Racionalidades – 48ª edição.

0

AGORA SEJA – O astronauta Marcos Pontes, atualmente ministro da Ciência e Tecnologia, costuma dizer que a pessoa pode conseguir ser o que quiser na vida, basta que estude, trabalhe e persista.

Comentário do Tio: o rabo (de foguete) dele.

*

CAMPOS MADUROS – Desde a semana passada os mossoroenses vibram com a notícia da venda de 34 campos produtores de petróleo do Polo Riacho da Forquilha. A PetroRecôncavo comprou o polo a Petrobras por US$ 384,2 milhões.

Vale frisar que a mesma euforia ocorreu no final do ano passado, quando igual negócio foi feito com a empresa 3R Petroleum, que posteriormente desistiu da operação. Na época foi alegado que o polo, que produz 6 mil barris de petróleo por dia, valia, no máximo, US$ 200 milhões.

Desta vez esperamos que o contrato de compra e venda seja efetivamente realizado.

*

GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO – O município, que sofre com os altos índices de desemprego, será bastante beneficiado caso haja realmente a revitalização dos campos maduros. Muitos poços do Polo Riacho da Forquilha estão localizados na cidade, como os de Lorena, Três Marias, Baixa do Algodão, Colibri, Riacho da Forquilha e Patativa.

A revitalização significa um representativo incremento na economia do município, sobretudo pela geração de empregos e pelo aquecimento do setor de refeições.

*

OS PAIS DA CONQUISTA – Muitos políticos já se apresentaram como o pai dessa conquista, mas apenas dois realmente merecem esse título: o senador Jean-Paul Prates (PT) e o deputado federal Beto Rosado (PP), que herdou essa bandeira do pai, o ex-deputado Betinho Rosado.

Os demais ajudaram apenas pontualmente, e, inclusive, há quem trabalhou contra e hoje quer receber louros pela possível venda dos campos maduros.

*

INDENIZAÇÃO – Em 2006, a Caixa Econômica Federal (CEF) vazou o extrato bancário do caseiro Francenildo Costa, mostrando um depósito atípico em sua conta. A intenção era demonstrar que o caseiro havia recebido dinheiro de alguém para denunciar Antonio Palocci, então ministro da Fazenda.

O extrato foi divulgado em primeira mão pelos órgãos de comunicação da Rede Globo.

Diante da divulgação, Francenildo teve que revelar um segredo familiar: ele era fruto de uma relação extraconjugal, e o depósito fora feito por seu pai, que o escondia da família. Depois de tudo, seu pai nunca mais quis conversa com ele.

O caseiro levou o caso para a Justiça. A sentença definitiva foi publicada há alguns dias. Ele receberá R$ 1 milhão da CEF a título de indenização por danos morais e materiais. A Editora Globo, também ré, foi absolvida.

*

ESTRANHO NO NINHO – No dia 27 de abril, um sábado, eu pedalava à tarde pelo Centro da cidade quando avistei, no Memorial da Resistência, várias pessoas vestidas com camisetas vermelhas assistindo a uma palestra. Aproximei-me mais um pouco e notei que a palestrante era a deputada federal Natália Bonavides (PT), e que o assunto em tela era Reforma da Previdência.

O assunto me despertou interesse e então eu fiquei, meio de longe, ouvindo o que a deputada dizia, ao lado de minha bike.

Estranhamente comecei a perceber alguns olhares enviesados em minha direção. Como a palestra era em um local público, logo concluí que não havia problema em eu estar ali.

Dali a pouco vem em minha direção o sindicalista Pedro Lúcio, presidente do PC do B local, e me diz que as pessoas estavam cochichando, dizendo que havia um bolsonarista “espionando” a palestra. No caso, eu.

Bolsonarista, por quê? Indaguei. Ele então apontou para a camiseta que eu estava usando. Foi então que eu descobri o motivo dos olhares inquietantes.

Eu nem me tocara, mas usava uma camiseta com a bandeira do Brasil estampada (foto acima), camiseta esta que eu comprei quando da Copa do Mundo de 2014, e que nada tem a ver com Bolsonaro.

A uma, acho uma grande besteira pessoas acharem que os símbolos nacionais são de uso exclusivo dos apoiadores de Bolsonaro; a duas, friso que ninguém foi além do olhar enviesado e do cochicho. Não fui hostilizado em nenhum momento.

*

A BALANÇA DO TWITTER – A equipe de tecnologia do grupo Folha, denominada Delta, estudou a fundo o comportamento do brasileiro no Twitter. Através de algoritmos foram analisados 1,7 milhão de perfis. O resultado da análise foi destrinchado no podcast Café da Manhã, da Folha, edição de ontem.

Em suma, a equipe trabalhou com uma espécie de régua, onde num polo ficou o ativista Guilherme Boulos, ex-candidato a presidente da República, e no outro o astrólogo Olavo de Carvalho, mentor intelectual do bolsonarismo.

A partir desse parâmetro eles tiraram muitas conclusões, todas explicitadas no podcast acima citado. Numa delas, eles descobriram que os 05% mais radicais tem duas características bem marcantes: são os mais atuantes na rede e não seguem perfis de quem pensa diferente deles.

A equipe da Folha esclareceu que a análise é feita no Twitter, pois esta é a rede social que mais libera informações, que tal estudo é impossível de ser feito no Facebook e WhatsApp por exemplo, pois seus dados são muito sigilosos.

*

TERCEIRIZAÇÃO DA SEGURANÇA – Aproveito o decreto publicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), afrouxando as regras para porte e posse de armas e munições, para reiterar meu pensamento em relação ao tema. Defendo que armar a população é um reconhecimento de incompetência do governo, que deveria fazer nossa segurança, afinal é pra isso que pagamos tributos. Armar a população é uma espécie de “resolva entre vocês”, tipo western.

Assim, como a nossa segurança caberá a nós próprios, que baixem os tributos.

*

DADOS – Li numa matéria do Estado de S. Paulo que em 2017 foram apreendidas no Brasil 14 mil armas originalmente legais, mas que haviam ido para o mundo do crime em razão de perda, extravio, furto, roubo etc. Com as novas regras, é claro que esse número aumentará, ou seja, mais bandidos armados nas ruas.

*

NADA A VER COM O PASSADO – Investir é apostar. Comparando com o futebol, ninguém vai apostar num time em que os atletas vivem brigando entre si e onde há três jogadores lunáticos acreditando que forças alienígenas interferem nos resultados dos jogos. Além disso, o presidente do clube reconhece não entender nada de futebol. Quem danado vai apostar num time desses? Nada tem a ver com o passado do time.

*

O PRÓPRIO – O post acima reflete exatamente o que Paulo Guedes, hoje ministro da Economia, dizia nas palestras que realizava durante a campanha eleitoral. No afã de conseguir votos para Jair Bolsonaro, ele dizia que a economia se baseia principalmente em perspectivas, e que se estas forem boas os indicadores econômicos melhoram.

Na argumentação dele, bastava a perspectiva de vitória de Bolsonaro para a economia crescer.

Pois bem, Bolsonaro venceu, tomou posse, e está há mais de quatro meses no mandato. Nesse período os índices econômicos só fizeram piorar.

Mais uma vez o povo foi enganado.

*

ACERTE NO PRESENTE – O blog lembra aos filhos, esposas etc. que domingo é Dia das Mães, não Dia da Dona de Casa.

*

CAPACIDADE LIMITADA – Constantemente esquecemos nomes de pessoas, suas características e origem. Por vezes isso se torna uma situação constrangedora. A gente chega a pensar que estamos perdendo nossa memória etc. Não, não é isso.

Um estudo da Universidade de Oxford concluiu que nosso cérebro só consegue memorizar, no máximo, informações sobre 150 pessoas, incluindo os amigos virtuais. Passando disso, ele começa a dar tilt, caracterizado nos esquecimentos trazidos no início do texto.

Pois é, quando alguém – especialmente os que trabalham lidando com muitas pessoas – não te conhecer na rua, não conclua de imediato que ele fez que “não te conhecia”. Nesse caso, o problema é a capacidade limitada do cérebro de guardar faces e nomes.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

Racionalidades – 47ª edição.

0

CRUCIFICAÇÃO HOJE – Na semana passada o Cristianismo relembrou a crucificação de Jesus Cristo. A cena corta corações até hoje.

Não pensemos, contudo, que a crucificação é algo que ficou num passado remoto.

Na última terça-feira (23) houve crucificação na Arábia Saudita. O governo do país rico em petróleo informou que 37 pessoas foram executadas, 36 por decapitação e uma por crucificação, todas em praça pública.

Os crimes cometidos foram adoção de ideologia extremista, formação de células terroristas, desestabilização da segurança, assassinato de soldados e traição por colaboração com entidades hostis ao reino.

*

EUA – Os americanos são aliados dos árabes, inclusive a primeira viagem internacional de Donald Trump foi para a Arábia Saudita. Curioso os EUA se preocuparem tanto com a falta de papel higiênico na Venezuela e fazerem ouvidos moucos para as execuções bárbaras na Arábia Saudita. Por que será?

*

ROSALBA 2020 – A pergunta que mais escuto nas ruas é se a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) conseguirá ser reeleita no ano que vem. Eu advogo que sim, especialmente pela inexistência de segundo turno em nosso município.

