7 dezembro, 2016 – 11:51 am

AO LADO DE AÉCIO NEVES, MORO ESQUECE A SISUDEZ.

bb416bc4-b27f-400d-a77d-de8f4870d185

É a primeira vez que vejo uma foto do juiz Sérgio Moro sorrindo.

A sisudez é a marca registrada do juiz federal Sérgio Moro, titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, onde se desenrola a Lava Jato. Ele foi alçado a ídolo nacional nos últimos dois anos, inclusive com o rosto estampado em camisetas de grifes famosas, como as da Reserva. Virou moda.

A imagem passada é de um homem sério, compenetrado, inimigo dos corruptos, imparcial etc.

A foto acima desfaz duas dessas características: inimigo de corruptos e imparcial. O evento de ontem mostrou uma grande afinidade entre o excelentíssimo e o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, acusado de envolvimento em casos de corrupção.

Por questão de competência constitucional, não cabe ao magistrado julgar o senador, tarefa que cabe ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas soa estranho esta “amizade de infância” entre o imaculado juiz da Lava Jato e o maior líder da oposição ao PT, partido com maior número de integrantes presos a mando de Moro.

Será que alguém ainda vai para as redes sociais pregar a imparcialidade da operação?

OBS. Reitero que sou a favor da prisão e condenação de políticos corruptos, mas de todos os partidos, e não apenas dos políticos corruptos de uma única sigla.

OBS.2. O engraçado é que ainda tem gente que acha que esta operação não tem cor. Ou são muito inocentes ou se fazem de.

6 dezembro, 2016 – 16:58 pm

PÍLULAS (06dez): EDIÇÃO ESPECIAL – CÂMARA MUNICIPAL DE MOSSORÓ.

20161206_092652_resized

A Câmara Municipal de Mossoró protagonizou hoje uma das sessões mais tumultuadas do ano. Os trabalhos começaram pouco depois das 9h, com a presença de 19 dos 21 vereadores. Pouco tempo depois chegaram os dois vereadores restantes. Assim, tivemos uma sessão com a presença de todos os edis, algo bem difícil de acontecer.

*

Nas primeiras duas horas e meia de sessão não houve discussão de nenhuma das 83 matérias previstas na pauta, entre estas a criação da Agência Reguladora e a que analisa a permuta de um bem imóvel entre um ente privado e a prefeitura de Mossoró. O tempo foi usado unicamente para debates sobre a exoneração de 146 cargos comissionados, fato ocorrido na última quinta-feira (01º).

*

Neste período teve de tudo:

Vereadores se acusaram mutualmente. Num dos momentos mais tensos, o vereador Ricardo de Dodoca disse que o presidente da Casa, vereador Jório Nogueira, só tinha exonerado aquelas pessoas porque não tinha filhos. De pronto, Jório Nogueira pediu respeito ao vereador Ricardo, dizendo que não aceitaria que ninguém descambasse para o lado pessoal. O recado não foi aceito. Durante o pequeno expediente o vereador Ricardo voltou a tocar no assunto, e o presidente voltou a recriminá-lo por entrar na seara pessoal.

O presidente também teve embates com os vereadores Tassyo Mardony, Genivan Vale e Lahyre Neto, sempre com indiretas e até diretas mútuas.

Nas galerias, muitos dos comissionados exonerados se manifestavam a cada fala do presidente. A uma delas foi dada a oportunidade de usar a tribuna, oportunidade em que questionou a necessidade das exonerações. Raissa Gabrielly era assessora do vereador Tassyo Mardony.

Um manifestante entrou na Câmara com um litrão de uísque e um cartaz com os dizeres: “Jório, eu trouxe seu whisky do Carnatal”. O presidente lamentou a atitude, dizendo que o manifestante era um desequilibrado.

*

O presidente da Casa sugeriu que as votações de melhor e pior vereador do ano, havidas ontem em dois órgãos de imprensa locais, na RPC e na Abolição FM, foram orquestradas. Nesta última o vereador Jório Nogueira foi eleito o pior vereador.

