar donos de bares e restaurantes. Trata-se do “Movimento Pró-Bar – Estamos Juntos!”. A marca, contudo, ainda não decidiu como o valor será gasto. Ela solicita aos donos de bares e restaurantes que façam sugestões no site www.diageobaracademy.com.

*

CANCELAMENTO – Este ano não ocorrerá o Festival Halleluya, que estava agendado para acontecer entre os dias 22 e 26 de julho, em Fortaleza (CE). Trata-se do maior evento de música católica da América Latina. Só em 2021 agora.

*

PONTO FACULTATIVO – Através do Ato Conjunto nº 07, de 22 de junho, os órgãos a diante relacionados decretaram ponto facultativo hoje (26) e segunda-feira (29): Tribunal de Justiça, Ministério Público, Tribunal de Contas e Defensoria Pública.

O ato busca aumentar a adesão ao isolamento social por parte da população potiguar.

*

FRASE“Os desejos humanos e as exigências da sociedade são duas coisas inconciliáveis”. (Freud).

*

SITUAÇÃO ESTRANHA – A organização do Fortal, micareta que ocorre todos os anos em Fortaleza, irá promover uma live no dia 25 de julho com Bell Marques. A produção informou que o cantor se apresentará em cima de um trio elétrico, como se realmente estivesse no evento, mas sem público.

Situação meio esquisita. Isso vai dar é depressão. Né não?

*

RAUL SEIXAS LIVE. – Se vivo fosso, o baiano Raul Seixas completaria 75 anos no próximo domingo. Para homenageá-lo, o projeto “Grandes Músicos para Pequenos” fará uma live contando um pouco de sua história, com foco na sua infância. Será no domingo mesmo, às 16h, no perfil #DiversaoEmCena (Facebook, Instagram e YouTube).

*

PEI E BUFO

* Em maio, a Receita Federal arrecadou R$ 77,4 bilhões, decréscimo de 32,9% em relação a maio do ano passado.

* Economize na bonança para não faltar na hora da dificuldade.

* O presidente Jair Bolsonaro estará hoje no município de Jati (CE). Só lembrando que decreto governamental exige uso de máscara.

* Sem as festas juninas, R$ 1 bilhão deixou de circular no Nordeste.

* Em 53% dos domicílios do Rio Grande do Norte ao menos uma pessoa recebeu o auxílio alimentação.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).