A oposição se dividirá em, no mínimo, dois blocos, vez que é impossível uma união entre o PT e o PSL. Resta saber se algum desses blocos conseguirá atrair a maioria dos demais fora da dicotomia. Se sim, ainda poderá fazer frente à Rosalba, mas se a distribuição ficar meio a meio a prefeita será beneficiada.

*

OLAVO DE CARVALHO – O autoproclamado filósofo Olavo de Carvalho vive uma briga renhida contra os militares, especialmente o vice-presidente Hamilton Mourão. O quiproquó já envolveu várias pessoas, inclusive o vereador carioca Carlos Bolsonaro, filho do presidente.

Não me causa espanto. Onde Olavo está tem briga. Afinal, é esse seu estilo. Ele trata os que pensam diferente dele como inimigos a serem abatidos, destruídos. Sua retórica é alicerçada no embate constante, inclusive usando palavras de baixo calão.

Curso – Direto de Virginia, EUA, onde mora, o autoproclamado filósofo oferece cursos online de Filosofia, com mensalidades de R$ 60.

Logo no início do curso ele recomenda aos alunos que tenham “humildade teórica”. Assim, mesmo que achem que Olavo esteja errado eles devem concordar e aceitar como verdade o que é dito, vez que o conhecimento do autoproclamado filósofo é bem superior aos dos alunos. É algo bem semelhante a uma seita.

Olavetes – O curioso é que os alunos realmente passam a ter um comportamento meio que inexplicável, defendendo coisas absurdas, como a existência de um tal globalismo e de uma doutrinação marxista que tenta dominar o mundo, para ficar apenas em duas maluquices ditas pelo professor.

Agressivos – Além disso, os “olavetes” são agressivos, não conseguem argumentar sem querer denegrir o debatedor, invariavelmente utilizando-se de palavrões. Tudo incentivado pelo professor, que é visto pelos seus seguidores como uma figura messiânica, acima do bem e do mal.

*

INFLUÊNCIA – O professor Olavo de Carvalho oferece esses cursos desde 2009. Até o ano passado ele não causava muito perigo. Ocorre que o atual governo federal tem uma ala que é seguidora do autoproclamado filósofo, especialmente o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Tal fato poderá acarretar vários prejuízos ao país, pois Olavo de Carvalho trabalha do lado de fora da razão. Tudo dele é alicerçado em monstros meramente imaginários.

Além do ministro das Relações Exteriores, o professor também influencia os filhos do presidente e este próprio. Em suma, o “olavismo” chegou ao poder, e isso poderá nos causar um mal imensurável.

Disputa – Nessa queda-de-braço entre Olavo e os militares devemos torcer imensamente por estes, pelo bem do Brasil.

*

ANTICRIME – Quem quiser se tornar “doutor” no Pacote Anticrime apresentado pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, sugiro a edição 79 do podcast Salvo Melhor Juízo. Nele, três abalizados juristas comentam todos os pontos do projeto, como as mudanças previstas nas regras da prisão em segunda instância, legítima defesa, crimes do colarinho branco, organizações criminosas. Um dos integrantes da mesa é Rodrigo Chemin, autor do livro “Mãos Limpas e Lava Jato: a Corrupção se Olha no Espelho”.

O trio aborda o assunto sem nenhum viés político-ideológico. Eles se atêm meramente à questão jurídico-legal, e numa linguagem simples e acessível para o público em geral.

Antecipo, todavia, que o podcast tem 1h e 58 minutos de duração. Como disse, é para se tornar “doutor” no assunto.

Você pode encontra-lo aqui ou em qualquer agregador de podcasts, como Spotify e Deezer. Basta procurar por Salvo Melhor Juízo, e depois a edição 79.

*

QUEM ÉS TU? – Eu via o deputado estadual Allyson Bezerra (SD) como uma incógnita. Agora não vejo mais. Ele votou, na CCJ da Assembleia Legislativa, contra uma homenagem ao estudante Emmanuel Bezerra, assassinado nos porões do regime militar em 1973. A motivação do parlamentar foi tão esdrúxula que nem merece ser dita.

Apenas ele e o deputado Coronel Azevedo (PSL) votaram contra a homenagem, que ao final acabou passando pela CCJ.

Basta ver com quem ele se acompanhou para notarmos de que lado ele está. Não há mais incógnita.

*

BETO CONTRA O POVO – O deputado federal Beto Rosado (PP-RN) vem se notabilizando por suas posições sempre pró-umbigo, em contraste com o interesse coletivo. Foi assim quando votou a favor da Reforma Trabalhista e pela rejeição da denúncia em desfavor do ex-presidente Michel Temer (MDB).

Nesta semana, o deputado deu sinais de que continuará sua cruzada contra o povo. Como integrante da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados ele votou pela admissibilidade da Reforma Previdenciária. A votação não quer dizer que necessariamente ele votará a favor da reforma quando esta for a plenário, mas é um forte indício.

É bom lembrar – O deputado federal Beto Rosado ficou na suplência quando o TSE divulgou a lista de eleitos, no entanto, através de uma manobra jurídica, conseguiu alterar o resultado do pleito, ocupando assim a cadeira de Fernando Mineiro (PT).

*

VELHA POLÍTICA – Correu na imprensa nacional a notícia de que o governo federal vai liberar R$ 40 milhões em verbas para o deputado que votar pela reforma da previdência. Essa promessa fez muitos deputados decidirem pelo “sim”. É a velha política a todo vapor.

*

ILUSÃO – Nesta época percebe-se muito consumidor comemorando as chuvas, dizendo que elas trazem milho e feijão em abundância etc.

Vibro com o período, pois garante mais renda e comida na mesa do homem campesino, mas sob a ótica do consumidor não há o que festejar, muito pelo contrário.

Pra começar, o feijão e o milho só barateiam nas feiras livres, pois nos supermercados o preço adotado é o mesmo. Se o preço baixar, é muito pouco.

Além disso, quase todos os demais hortifrútis perdem em qualidade e ganham em preço. Os vegetais folhosos ficam pequenos, manchados e mais caros, assim como os legumes, frutas e tudo o mais que é produzido em nossa região mediante irrigação.

Nos supermercados, o quilo do tomate está beirando os R$ 8,00; e o da batata inglesa chega perto dos R$ 7,00.

Repito: o período é excelente pois ajuda o pequeno produtor rural, mas para o consumidor não é nada bom, a não ser que você seja aficionado por milho e feijão.

*

FRASE – “A diferença entre pobreza e indigência está na dignidade, presente na pobreza, e ausente na indigência”. (Fiódor Dostoiévski, escritor russo, in Crime e Castigo.)

*

FRASE 2 – “O brasileiro tem um mórbido deleite de ser mau com os inofensivos e com os animais”. (Gilberto Freyre).

*

REPENTE NO MCJ – Como sempre, haverá espaço reservado para o repente no Mossoró Cidade Junina. Ocorrerá nos dias 21 e 22 de junho o XIX Festival de Repentistas do Nordeste. A organização do evento, como ocorre todos os anos, ficará a cargo do servidor público e poeta Aldaci de França. As atrações ainda não foram divulgadas.

*

CAUSO – Certo funileiro costuma beber rotineiramente num bar da cidade. Ao final, pede para “assinar o vale” e então se manda. Os vales são quitados com alguma regularidade, mas em certa ocasião a demora começou a incomodar o dono do bar, que então abordou o cliente para dizer que não poderia autorizar novos vales se não houvesse a quitação dos anteriores.

O funileiro então sapecou: “Não estou podendo pagar no momento, tenho tido pouco serviço, mas posso fazer um acordo: quando você bater no carro eu posso descontar do serviço o valor dos vales”.

Essa foi boa. O sujeito ter que bater o carro para poder receber uma conta? Além do fato de ter “jogado uma praga” no credor. Tem cada figura nesse meio de mundo.

*

VACINAÇÃO – A 21ª Campanha Nacional contra o vírus Influenza já está em andamento. A imunização acontece de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 17h nas UBSs do município. A Secretaria de Saúde orienta que as pessoas que têm direito a vacina procurem uma Unidade próxima de suas casas para se vacinar.

A Campanha contra Influenza começou no dia 10 de abril e deve ocorrer até o dia 31 de maio, sendo que o Dia D de mobilização nacional vai ocorrer no próximo dia 04 de maio.

*

FESTA NO DIOCESANO – No próximo dia 04 de maio o Colégio Diocesano Santa Luzia (CDSL) sediará mais uma festa para reunir alunos, ex-alunos e público em geral. Será a Sunset, que tem previsão para iniciar às 16h. Entre as atrações estão a dupla Aline e Deyvid, Renata Falcão, Nanaê e Eliane, a Rainha do Forró. Ingressos, ao preço de R$ 50, à venda na Tressê.

O espaço terá variado serviço de bar e restaurante, com destaque para os chopes da cervejaria Cabocla.

As festas realizadas no CDSL são muito boas, sempre aquele ambiente de fraternidade, com pitadas de nostalgia. Ótima opção para o sábado, dia 04.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

Racionalidades – 46ª edição.

1

REVIRAVOLTA NO MDB DIX-SEPTIENSE – Aconteceu no município de Governador Dix-sept Rosado um fato que ninguém jamais apostaria: o ex-prefeito Gilberto Martins (de verde) e o atual vice-prefeito Sanimarcos Firmino deixarão o MDB, e não é por vontade deles.