Ainda sobre votações de melhor vereador do ano, Jório disse que a votação realizada com profissionais da imprensa, que o elegeu o melhor vereador, não tinha validade, vez que uma lei municipal impede que o presidente seja votado. Reforçou que foi ele mesmo quem fez o alerta.

*

Numa rápida conversa com o vereador Genivan Vale, este me mostrou o caso de um vereador que tinha NOVE assessores, quando o máximo permitido era SETE. “Tem muita coisa esquisita aqui”, vaticinou.

*

Também em conversa rápida, a vereadora Izabel Montenegro revelou que os vereadores são mais criticados por serem vitrine, mas que tem muita coisa estranha envolvendo alguns servidores efetivos, e que tais fatos passam despercebidos da sociedade. Falou em altos salários, incorporações, benefícios atípicos etc.

*

O vereador Tomaz Neto estava uma arara. Nos bastidores, disse-me cobras e lagartos de alguns de seus colegas. Revelou fatos chocantes que acontecem nos intramuros, mas não disse nomes. A raiva de Tomaz tem a ver com críticas severas e insinuações que lhe foram feitas pelo fato de não ter assinado uma nota em desfavor do presidente da Casa. “Eu estava em São Miguel. Não estava sabendo de nada”, disse-me.

20161206_135715_resized

Com sangue fervendo nas veias, Tomaz apresentou um requerimento oral para que fosse feita uma apuração das gestões dos ex-presidentes da Casa, de 2013 pra cá. Doze vereadores assinaram o requerimento, incluindo o atual presidente. Os ex-presidentes Claudionor dos Santos, Alex Moacyr e Professor Francisco Carlos NÃO assinaram. “Está vendo aí, cadê que eles assinam?”, sapecou Tomaz, que concluiu: “Só querem pegar este aqui (apontado para Jório), e eu sei muito bem por que é”.

*

Quando chegou o momento das votações importantes do dia, 18 vereadores saíram da sala de sessões, ficando apenas os vereadores Jório Nogueira, Manoel Bezerra e Tomaz Neto. Por falta de quórum a sessão foi encerrada.

Mais uma vez as votações de interesse da sociedade foram postergadas. Resta saber até quando.

*

Encerrada a sessão, tive oportunidade de conversar com o vereador Jório Nogueira, o qual esclareceu que não foi a Natal com o intuito de curtir o Carnatal. Disse-me que foi representar a Câmara Municipal numa cerimônia oficial de título de cidadania, e que, a convite de um amigo, foi ao Carnatal, onde, inclusive, estava “sem clima”. Lamentou a repercussão negativa que o episódio ganhou.

*

O que consegui concluir de tudo foi que todos os vereadores sabem fatos impublicáveis de alguns dos pares, e que vão desenrolando o novelo no mesmo ritmo que seu contendor. Se este parar, ele para; se este continuar, ele continua. Simples assim.

*

Amanhã terá sessão novamente, às 9h.

Categoria:PÍLULAS
5 dezembro, 2016 – 17:10 pm

EQUIPE TÉCNICA DESAPROVA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ROSALBA CIARLINI

Nayara-Gadelha-e-Rosalba-Ciarlini-no-anúncio-de-vice-05-08-16-e1470403120334

A prefeita eleita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), acabou de ter sua prestação de contas desaprovada pela equipe técnica da Justiça Eleitoral.

O Juiz Eleitoral Cláudio Mendes Jr., proferiu despacho dando 72h para a assessoria da candidata se manifestar sobre o PARECER CONCLUSIVO que desaprovou as contas.

A decisão não impede a diplomação da prefeita eleita, mas poderá lhe trazer complicações no futuro, inclusive a perda do mandato.

Leiam a publicação abaixo:

img-20161205-wa0111

5 dezembro, 2016 – 09:13 am

PÍLULAS…PÍLULAS…(05dez)

briga-no-transito

A sessão de amanhã na Câmara Municipal de Mossoró promete ser uma das mais “animadas” do ano. Desde quinta há uma contenda entre o presidente da Casa, vereador Jório Nogueira (PSD), e muitos de seus pares, tudo motivado por uma exoneração em massa de 126 cargos em comissão, todos lotados nos gabinetes dos vereadores. Desde então, três “notas de esclarecimento” já foram publicadas, uma mais pesada que a outra.