Gilberto Martins está no partido há 34 anos, sendo assim um dos integrantes da lista de políticos do interior que sempre foram fieis ao partido de Aluízio Alves.

Já o vice-prefeito Sanimarcos Firmino, atualmente rompido com o prefeito Antonio Bolota (PHS), está no MDB há 22 anos. Até o final de março ele era o presidente da sigla no município. Assim como Gilberto Martins, só vestiu essa cor partidária.

*

O FATO – Tanto Gilberto como Sanimarcos foram pegos de surpresa quando acessaram os sistemas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e viram que a diretoria do partido em Governador foi alterada, e que o atual presidente é Zeonir Júnior (Júnior de Salete), aliado do atual prefeito. Ou seja, a diretoria estadual entregou o partido ao prefeito Antonio Bolota.

*

A SURPRESA – Para tentar entender o que aconteceu, entrei em contato com o vice-prefeito, o qual confirmou que ele e Gilberto Martins realmente foram pegos de surpresa e que até agora ele, que era o presidente do partido no município há três anos, não recebeu nenhum comunicado formal ou informal acerca da mudança na diretoria local.

Até agora aguarda um comunicado do Diretório Estadual do MDB, que tem o ex-senador Garibaldi Filho como presidente, para então proceder com a entrega do material do partido em sua posse.

*

O MOTIVO – Nas últimas eleições, o prefeito Antonio Bolota apoiou a candidatura à reeleição do deputado federal Walter Alves. É bem provável que nas negociações entre ambos tenha ficado acertado que o MDB seria entregue ao atual prefeito.

*

RACHA – O episódio revela outra disputa acirrada entre o deputado federal Walter Alves e o ex-ministro Henrique Alves. Segundo outras fontes ouvidas pelo blog, Henrique pleiteou a permanência do grupo de Gilberto Martins na presidência do partido em Governador Dix-sept Rosado, mas o presidente Garibaldi Filho decidiu atender ao pleito de Walter Alves, seu filho.

*

E AGORA? – Tudo isso aconteceu após o ex-prefeito Gilberto Martins manifestar seu desejo de se candidatar a prefeito no próximo pleito, fato ocorrido na rádio local há aproximadamente 20 dias.

Não conversei com Sanimarcos sobre o destino partidário dele e de Gilberto, mas fontes consultadas pelo blog disseram que eles provavelmente irão para o PRB.

*

OS 100 PRIMEIROS DIAS“Bolsonaro tem se mostrado mais interessado em insuflar suas hordas extremistas, colhendo aplauso fácil da ala fanática de seus apoiadores, do que em governar com sobriedade, com seriedade, com eficácia.” (Trecho do editorial da Veja sobre os primeiros 100 dias do governo Bolsonaro).

“Bolsonaro e sua claque de fanáticos robotizados geram fake News em série, despautérios históricos e esquisitices na velocidade da luz, sem cessar uma única semana”. (Trecho do editorial da IstoÉ sobre os primeiros 100 dias do governo Bolsonaro).

O que vi nesses cem primeiros dias foi um presidente que governa apenas para sua bolha, e isso não me surpreendeu. O governo “para todos” não faz parte da ideologia da nova direita mundial, da qual Bolsonaro é adepto.

Então vamos parar com essa história de que Bolsonaro é o presidente de todos. Formalmente até é, mas ele só quer governar para a bolha, repito.

Ele incutiu na cabeça dos mais fanáticos que seu grupo é o único que representa a lisura e que combate a corrupção. Quem não for do seu grupo é corrupto e comunista. Ele alimenta isso rotineiramente.

Bolsonaro sempre está procurando um inimigo, suas falas são sempre em tom de embate, confronto. Não vi nesses cem dias nenhum discurso dele pregando o respeito às diferenças, muito pelo contrário.

Vamos acabar com essa balela de “governo para todos”. Já no discurso de posse Jair Bolsonaro deu o recado de que governaria apenas para suas hordas. Foi-se o tempo do “governo para todos”.

*

FÁTIMA BEZERRA – O governo do Rio Grande do Norte continua com dificuldades para pagar o funcionalismo e até mesmo para custear a máquina. Recentemente tivemos um problema sério com o tomógrafo do Hospital Regional Tarcísio Maia, que passou vários dias sem funcionar, causando danos aos pacientes que dele precisavam.

A impressão é que o governo está esperando a tão sonhada ajuda do governo federal, mas enquanto esse socorro não vem, a administração estadual vem procurando gerar receitas utilizando-se dos meios que possui.

Um desses meios é a Secretaria Estadual de Tributação (SET). O trabalho dos servidores da Pasta, especialmente dos auditores fiscais, foi intensificado numa proporção nunca vista. Muitos tiveram que sair dos escritórios e irem para as ruas, o que gerou até alguma insatisfação, mas o atual secretário não recuou. A ordem é intensificar a fiscalização, o que vem dando resultados. Até meados de março a SET conseguiu recuperar R$ 39 milhões em débitos que estavam praticamente perdidos. Esse valor é decorrente de conciliações na Justiça e fiscalizações nas estradas.

Em relação à diminuição da violência em nosso estado, que pode ser observado através de dados oficiais, não atribuo o feito à atual gestão. Não vi nenhuma ação do governo que justificasse esse arrefecimento na violência. O motivo deve ser outro, que confesso desconhecer.

*

REFORMA DA PREVIDÊNCIA – Muitos congressistas têm defendido que a reforma açambarque apenas os servidores públicos federais, bem como o que for de competência do governo federal, que as assembleias legislativas e câmaras municipais façam as reformas dos servidores sob suas respectivas competências.

O motivo é simples: querem dividir o desgaste. O pensamento é que se os congressistas aprovarem a reforma para todos, eles ficarão mal visados na sociedade, e suas cadeiras, nas próximas eleições, serão ocupadas pelos deputados estaduais e vereadores, que passarão incólumes.

Realmente…

*

TRIBUNAL DO JÚRI/GOV.DIX-SEPT – Será submetido ao crivo do Tribunal do Júri o dix-septiense Edilson Costa de Melo, conhecido por Edilson de Preto. Consta no processo que no dia 15 de abril de 2012, por volta das 19h, no bar de Loura, Centro de Governador Dix-sept Rosado, o acusado, utilizando-se de arma de fogo, tirou a vida de seu primo, Antonio Miramar da Costa.

No processo, o acusado confessou a autoria do crime, alegando, contudo, exercício de legítima defesa.

A pedido do Ministério Público, a sessão de julgamento será no Fórum Seabra Fagundes, em Natal (RN), no próximo dia 25 de abril, às 08h.

*

OLAVO HAMILTON – Dia desses, numa roda de conversas, alguém criticou o advogado e professor Olavo Hamilton. A crítica residia no fato de Olavo ser “comunista” e possuir um carro importado. “Cadê que ele anda num Celtinha?”, disse o cidadão.

Não vou nem me aprofundar nessa questão de ser esquerdista e não poder usufruir do que é bom. Ora, abdicar e desfazer-se dos bens materiais tem mais a ver com religião e com caridade, respectivamente.

O advogado Olavo Hamilton é esquerdista sim, assumido, e isso não deveria impedir as pessoas de verem o verdadeiro valor que ele tem. É um profissional excelente, que conseguiu ascensão social, profissional e financeira em decorrência unicamente de sua notável capacidade intelectual.

O LIVRO – Vou ficar apenas num exemplo. Seu livro, “Princípio da Proporcionalidade e Guerra Contra as Drogas”, de 2017, é referência nacional e até mundial quando se trata do tema descriminalização das drogas. Ele foi citado na decisão da Suprema Corte do México quando esta se debruçou sobre o assunto.

Também já teve trechos citados em incontáveis seminários, conferências, palestras e trabalhos acadêmicos, Brasil e mundo afora. Também foram muitas as entrevistas concedidas por ele para detalhar o assunto.

Por essas e outras o advogado Olavo Hamilton é um orgulho mossoroense. É assim que o vejo.

*

OPORTUNIDADE – Começou ontem e segue até o próximo dia 14 (domingo) o 1º Outlet Imobiliário de Mossoró, no Partage Shopping Mossoró. Várias construtoras, imobiliárias e correspondentes bancários montaram estandes no evento. Oportunidade ímpar para adquirir imóveis a preços abaixo do mercado.

*

MOSSORÓ CIDADE JUNINA – Faltando menos de dois meses para o evento, ainda não há agenda de shows e atrações. A demora em fazer o anúncio prejudica muito a festa, especialmente na questão de atração do turista. Quem pretende vir para o evento precisa se programar com certa antecedência.

Diante da desorganização da prefeitura municipal, muitos turistas que viriam para cá tomam o rumo de Caruaru (PE) ou Campina Grande (PB), ambas as cidades com programações já divulgadas.

Caso o problema fosse apenas esse ano eu até entenderia, mas “é sempre assim”, a programação é anunciada em cima da hora. Assim fica difícil atrair turistas e ver o MCJ ser considerado um evento nacional.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

Racionalidades – 45ª edição.

0

ANTES DE TUDO – A coluna não foi atualizada na semana passada por motivos alheios à minha vontade. Fui acometido por uma virose que me tirou do jogo por três dias, da quarta à sexta.

*

FARRA DAS PASSAGENS – E por falar em Michel Temer, denunciado esta semana pela 4ª vez, é bom relembrar a complacência dele com o deputado federal Fábio Faria (PSD) na chamada “farra das passagens”.

Em dezembro de 2007, a Câmara dos Deputados bancou as passagens aéreas da atriz Adriane Galisteu e de familiares para o Carnatal. Na época ela namorava o deputado federal Fábio Faria (PSD).

*

ESCÂNDALO DENTRO DO ESCÂNDALO – Após a imprensa descobrir e divulgar o caso, a Câmara iniciou uma investigação. O presidente da Casa era Michel Temer, que no curso do processo encomendou dois pareceres técnicos, um para fazer a análise ética do episódio e outro para a análise jurídica.

A análise ética ficou a cargo do professor Paulo Clóvis de Barros Filho, que cobrou “módicos” R$ 70 mil pelo trabalho. Já o parecer jurídico foi assinado pelo jurista Manoel Gonçalves Ferreira Filho, que cobrou a “pechincha” de R$ 80 mil.

*

NEM SIM NEM NÃO, MUITO PELO CONTRÁRIO – Os dois pareceres foram inconclusivos. Em suma, disseram que o episódio poderia ser considerado ilegal ou não, dependendo do ponto de vista.

Michel Temer optou pela segunda opção, e em 03 de junho de 2009 determinou o arquivamento da investigação.

*

FONTE – Os fatos acima foram trazidos no livro Honoráveis Bandidos, de Palmério Dória.

*

QUEIJO SUÍÇO – Que a cidade está cheia de buracos isso todos sabemos. Sei que muitos deles surgiram após o início das chuvas, em decorrência da baixa qualidade do asfalto que é utilizado nos remendos anuais. Outros buracos, contudo, são perenes.

O da foto acima é um deles. Há mais de quatro anos a situação desta rua é essa. Para transpassar a cratera, o motorista praticamente tem que parar o veículo, o que é uma mão na roda para os meliantes. Fica no T das ruas Marcelo Leite com Vicente Januário, bairro Boa Vista.

Impressiona que uma rua passe quatro ou cinco anos esquecida pela administração municipal. A revolta entre os moradores é geral.

*

“SÓ MÚSICA BOA” – Zapeando pelo aplicativo Radios.Net encontrei a rádio Sol de Mossoró, que traz uma programação eclética e adulta de alta qualidade. São 24 horas de músicas ininterruptas.

Ao conversar com um amigo, este me disse que também era ouvinte da rádio, e que em breve ela também terá programação jornalística, conforme lhe disse o idealizador.

A Sol de Mossoró deverá ser a primeira rádio web a decolar em Mossoró, inclusive com uma programação profissional. Aguardemos.

Já adicionei às minhas favoritas. Clique aqui para ouvir.

*

MENGO – Ao menos uma turma saiu de Mossoró na última quarta-feira (03) para o Rio de Janeiro com o objetivo maior de assistir ao jogo Flamengo x Peñarol, válido pela terceira rodada da fase de grupos da Taça Libertadores da América.

Na trupe estavam, entre outros, Betinho do Frango, Williami Eufosine, Waltemberg, Neno Bonesse, Vieira do Sal e Cássio Cabelos.

Informações chegadas ao blog deram conta de que essa turma deu um trabalho grande durante a permanência na cidade maravilhosa, o chamado “tocar o terror”, mas no bom sentido, claro.

Quanto ao jogo, o Flamengo perdeu por 0 x 1, com gol de Lucas Viatri aos 43 minutos do segundo tempo.

Dizem as más línguas que o infortúnio se deu por causa de um dos integrantes da turma acima, um conhecido “pé frio”.

*

ESTÁGIO – O Tribunal de Justiça abriu inscrições para o processo de seleção de estagiários remunerados do Ensino Médio. Ao todo, o Edital nº 002/2019 disponibiliza 40 vagas destinadas a estudantes matriculados na rede estadual de ensino e que estejam cursando o 1º e 2º ano do ensino médio, sendo 20 vagas para o período matutino e 20 vagas para o período vespertino, distribuídas nas comarcas de Mossoró, Natal, Pau dos Ferros e Caicó.

Os estudantes selecionados cumprirão carga horária de 4 horas diárias (20 horas semanais). Em contrapartida, o estagiário fará jus a uma bolsa-auxílio no valor de R$ 562 mensais, acrescida de R$ 127,60 a título de auxílio-transporte.

O estágio possui duração de um ano, podendo ser prorrogado por igual período, desde que comprovado o vínculo com a entidade de ensino.

Clique aqui para ler o edital.

*

TAXA DO ENEM – Este ano, a inscrição para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) custará R$ 85,00, a ser paga até o dia 23 de maio. Segundo o INEP, que organiza a prova, o valor gasto por participante gira em torno de R$ 107,00. Assim, o governo subsidia em torno de R$ 20 por participante.

Para o exame de 2020, no entanto, o INEP já avisou que não haverá subsídio, que cada participante pagará o valor cheio.

*

PRIVAÇÃO – O ex-presidente Michel Temer pediu ao juiz Marcelo Bretas que libere R$ 111 mil mensais das contas bloqueadas para que ele possa arcar com suas despesas fixas.

Na decisão que mandou prender Temer, o juiz também bloqueou suas contas, que contavam com saldo superior a R$ 6 milhões. A prisão foi revogada, mas a grana continua bloqueada.

Agora, Temer alega que está tendo dificuldade para manter sua família. Assim, pede que o juiz libere o valor mensal correspondente às suas três aposentadorias mais o que recebe de pro-labore de sua empresa, a Tabapuã. A soma dá uns R$ 111 mil.

*

O JUIZ QUE MANDOU SOLTAR LULA – Você deve lembrar que no ano passado o juiz Rogério Favreto, num dia de domingo, mandou soltar o ex-presidente Lula. O rebu foi grande, capaz até de tirar juiz das férias e fazer presidente de TRF trabalhar em sua folga.

Pois bem, na época foi instaurado um inquérito administrativo para apurar a conduta do magistrado Favreto. Nesta semana, por ordem do ministro Luís Roberto Barroso, do STF, o inquérito foi arquivado. Ele entendeu que o magistrado agiu no exercício de sua função de plantonista, valendo-se de suas convicções.

Realmente, quem não estava no exercício de suas funções eram os outros.

*

EMANCIPAÇÃO – O município de Governador Dix-sept Rosado completou ontem 56 anos de emancipação política.

No ano passado, atendendo a convite, escrevi a história de Governador para uma revista publicada pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) do Rio Grande do Norte.

A revista trouxe a história de vários municípios do estado, ficando os restantes para uma próxima edição.

Infelizmente nunca tive acesso à publicação, mas continuo tentando (quem puder me ajudar…).

OBS. No domingo publicarei neste blog o texto que produzi para a revista.

*

OBESIDADE INFANTIL – Em 1975 tínhamos 11 milhões de crianças obesas no mundo. Em 2016 esse número saltou para 124 milhões. Trata-se de um problema a ser atacado de frente, pois crianças obesas geralmente se tornam adultos obesos.

Em muitos casos se trata de questão genética, mas em tantos outros tem a ver com maus hábitos alimentares. É preciso ficar de olho no que os pequenos comem. A questão é de saúde.

*

LAMAÇAL – Neste período chuvoso, é grande a reclamação por parte de quem precisa se deslocar pela zona rural dos municípios, como é o caso dos oficiais de Justiça. Muitas comunidades ficam ilhadas, só sendo acessadas por meio de tratores e máquinas afins, e às vezes nem essas máquinas conseguem chegar até elas.

E olhe que estamos no semiárido nordestino, imagine quem trabalha em regiões onde há chuvas mais constantes.

*

AFASTADO – Esta semana, um profissional que milita na imprensa foi afastado de suas funções num jornal, numa rádio e também exonerado de um cargo que possuía na prefeitura municipal.

Não se sabe a razão exata do expurgo, mas há forte suspeitas de que ele fez críticas que a chefe do Executivo não curtiu. Afinal, os dois órgãos de imprensa, tanto o jornal como a rádio, são panfletários pró-executivo, e por isso devem ter obedecido ordens para demiti-lo. Uma lástima.

O blog se solidariza com o profissional e desde já torce por sua recolocação no mercado.

*

CINE-TIO – Perdi 1h40min da minha vida assistindo a esse filme. Nele, um jovem é internado e fica em estado de coma após um espancamento. O pai, um médico, passa a investigar, por conta própria, os autores e as razões de tamanha brutalidade. A cada passo que avança nas investigações ele vai descobrindo que o filho não era bem o que ele pensava.

A história é até interessante, especialmente para os pais que veem os filhos como anjinhos de candura, no entanto, o filme é muito monótono, com um fim totalmente “não fim”, que desperta aquela pergunta: “E terminou?”.

*

 MAMÃE – Dedico este post a senhora Maria Helena Carlos Firmino, que terminou seu ciclo na terra há exatos três anos, aos 75 anos de idade. Não é fácil conviver com sua ausência, afinal éramos muito próximos. Quase diariamente eu ia a casa dela para “bater o ponto”. Sua preocupação em me agradar era uma coisa única, algo que só mãe faz, por isso – e por muitas outras – a imensa saudade.

Mamãe era da quinta geração da numerosa família Carlos, que tem origem na região que engloba Almino Afonso, Frutuoso Gomes e Lucrécia.