*

Até agora não foi marcada a confraternização natalina da Câmara Municipal de Mossoró, e provavelmente não o será. “Não tem clima”, disse-me um servidor da Casa.

*

O expediente forense nos juízos de 1º Grau da Justiça Estadual está suspenso de hoje (05) até a próxima sexta-feira (09) em todo o estado. No período, os prazos processuais ficarão suspensos. A paralisação faz parte do projeto “Arquivar é Preciso”, e objetiva o arquivamento definitivo de vários processos, descongestionando assim o Judiciário potiguar.

As paralisações não impedirão as audiências já aprazadas, recebimentos de petições iniciais, entrega de Alvarás e exame de medidas urgentes pelo Juiz da Unidade.

*

A reprovação de contas de campanha não impede a diplomação dos eleitos. Na realidade, a Justiça Eleitoral é muito flexível quando se trata de prestação de contas. Só há impedimento de diplomação quando o candidato eleito não apresenta nenhuma prestação. Caso o faça, mesmo que esta seja eivada de erros, a Justiça Eleitoral garante a diplomação. Posteriormente, todavia, o Ministério Público e demais partes interessadas podem ajuizar ações questionando a diplomação, mas terão que ter provas robustas de ilegalidades para alcançarem seus objetivos.

*

Nos últimos meses, vejo muita gente escrevendo sobre o que não sabe nas redes sociais. Para opinar sobre o que está acontecendo na política nacional é essencial conhecermos nossa história. A título de contribuição, indico a leitura de três obras que tratam sobretudo da formação da sociedade brasileira: Casa-grande & Senzala, de Gilberto Freyre; Raízes do Brasil, de Sérgio Buarque de Holanda; e Formação do Brasil Contemporâneo, de Caio Prado Jr.

*

img-20161205-wa0011

Ontem, parte da imprensa mossoroense passou o dia no Chega Mais Beach, em Aracati-CE. Na oportunidade foi mostrada toda a estrutura do local, além de explanação sobre o Réveillon da casa.

A estrutura é realmente excepcional, ampla, com vários ambientes, incluindo restaurante em área coberta, restaurante a beira-mar, piscinas, salão para eventos especiais e auditório refrigerado. O cardápio traz boas opções de refeição e petiscos, sobretudo de frutos do mar. Há ainda a opção de self-service, também com boas opções, em destaque o ensopado de arraia.

Ainda esta semana traremos informações sobre o Réveillon, que promete ser um dos mais animados e organizados da região.

Categoria:PÍLULAS
4 dezembro, 2016 – 03:37 am

A PATRICINHA DA NOVA BETÂNIA*

images

Como toda moça da parte chique da Nova Betânia, Fernanda Tanízio falava inglês e espanhol. Era bilíngue – beijava duas línguas ao mesmo tempo… – e criava um animal exótico trazido de uma de suas viagens feitas, por puro filantropismo, a um país subdesenvolvido. Como toda patricinha que se preze, Fernanda acordava tarde e gostava de se sentar com as pernas atrepadas em algum de seus móveis planejados. E, como já foi dito, mesmo falando Inglês e Espanhol, Fernanda, em verdade, não falava mesmo era com ninguém. Exceto com seus amigos da mesma estirpe. Aliás, patricinha é que nem Gafanhoto, só ataca de bando. À noite, com sua turma, Fernanda, com looks trazidos, no mínimo, de Natal e Fortaleza – já que patricinha nenhuma da Nova Betânia compra roupa nas lojas “malhadas” de Mossoró… – saia à caça de rapazes de sobrenome no Sélect Nouveau, Tenda Music Club etc. 

A coisa que mais irrita Fernanda Tanízio é esse hábito que os pobres de Mossoró possuem de se misturarem com os ricos nas

áreas vips das festas… Por só sair de casa no período da noite, e só tomar sol no veraneio em Tibau, Fernanda Tanízio adquiriu uma pela de barroca palidez. Seus olhos verdes e cabelos que imploram para serem puxados deixavam embasbacados os colegas de classe do curso de Fisioterapia da UNP, sobretudo os bolsistas do interior do estado que não estão acostumados com essa “raça de gado”…

Ê boi! Ira! – dizia, aos risos, um aluno de Messias Targino ao ver Fernanda cruzando os corredores da universidade quase à levitar.