Ela deixou cinco filhos, nove netos e um bisneto.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

Hoje: Avião da Azul chega até Mossoró, mas volta pra Recife.

0

O avião da Azul que faz a linha Recife (PE) – Mossoró (RN) não conseguiu pousar no destino no voo de hoje, o AD5183.

Ao acompanhar o voo pelo aplicativo FlightRadar24, notamos que o piloto arremeteu duas vezes, e depois voltou para o local de origem.

Tudo indica que o avião não aterrissou por causa das condições do tempo. Chovia muito no horário.

Racionalidades – 44ª edição.

0
Foto: Internet.

MARLEIDE CUNHA EM ALTA – O vereador petista Gilberto Diógenes apresentou proposta à Câmara Municipal de Mossoró a fim de homenagear a sindicalista Marleide Cunha com a Medalha de Reconhecimento Celina Guimarães.

Os vereadores da situação, magoados com o conteúdo de um outdoor espalhado pelo SindSerpum, sindicato que Marleide Cunha comanda, não curtiram nadinha a ideia.

*

“CONTRAORDEM” – A fim de evitar a distinção honrosa à sindicalista, os 13 vereadores da situação apresentaram conjuntamente um proposição solicitando que a Câmara Municipal de Mossoró concedesse à Marleide o inglório título de Persona non Grata, o que a impede de receber a homenagem requerida pelo vereador Gilberto Diógenes.

*

MARLEIDE CUNHA 2020 – No que se refere aos vereadores a repercussão foi a pior possível. Isso é o resultado de fazer as coisas no calor da emoção, sem pensar muito. Teve até hashtag nas redes sociais para se solidarizar com a sindicalista, que nada mais faz do que lutar pelos direitos dos servidores públicos.

A patacoada catapultou Marleide Cunha, que agora aparece como nome forte para tentar o cargo de vereador nas próximas eleições.

*

COM A CARA NO DISPLAY – O uso excessivo do aparelho celular vem distanciando cada vez mais as pessoas dos seus interlocutores reais. Nos salões, restaurantes, academias, salas de espera etc., o que mais vemos são pessoas com a cabeça baixa, focadas no display do smartphone. Muitos até com fones de ouvido, para se isolarem ainda mais do mundo que os cerca.

*

DOENÇA – O excesso de conectividade ao celular está, inclusive, adoecendo os usuários. A fabricante Motorola fez um levantamento com 20 mil usuários brasileiros e concluiu que 41,5% deles estão viciados em seus telefones, e que, por isso, precisam tomar alguma medida para se desconectar mais um pouco do aparelho, sob pena de o vício aumentar e então inviabilizar os estudos, o trabalho, o convívio social.

*

TESTE – Para saber se você está viciado em Internet, Facebook, WhatsApp e em celular de forma geral faça o teste no endereço bit.ly/teste_celular.

*

24/7 – Um levantamento da revista Time revelou que 68% dos donos de smartphones pegam no aparelho assim que abrem os olhos. Essas pessoas são chamadas de 24/7, ou seja, 24 horas por dia, sete dias por semana. Nestes casos cabe uma pergunta: é você que controla o celular ou é ele quem te controla?

*

O PORQUÊ – Duas são as razões principais para os usuários olharem seus smartphones a todo tempo. A primeira é a busca por alguma notícia boa, consistente numa mensagem ou comentário que faça o usuário se sentir bem.

Como isso já aconteceu uma vez, na ocasião o cérebro liberou dopamina, o hormônio da felicidade, e então o corpo passou a entender que ao olhar o celular há uma possibilidade de novamente encontrar uma notícia boa. Realmente há, mas essa lógica é a mesma que alimenta o vício em jogos de azar.

*

O OUTRO MOTIVO – A sensação de estar perdendo algo é a outra razão para olharmos o celular constantemente. Refiro-me ao medo que as pessoas têm de acontecer algo de relevante e elas não tomarem conhecimento, ficarem alheias. Neste mundo atual, onde somos forçados a saber de tudo o tempo todo, mostrar-se “por fora” é um sinal de que vivemos noutro mundo, que não integramos aquele meio.

A probabilidade de estar desatualizado apavora muitos usuários.

*

É FÁCIL COMPROVAR – Quando o usuário contumaz de smartphone passa alguns instantes sem conexão com a internet ele passa a adotar comportamento de viciado, procurando loucamente um local com conexão a internet. Quando acha, se fecha em concha para olhar o display, a fim de se atualizar, momento em que se desconecta de quem estar ao lado.

*

TOQUE – Um levantamento do site Dscout revelou que os usuários tocam a tela do celular 2.617 vezes por dia, em média. Impressionante.

*

PHUBBING – Na língua inglesa já existe uma palavra para designar aquele momento em que seu interlocutor deixa de falar com você para fincar a cara no display do celular. Phubbing é a junção de fone com esnobar.

Quase todos já passamos por isso. Trata-se de uma tremenda falta de consideração, inconveniência.

*

UM BOM EXEMPLO – O governo francês proibiu a entrada de celulares e tablets nas escolas públicas do país. “Uma medida de desintoxicação contra a distração”, argumentou o parlamento francês.

*

OUTRO EXEMPLO – Num acordo coletivo entre sindicatos e empresas de segurança do estado de São Paulo, em 2015, restou decidido que os vigilantes não podem usar seus smartphones durante o serviço.

*

EFEITO CONTRÁRIO – Curiosamente, apesar de toda a informação disponível no aparelho celular, os níveis de inteligência medidos em testes de Q.I na sociedade diminuíram 02 pontos entre 1980 e 2008, de acordo com um estudo feito pela Universidade de Otago, Nova Zelândia.

*

VIDA REAL – É bom destacar que nem todos os usuários se encaixam no perfil trazido nas notas acima. Há sim quem se desconecta para conversar com amigos, para se exercitar, estudar, trabalhar etc. Essas pessoas estão certas. Sentir a vida real é bem mais interessante.

*

INVIÁVEL – Tem dois amigos que gosto muito, mas não me animo mais para estar ao lado deles. Ambos passam 90% do tempo vidrados no celular.

Estou esperando essa fase deles passar para que possamos voltar a rir e jogar conversa fora, como fazíamos outrora.

*

FONTE – Todos os dados acima foram extraídos da matéria de capa da edição 245 da revista Você S/A. Trata-se de uma daquelas reportagens que mexem com quem a lê. Também irei me policiar mais quanto ao uso do celular. Viver a vida real, para assim guardar memórias vivas.

*

BIBLIOTECA – O SindJustiça (Sindicato dos Servidores do Judiciário do Rio Grande do Norte) está montando uma biblioteca no Fórum Desembargador Silveira Martins, sede da Comarca de Mossoró. A iniciativa tem o apoio da direção do órgão.

Para tanto, o sindicato conta com o apoio da população em geral, especialmente dos que, em razão da atividade que exercem, estão rotineiramente no fórum Silveira Martins.

As doações de livros e periódicos para a formação da biblioteca podem ser feitas até o dia 01º de abril na administração da Direção do Fórum, aos cuidados de dona Graça.

Bela iniciativa do sindicato. A biblioteca será um excelente lugar de espera para quem vai ao fórum realizar alguma atividade. Só espero que não encham o espaço com livros e códigos antigos da área jurídica, os quais, ultrapassados, não tem quase nenhuma serventia.

*

FEIRA AGROECOLÓGICA – Voltou a ser realizada na sede do Fórum Desembargador Silveira Martins a Feirinha Agroecológica, uma iniciativa da Associação de Produtores da Feira Agroecológica de Mossoró (APROFAM).

Na feira são ofertados alimentos frescos, sem agrotóxicos, não transgênicos, cultivados a partir de princípios agroecológicos e vindos direto das propriedades de famílias agricultoras.

As feirinhas ocorrerão todas as quintas-feiras, das 08h às 12h.

Os organizadores pedem que os clientes levem suas sacolas e avisam que negociam apenas com dinheiro em espécie.

*

GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO – Acontecerá logo mais, às 09h, o lançamento do Projeto Despertar, uma realização do CEACRU (Centro de Assessoria as Comunidades Rurais e Urbanas), em parceria com o Comdica e a prefeitura do município, e apoio do Criança Esperança.

O evento será no auditório da Câmara Municipal de Governador Dix-sept Rosado, localizado na Rua Manoel Joaquim.

É imprescindível que a população compareça, a fim de entender como funciona este importante projeto, que foca as crianças e adolescentes da cidade, bem como saber como se dará o apoio do Criança Esperança.

*

A VERDADE – Nenhum governo brasileiro, de Deodoro da Fonseca até Michel Temer, pretendeu implantar o comunismo ou socialismo como sistema econômico. Ou o presidente Jair Bolsonaro (PSL) é muito desinformado ou age de má-fé.

O pior é que seus seguidores repetem esse mantra, muitas vezes sem saber nem o que estão dizendo.

*

HISTÓRIA – As expressões direita e esquerda, para definir posições políticas, surgiram de um costume. No final do século XVIII, na França, durante o reinado de Luís XVI, os representantes dos nobres e dos conservadores sentavam à direita do rei; já os representantes da pequena burguesia, defensores do fim dos privilégios e de reforma social sentavam à esquerda.

Passados mais de duzentos anos, a coisa segue mais ou menos do mesmo jeito.

*

NOVIDADE – O Deezeer, aplicativo de músicas, está com uma novidade que achei genial. Após o usuário buscar por artista, aparece abaixo do resultado a opção “Mix de Artista”, que antes não existia.

Ao clicar nela, o aplicativo começará tocando uma música do artista que você escolheu, mas na sequência tocará músicas de outros artistas dentro daquele estilo musical.

*

MESMA FORMA – O Deezeer está fazendo mais ou menos como o YouTube faz: você seleciona um artista e daí em diante a sequência é escolhida pela plataforma.

*

UM MUNDO NOVO – Esse recurso é muito bom, pois permite ao usuário conhecer várias bandas dentro de um estilo, que muitas vezes ele ignorava a existência.

Venho utilizando esse recurso desde segunda. Neste curto período tive a oportunidade de conhecer muita banda boa. Destaco a norte-americana Avenged Sevenfold, que toca um heavy metal de muito bom gosto.

*

CINE-TIOO Menino que Descobriu o Vento passaria facilmente na Sessão da Tarde, caso a Globo atualizasse sua lista de filmes. Conta a história real do menino William Kamkwamba, nascido e criado numa comunidade em Malawi, região paupérrima da África. A luta maior em sua região é por comida.

Autodidata, William sempre visita um lixão de ferro velho próximo a sua comunidade em busca de baterias, cabos etc., e com isso procura construir engenhocas. Ele até entra na escola, mas tem que sair, pois sua família não tem condições de pagar as mensalidades. Com a ajuda de um professor, consegue frequentar a biblioteca escondido do diretor da instituição.

Com os ensinamentos adquiridos na biblioteca, ele se acha apto a construir uma usina eólica, a fim de extrair água do subsolo, o que resolveria o maior problema de sua comunidade. A dificuldade é convencer seus pares a acreditar na sua capacidade, especialmente seu pai, que deve entregar ao filho seu maior bem, uma bicicleta.

É um filme muito interessante, que aborda muitos assuntos de relevo, como fome, regime ditatorial e vida em comunidade. Vale à pena.

*

DIVULGAÇÃO – A Cajuama, empresa recentemente criada no município de Serra do Mel (RN), vem se destacando pela qualidade superior de suas castanhas. Da colheita às embalagens, passando especialmente pela seleção, tudo é feito com um profissionalismo ímpar.

A intenção do proprietário não é a de ser mais um a vender a castanha de Serra do Mel, mas oferecer o melhor da castanha de Serra do Mel.

Na imagem acima, uma porção de 30 g da castanha caramelizada com coco, uma exclusividade Cajuama, ótima opção de lanche. Tem também outras opções de castanhas. Elas são vendidas em pacotes de 500 g.

Informações adicionais e pedidos pelo fone 99185-7504

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

Racionalidades – 43ª edição.

0

O AUMENTO SALARIAL – A Câmara Municipal de Mossoró pegou fogo na última terça-feira, quando foi votado o Projeto de Lei Complementar do Executivo (PLCE) nº 138/2019, que previa reajuste salarial de 3,75% para o funcionalismo público.

Sindicalistas e servidores públicos lotaram as galerias da Casa cobrando um aumento maior, vez que os 3,75% não cobrem nem a soma da inflação dos últimos dois anos, data do último aumento, algo em torno de 7%.

*

NÃO TEVE JEITO – Apesar de todo o barulho e de todo o protesto, a Câmara Municipal, por 13 x 7, aprovou o projeto encaminhado pelo Executivo.

*

EMPURRADO PARA A OPOSIÇÃO – O vereador João Gentil (sem partido) cumpriu sua promessa de ter uma atuação independente na Câmara Municipal. Na sessão que deliberou sobre o reajuste ele se solidarizou com o pleito dos servidores e votou CONTRA a proposição.

Diante da decisão do edil, o Palácio da Resistência usou a imprensa amiga para taxá-lo de opositor. Todas as matérias e afins feitas pela imprensa ligada ao rosalbismo explicitaram que o vereador era oposição.

*

NÃO NECESSARIAMENTE – Ora, o vereador vem se apresentando como independente. Assim, nada impede que numa votação futura ele vote em consonância com os interesses do Executivo. Ou melhor, nada impediria. Depois de ser rotulado como opositor e, consequentemente, alvo da imprensa ligada ao rosalbismo, é difícil prever os próximos passos do vereador. Reconciliação ou divórcio?

*

100% VOCÊ – O fato trazido na nota acima, apesar de ter acontecido com um vereador que se apresenta como independente, mostra a total incapacidade da prefeitura de aceitar posições contrárias. Fica cristalino como as águas de Maragogi que os vereadores aliados só têm uma frase a dizer diante das ordens da prefeita: “Sim, senhora”.

Até quando?

*

A MALHA, MARIA. – Alô, Maria das Malhas (PSD), vereadora da situação, olhe para o povo do seu bairro, o Planalto 13 de Maio. Peça a senhora prefeita que na próxima licitação para recapeamento de ruas e avenidas inclua os logradouros do bairro. Bora focar nessa malha também.

Trafegar pelo Planalto 13 de Maio é terrível. As ruas – todas a paralelepípedo – são esburacadas e desniveladas nos cruzamentos, estilo tobogã. As frentes dos veículos sofrem com esses desnivelamentos, como mostra a foto acima.

*

MAS SE NÃO PEDIR – Dona Maria das Malhas pleiteando ou não, era bom que a prefeitura olhasse com carinho para a malha viária daquela importante e populosa região da cidade, cheia de escolas, condomínios e pontos comerciais.

*

SÓ IMAGINO – Ficando pensando como deve ser o papo quando um vereador aliado vai à prefeita solicitar algo.

– Prefeita, eu queria isso.

– Mas Fulano, você num já tem aqueles…

– É, mas… a senhora sabe, né?

– Tchau, Fulano. Próximo, secretária.

*

MARIELLE FRANCO – A morte da vereadora carioca Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes voltou a ser destaque na mídia nacional e internacional, isso porque a Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu os dois executores do crime, o policial militar aposentando Ronnie Lessa e o ex-policial militar Élcio Queiroz.

*

COMPARAÇÃO – Nas redes sociais vi alguns meninos e meninas incomodados com o tamanho da cobertura dada ao caso. Advogaram que Marielle era um ser humano como qualquer outro, e que não viam a mesma repercussão no caso da menina de Caicó e noutros.

Quem escreve algo nesse sentido se mostra totalmente desconectado dos valores democráticos e do que está acontecendo no Brasil.

*

A PERDA DE UM SER HUMANO – Todas as mortes são lamentáveis, especialmente as trágicas. Perder um ente querido é a pior sensação de nossas vidas. Quem já passou por isso sabe como é difícil lidar com a partida de quem nos é próximo.

*

SUA LUTA – A morte de Marielle Franco, contudo, vai além disso. Seu assassinato mostra que nossa democracia é imperfeita. A intenção não foi apenas matar uma pessoa, mas calar o que ela representa. Marielle, exercendo sua cidadania, lutava pelos direitos humanos, pelos direitos das negras, dos LGBTQ+, denunciava abusos cometidos pela Polícia Militar e pelos milicianos.

*

DEMOCRACIA EM RISCO – Ela tinha todo o direito de lutar pelo que achasse justo. Algo totalmente normal numa democracia, sobretudo porque ela atuava dentro da legalidade, usando os meios garantidos constitucionalmente. Quem a assassinou o fez para conter essa luta, que não é só de Marielle, mas de centenas de milhares, inclusive de quem, por falta de conhecimento, desdenha o fato.

Trata-se de um crime de ódio, de quem não suporta a atuação do outro, mesmo sendo dentro do jogo democrático.

A morte dela tem sim que ter ampla cobertura, especialmente para evitar outros casos. A democracia não deve correr riscos.

*

FRASE “Mais um homicídio de um jovem que pode estar entrando para a conta da PM. […] Quantos mais vão precisar morrer para que essa guerra acabe?”. (Marielle Franco, no Twitter, um dia antes de ser assassinada, aos 38 anos).

*

CURIOSIDADE – Durante as investigações do caso Marielle foram vistoriados todos os automóveis Cobalt prata registrados na capital fluminense. Nada menos do que 7.375 veículos. O automóvel usado no crime, todavia, nunca foi encontrado.

*

FEDEU PROS ANUNCIANTES – O produto acima, chamado FreeCô, promete bloquear o odor do cocô. O fabricante recomenda que o usuário borrife o produto cinco vezes na água do vaso sanitário antes de usá-lo para o “número 2”. A promessa é que, ao seguir essa orientação, inexistirá mau cheiro após a descarga.

Até aí tudo bem, a ideia é até interessante. O constrangedor é anunciá-lo.

Diariamente, entre 14h50 e 15h, há publicidade deste produto no programa “02 da Tarde”, da 89 FM de São Paulo, a Rádio Rock. A dupla de apresentadores cita exemplos de situações constrangedoras causadas pelo mau cheiro do “número 2”, para então concluírem que o FreeCô é a solução.

Começam dizendo que, mesmo comendo flores e bebendo perfumes, o cocô sempre irá feder, e que é constrangedor, por exemplo, usar o banheiro na casa da namorada e deixar aquele mau cheiro contaminar o ambiente. “Para evitar isso, use FreeCô”, dizem.

Particularmente acho essa publicidade meio tosca. Né não?