É bom que se diga que, antigamente, toda patricinha da Nova Betânia estudava Direito. Só que depois que elas descobriram mais ou menos o que era o Direito, largaram mão. Agora toda patricinha da Nova Betânia estuda Fisioterapia, por três motivos: Lembra Medicina, “Não é ela, mas é mesmo que ser ela” para trabalhar dentro de piscina e vestir branco. A patricinha sabe que cor fechada é artifício de pobre para esconder sujo…

Fernanda Tanízio é do tipo de patricinha que não se preocupa em dissimular. Seu sonho, chegou a dizer a uma de suas amigas mais íntimas, era ser sequestrada duas vezes que nem a filha de Silvio Santos. Seu pai, enólogo e dono de empresa prestadora de serviço à Petrobras, há cinco anos que já separara o dinheiro do resgate.

Fernanda é espírita. Embora confunda Allan Kardec com Mahatma Gandhi…

Mas o que importa narrar é o fato de que Fernanda Tanízio, a “chefinha”, como lhe chama carinhosamente suas amigas, encontrou o amor de sua vida – patricinhas acreditam piamente no amor romântico -, o homem capaz de fazê-la miar sem dar a mordida da gata, Lucas Tomásio, o uquinhas Red Bull, herdeiro de uma famosa concessionária de veículos da cidade.

Fernanda Tanízio conheceu Lucas Tomásio numa festinha privê dada no Garbos Trade Hotel em louvor do aniversário de sua amiga Ellen Damasco. Fernanda, sabendo que o rapaz tinha sobrenome, tratou logo de investir – quase literalmente… -. Para ela, não importava se ao rapaz faltava um membro, o tronco ou era uma mula sem cabeça. Bastava ter um sobrenome. E isso Luquinhas Red Bull possuía.

Como a Alemanha Hitlerista que queria dominar céu, terra e mar, o pai de Lucas Tomásio, tal qual os demais ricos de Mossoró, possui uma casa de praia em Tibau, uma chácara no caminho de Governador de Dix-Sept Rosado, além, também, claro, de uma mansão na mesma Nova Betânia – só não tem casa na árvore… -.

A mãe de Lucas gerencia uma butique no Partage Shopping.

À tardinha em Tibau, no veraneio, Fernanda e Luquinhas passeavam agarrados de quadriciclo, e gravavam seus nomes no interior de um coração nas areias da praia… Logo uniram suas contas no Facebook

Noivaram mês passado.

A notícia, junto a uma poesia de Mário Quintana, saiu na coluna social de “O Mossoroense” com a legenda: “Os Pombinhos da Vez”.

O casamento está marcado para o final do ano. O casal ainda está a procura de um lugar espaçoso para o evento: Mossoró é tão carente de boas opções… – suspira Fernandinha.
Assim que concluir seu curso de Fisioterapia na UNP, 
Fernanda e Lucas irão morar na Bélgica. Lucas pretende expandir o negócio do pai. Fernanda não pretende exercer a profissão: A casa vai consumir todo meu tempo… – diz ela, que levará duas empregadas domésticas de Upanema para lhe ajudar na Bélgica.

Fernanda sonha em ter gêmeos. Um branco e um negro.

Aqui vão meus sinceros votos de felicidade ao casal!

*

*Samuel de Oliveira Paiva nasceu em 14/12/1992, é natural de Rafael Godeiro/RN. Bacharelando em Direito pela UERN, aprovado no XV Exame da OAB. Participou da coletânea “Poesia Clandestina Vol. I (2012)”, foi selecionado em concurso de contos promovido pela Big Time Editora, além de já ter contribuído com poesias, resenhas e contos para os jornais Clandestino, Gazeta do Oeste, O Mossoroense e revista Cruviana.

*

OBS. No próximo domingo traremos outro conto do mesmo autor.