*

TOCA RAUL – Os fãs do Maluco Beleza terão três oportunidades no fim de semana para curtir um dos seus mais requisitados covers, Ricardo Seixas. Ele se apresentará hoje à noite no Buscapé, amanhã à tarde (15h) no Boulevard e amanhã à noite no Republic Beer.

Fãs de Raulzito, como eu, não podem perder essa oportunidade. Escolha uma das opções e viaje na obra desse ícone do rock brasileiro.

*

NOVO HB 20 – Não é boato. A Hyundai deverá lançar ainda este ano uma nova versão do seu carro mais vendido, o HB 20. Uma equipe do Portal G1 flagrou o novo modelo sendo testado no interior de São Paulo. Como estava camuflado, não deu para ver muitos detalhes, no entanto, confirma a informação de que o veículo está na fase final de testes para ser lançado.

Em 2018 a fábrica da Hyundai em Piracicaba (SP) produziu 193 mil veículos, extrapolando sua capacidade, que era de 180 mil unidades. Para este ano houve um investimento de R$ 125 milhões no setor de produção, o que garante a fabricação de 210 mil unidades.

*

BOIMATE – Na edição de 27 de abril de 1983 a revista Veja publicou uma matéria que revolucionaria o mundo da ciência. Dois cientistas alemães tinham conseguido fundir genes de bois com os de tomates, produzindo um fruto que continha 50% de proteína animal e 50% de proteína vegetal, o boimate.

Ocorre que tal feito nunca ocorreu. Tratou-se de uma pegadinha de 01º de abril da revista inglesa New Scientist, fonte da matéria da Veja.

Na edição seguinte a publicação, em editorial, se desculpou pela falha, mas até hoje ela é lembrada no meio acadêmico e entre os profissionais da imprensa. O autor da matéria foi Eurípedes Alcântara, que continua na Veja até hoje.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

Racionalidades – 42ª edição.

1

UM PRESIDENTE LOUCO – Quem deveria assumir a presidência do Brasil em 15 de novembro de 1918 era Rodrigues Alves, primeiro presidente reeleito de nossa história. Acometido de gripe espanhola, não pode fazê-lo. A tarefa coube então ao vice, o mineiro Delfim Moreira.

Rodrigues Alves faleceu em 16 de janeiro de 1919, o que acarretou a realização de novas eleições, ocorridas em 13 de abril, tendo como vitorioso o paraibano Epitácio Pessoa, que só assumiria em 15 de novembro daquele ano. Assim, Delfim Moreira comandou o país por um ano, de 15 de novembro de 1918 a 15 de novembro de 1919.

Neste curto período, o presidente deu sinais inequívocos de que sofria de distúrbios mentais. Não são poucos os episódios de insanidade promovidos pelo ex-presidente.

Certa vez ele convocou em caráter de urgência os batedores e todo o aparato presidencial. Todos a postos, o presidente ordenou que o levassem a uma loja de roupas, pois precisava comprar um “colarinho dobrado”. E assim foi feito.

Rui Barbosa – que concorreu três vezes ao cargo de presidente e perdeu em todas – chegou a dizer: “Que estranho país é o Brasil, onde até um louco pode ser presidente da República e eu não posso”.

Até hoje, Delfim Moreira é (ou era) apontado como o único presidente louco da história do país.

*

VIOLÊNCIA DIMINUIU NO CARNAVAL – Dados apresentados pela Polícia Militar atestam que o carnaval de 2019 foi o menos violento dos últimos quatro anos. Este ano foram registrados 27 homicídios, contra 40 do ano passado. Em 2017 foram 51.

O número de arrombamentos de residências caiu de 23, em 2018, para 10, em 2019.

O governo estadual investiu R$ 3 milhões em diárias operacionais.

*

QUEDA NA EXPECTATIVA – A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) reduziu a previsão de crescimento do Brasil para 2019. O relatório de novembro passado previa um crescimento de 2,1%, já o relatório atual prevê um crescimento de 1,9%.

*

DIRETO COM OS APOIADORES – O presidente Jair Bolsonaro (PSL) fez ontem sua primeira live no Facebook após assumir o comando do país. Segundo ele próprio anunciou, fará uma live por semana, sempre às 18h30 das quintas-feiras. A intenção é conversar diretamente com seus seguidores.

Na live de ontem, que durou cerca de 20 minutos, ele falou de dois assuntos de “suma importância” para o Brasil: 1) a exigência de curso de prevenção a assédio sexual para um cargo técnico no Banco do Brasil, o qual criticou; e 2) a cartilha de vacinação entregue nos postos de saúde de Brasília, que, segundo ele, tem conteúdo impróprio para crianças, mas não disse que conteúdo era esse.

Foi muito elogiado pelos seus apoiadores.

*

ATENDIMENTO – Bem sabe o comerciante/empresário que investe em bom atendimento. O resultado, apesar de ser a médio e a longo prazo, é bem melhor do que promoções. Em Mossoró, uma loja de material elétrico consegue ser líder de mercado por causa da excelência no atendimento. Todo mundo fala bem do local, apesar das poucas promoções. Se a publicidade for ótima e o atendimento péssimo, o cliente só vai uma vez.

*

AS CONCESSÕES – No Brasil, quase a totalidade das emissoras de rádio e tevê pertencem a políticos, os quais as conseguem em negociatas e acordos muitas vezes espúrios. A maioria destas concessões remonta à época da ditadura militar. Os militares cassaram as concessões das tevês e rádios independentes e liberaram concessões para quem prometia fidelidade ao regime. Foi assim que surgiu a tevê de Roberto Marinho e foi cassada a concessão da TV Excelsior.

*

CONCESSÕES DE RÁDIO – O governo de José Sarney (1985-1989) foi o campeão em liberação de concessões. Para conseguir manter-se no poder por cinco anos, o ex-presidente mancomunou-se com seu Ministro das Comunicações, Antônio Carlos Magalhães, e, juntos, distribuíram 1.091 concessões de rádio e tevê para “comprarem” deputados. Até hoje estes meios de comunicação da época do Sarney fazem proselitismo político ao invés de veicularem programação de qualidade.

*

VAI-E-VEM NO QUE FAZ MAL E FAZ BEM – O documentário Muito Além do Peso, disponível no YouTube e no Netflix, vai de encontro a tudo que aprendemos sobre a relação entre alimentos e doenças. Ele condena veementemente o consumo de carnes – de todos os tipos -, ovos e laticínios. No quesito carnes, inclusive, defende que a de frango é a mais ofensiva, seguida da de peixe. Em dado trecho diz que consumir um ovo por dia faz tanto mal do que fumar cinco cigarros no mesmo período.

Ao tratar especificamente da diabetes, defende que o grande vilão da doença não é o açúcar, mas a carne, especialmente a processada.

Repito, o documentário vai de encontro a tudo aquilo que aprendemos no que se refere a alimentação saudável. Fica difícil saber o que fazer, diante de tantos estudos díspares.

*

TAPA-BURACOS PERENE – No município de Mossoró, assim como nas demais cidades do Estado, o serviço de tapa-buracos só é acionado quando as vias de tráfego já estão totalmente danificadas, o que é um equívoco. Havendo dano total à via, o serviço que deve ser feito é o de recapeamento. O serviço de tapa-buracos propriamente dito não existe em nossa cidade nem no estado. Ele se caracteriza por uma vigilância constante, diária e ininterrupta das vias, as quais seriam recuperadas sempre que aparecesse algum obstáculo que impedisse o fluxo normal de veículos (buracos, rachaduras, desníveis etc).

A administração municipal deveria manter uma equipe de servidores de plantão para recuperar as vias assim que elas apresentassem alguma imperfeição. Tal procedimento evitaria os vultosos gastos com empresas terceirizadas, feitos anualmente.

Assim como existem equipes para recolher garranchos, entulhos e lixo, haveria uma para recuperar ruas e avenidas, a qual poderia ser acionada por um telefone. A existência de um serviço constante de tapa-buracos traria benefícios para a administração municipal – que reduziria e diluiria despesas – e para os motoristas, que não passariam pelo vexame de não poderem dirigir no período chuvoso, ante as centenas de buracos que são alargados pela força da água.

Tudo que escrevi acima serve também para a administração estadual, que praticamente deixa as rodovias abandonadas. Algumas delas já apresentam alguns buracos, os quais poderiam ser tapados com poucas horas de trabalho, mas se estes forem deixados lá, não há dúvida de que outros surgirão e que neste período de chuvas eles passarão a ter dimensões lunares. É preciso um trabalho constante para evitar operações emergenciais e bastante dispendiosas.

*

SÁTIRA – Neste carnaval, entre um pulo e outro, consegui ler o livro O Vidiota, do autor polonês naturalizado norte-americano Jerzy Kosinski, um presente do vizinho praiano Jacques Vidal.

Nesta obra, publicada em 1970, o autor satiriza a sociedade americana, refém da televisão, desprovida de cultura, que se encanta apenas com meras frases de efeito.

Fico a imaginar o que este autor, já falecido, acharia dos dias de hoje, onde a televisão é “fichinha” diante de outros métodos de alienação bem mais eficientes.

O livro foi adaptado para o cinema em 1979, ganhando o título de “Muito Além do Jardim”. Ainda não o assisti. O que posso dizer é que o livro é muito bom, aquela leitura que prende. Como não é volumoso, são apenas 103 páginas, é possível ler “numa sentada”, como dizem.

*

HISTÓRIA – Nos anos 40, a União Democrática Nacional (UDN), partido extremamente reacionário, fazia forte oposição a Getúlio Vargas. A sujeição absoluta ao capital estrangeiro era um dos pilares do partido. Tanto é que em 1946, seu presidente, o senador Otávio Mangabeira, em pleno Senado Federal, beijou a mão do general norte-americano Eisenhower.

*

OUVIR AS BASES – Quem acredita nessa historinha de que líderes políticos levam em consideração a opinião das bases? Isso é conversa pra boi dormir. Na realidade, os líderes reúnem a cúpula do partido, tomam as decisões e depois partem para “ouvir as bases”, apenas “ouvir”.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

Racionalidades – 41ª edição.

0

O BOM PORTUGUÊS – Aproveitar a data para dar uma dica de Português. Quando for escrever a data de hoje coloque o indicador ordinal <º>depois do número 1. Assim: 01º de março. Afinal, hoje é dia primeiro, não é dia um. A exigência só vale para os primeiros dias de cada mês. Amanhã será dia 02 de março…

*

MEIA-VERDADE – A prefeitura de Mossoró continua anunciando que está pagando o funcionalismo em dia. Todo mês divulga matéria afirmando do compromisso com o servidor público. Nas redes sociais os seguidores da prefeita tratam de difundir tal feito.

Ontem foi dia de pagamento, e também de divulgação. Ocorre que os servidores receberam apenas o salário-base, ficando de fora as vantagens pessoais, como horas-extras, auxílios, gratificações e adicionais.

Assim, não é verdade que a prefeitura pagou o funcionalismo em dia, ela pagou apenas parte dos vencimentos.

Não entendo o porquê de mentir sobre um assunto que facilmente pode ser desmascarado.

*

SAFOU-SE – A vereadora Sandra Rosado (PSDB) foi absolvida pelo Tribunal Regional Federal da 5ª região, com sede em Recife (PE), em decisão tomada na última terça-feira. O juiz a quo a tinha condenado por desvios de verbas decorrentes de emenda parlamentar de sua autoria, quando ela era deputada federal.

A turma do TRF entendeu que o desvio tratado não decorreu de verba de emenda apresentada por Sandra Rosado, que nem era deputada à época.

Foi mais ou menos isso.

*

GOVERNO PROS PARES – Ouço muita gente dizendo que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) precisa sair do palanque, que é hora de governar para todos, independentemente de raça, credo, orientação sexual e cor partidária. Acabar com o discurso do “nós contra eles”.

Isso nunca irá acontecer.

Já escrevi aqui e torno a repetir: a nova direita não quer governar para todos, ela quer governar apenas para a chamada bolha, certos de que este grupo tem tamanho e força para mantê-la no poder.

Bolsonaro continuará discursando contra os “comunistas”, continuará dizendo que a esquerda precisa ser exterminada, que devemos combater a doutrinação marxista, que devemos ter escola sem partido e outras baboseiras que ele costuma dizer.

A era do “Governo para Todos” já passou.

*

IMPRENSA – Na mesma linha da nota acima, vejo que a imprensa vem passando por algo semelhante. A tendência é que o jornalismo universal, feito para agradar a todos os públicos está com os dias contados. A tendência é que a imprensa fique cada vez mais focada em dado público. A imparcialidade e universalidade estão com os dias contados.

Particularmente não vejo a tomada de partido por parte de órgãos da imprensa como algo condenável, o que abomino é a mentira, a deturpação etc.

*

MESMA COISA DE NADA – Esse negócio de autoproclamar-se isso ou aquilo é algo totalmente sem alicerce no mundo legal e jurídico. As posições que ocupamos são delegadas pelos outros, mesmo que as alcancemos por nosso mérito, via concurso público, eleição, bom currículo etc.

Essa palavra nem deveria existir, tão inócua é a autoproclamação, ao menos em democracias e onde há leis e normas.

*

FRASE“Tem a superioridade de não acalentar amigos; tem ainda a inteligência de não cultivar inimigos”, (Costa Rego, ex-governador de Alagoas, sobre Getúlio Vargas).

*

ABSURDO – Um grupo de 128 procuradores e promotores fundou em Brasília um grupo de extrema-direita chamado “Ministério Público Pró-Sociedade”. As ideias da turma se encaixam como luva às ideias do presidente Jair Bolsonaro. Afirmam lutar pela conservação dos valores da família e religiosos, das tradições, dos bons-costumes e pela escola sem partido.

O grupo é contra a agenda progressista que abarca os novos conceitos de cidadania. Segundo eles, o Ministério Público não deve ser agente de transformação social.

Cidadãos comuns criarem um grupo com esses propósitos é até aceitável, mas membros do Ministério Público, que não raramente precisam investigar e denunciar políticos corruptos?

 Terão eles isenção para apurar denúncias envolvendo agentes políticos conservadores iguais a eles?

Este Florão da América está sem rumo e sem prumo. Virou fuzarca.

*

CINE-TIO – Enfim assisti ao filme Bohemian Rhapsody, que dramatiza a trajetória da banda inglesa Queen, com foco no vocalista Freddie Mercury, interpretado pelo ator Rami Malek, que inclusive ganhou o Oscar 2019 de Melhor Ator por esta atuação (pra mim, imerecido).

Como ouvi muitos elogios do filme, fui assisti-lo com uma enorme expectativa, o que talvez tenha prejudicado minha opinião sobre a película.

É um filme bom, imperdível para quem gosta do Queen, mas eu esperava mais, especialmente do ator que interpreta Freeddie Mercury, achei-o muito caricato e sem expressividade. Dos atores que interpretam os músicos, o melhor é Gwilym Lee, que faz o guitarrista Brian May. A semelhança é surpreendente.

Sobre os fatos dramatizados, o filme consegue sintetizar brilhantemente a trajetória da banda, que fez sucesso nos anos 70 e 80. Mostra também o comportamento nada convencional do seu vocalista, bem semelhante ao do cantor e compositor Cazuza, tanto no agir como na relação com a banda. Os dois tiveram vidas bem parecidas.

O filme é muito bom, mas quando termina não dá vontade de sair gritando “The Show Must Go On”, como me disseram, nem de correr ao som de “Don’t Stop Me Now”.

*

MARVADA – Por ano, três milhões de pessoas morrem no mundo em decorrência do consumo de bebidas alcoólicas. É uma morte a cada seis minutos. Nesses números entram até quem não bebe, pois o relatório da OMS computa vítimas de motoristas embriagados. Aliás, mortes causadas por acidentes envolvendo motoristas embriagados correspondem a 28,7% do total de óbitos envolvendo bebidas alcoólicas. Em seguida aparecem as doenças envolvendo o aparelho digestivo (21,3%).

No Brasil, o consumo de bebidas alcoólicas corresponde a 6,9% das mortes.

*

NA FACA – 55,5% dos partos realizados no Brasil são cesáreas. A percentagem é a segunda maior do mundo, só perde para a República Dominicana, 58,1%.

*

CURIOSIDADE – Foi o escritor Monteiro Lobato que deu o nome de Biotônico Fontoura ao xarope rico em ferro e fósforo criado pelo farmacêutico Cândido Fontoura. Eles eram colegas de trabalho no jornal O Estado de São Paulo.

*

COMPROMISSO – Antes de se jogar no carnaval, lembre-se de pagar a mensalidade da escola dos filhos, bem como as demais despesas fixas e essenciais. Tudo pago, caia na folia de consciência tranquila.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

Mossoroense compõe lista tríplice para vaga de advogado no TRE-RN

0

Os desembargadores do Tribunal de Justiça escolheram de forma unânime, acompanhando o voto do presidente da Corte, desembargador João Rebouças, os nomes dos advogados que compõem a lista tríplice para a vaga na categoria Advogados para o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN), após a conclusão do segundo biênio do juiz Luís Gustavo Alves Smith. A definição final sobre o nome que irá ocupar a vaga caberá ao presidente da República, após encaminhamento a ser feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A lista ficou definida da seguinte forma: 1º) Fabrízio Antônio Feliciano; 2º) Adriana Magalhães Faustino Ferreira e 3º) Edmar Moura Vieira. Além desses profissionais do direito, o advogado Fernando Araújo Jales foi indicado para ocupar a vaga de Membro Substituto do Pleno do TRE potiguar, anteriormente referente ao advogado Wlademir Soares Capistrano.

A escolha ocorreu durante a sessão ordinária do Pleno do TJRN, desta quarta-feira (27), na parte administrativa. O desembargador João Rebouças destacou a capacidade profissional de todos os candidatos à lista tríplice, acrescentando o sentimento no Tribunal de que todos são excelentes expoentes da advocacia, o que eleva a importância e o nível da escolha realizada pelos desembargadores.

O desembargador Cláudio Santos salientou o fato de que a advocacia esta de predispondo a assumir a magistratura na área eleitoral, observando o grande interesse dos profissionais deste segmento em ocupar a vaga no TRE/RN. Para ele, todos os postulantes têm condições de exercer esta atribuição com destacada competência.

Nota do Tio – O advogado Edmar Moura tem atuação majoritária na comarca de Mossoró, sendo filho do tabelião Edmar Vieira, do 01º Cartório.