Categoria:SATÉLITE
3 dezembro, 2016 – 03:44 am

NOSSOS POLÍTICOS QUEREM QUE PRESO SEJA TRATADO COMO REI

q20bwp4fv_3boyvbwg1t_file

Dia desses, um dos integrantes da força tarefa da Lava Jato disse, em entrevista ao canal Globo News, que a operação tinha “andado” uns 50%. Assim, a declaração sugere que muitos ainda deverão ser presos, entre estes politicos.

Motivados pelo receio de serem presos em alguma operação, os senadores se aproveitaram da comoção nacional causada pelo desastre aéreo com a delegação da Chapecoense para iniciarem a análise do Projeto de Lei n.º 280/2016, que trata de abuso de autoridade.

O debate foi feito na calada da noite, à sorrelfa.

O texto da lei e as emendas apresentadas pelos excelentíssimos senadores têm o nítido e cristalino objetivo de amedrontar juízes, promotores e policiais no cumprimento de suas funções.

Pelo texto, preso agora deve ser tratado como rei, quase como um ser divino e imaculado. Só faltou obrigar tais autoridades a fazer a barba, unha e dar banhos nos meliantes.

Ordenar e prender sem as hipóteses e formalidades legais, É CRIME;

Não liberar o preso na data em que for expedido o alvará de soltura, É CRIME;

Exibir o preso – ou parte do corpo dele – à curiosidade pública, É CRIME;

Fotografar e filmar o preso para divulgação na imprensa e redes socias, É CRIME;

Deixar de identificar-se para o preso, quando da prisão, É CRIME;

Causar vexame durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, É CRIME;

Omitir socorro ao preso que for ferido durante uma diligência, É CRIME;

Trouxe acima apenas alguns exemplos, mas o projeto de lei traz diversos outros casos que criminalizam as ações de juízes, promotores, policiais e agentes públicos em geral.

A maior querela, todavia, está no art. 30:

Dar início ou proceder à persecução penal, civil ou administrativa, sem

justa causa fundamentada:

Pena- reclusão, de 1 (um) a 5 (cinco) anos, e multa.

Ou seja, o delegado ou promotor, por exemplo, só poderá iniciar uma investigação se tiver “justa causa fundamentada”, seja lá o que isso for.

Ora, com essa limitação, as investigações diminuirão consideravelmente. Que delegado ou promotor é louco para correr o risco de ser punido com reclusão de 1 a 5 anos de prisão? No caso, é o que poderá acontecer caso o denunciado seja absolvido.

O povo não deve permitir que esse projeto torne-se lei. Será o fim da Lava Jato e de outras operações pra prender político corrupto.

Acorda, Brasil.

2 dezembro, 2016 – 12:11 pm

JUSTIÇA ELEITORAL DIPLOMA ELEITOS EM GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO

publicar

Foi realizada esta manhã, na Sala do Júri Escrivã Erivaneide Felipe, no Fórum da Comarca de Governador Dix-sept Rosado, a diplomação do prefeito eleito, Antonio Freire Filho (Antonio Bolota)(PHS), o vice-prefeito eleito, Sanimarcos Firmino (PMDB), os nove vereadores eleitos e todos os suplentes.

publicar-2

O evento foi presidido pelo juiz eleitoral da 57º Zona Eleitoral, Evaldo Dantas Segundo. A mesa também foi composta pela promotora de Justiça Joyciara Moraes; o presidente de Câmara Municipal, Genivaldo Felipe; o padre Edivon Maia; o chefe do cartório eleitoral, Aldeni Silva; o deputado estadual Sousa (PHS); e o presidente da Mesa de Apuração, Arthur Maurício.

Nos discursos, todos lembraram o momento delicado pelo qual passa o mundo político, com mostras de indignação popular nas ruas e mídias sociais. O juiz e a promotora foram os mais enfáticos no sentido de orientar os eleitos a agirem com retidão e probidade, sob pena de serem punidos energicamente pelos atos criminosos que porventura cometerem.

img-20161202-wa0033

Os mais aclamados do evento foram o prefeito eleito, Antonio Bolota, e o vereador eleito, Ed Júnior (foto).

Toda a cerimônia foi transmitida ao vivo pela FM Esperança, rádio comunitária local.

OBS. Outras fotos do evento vocês podem ver na minha página no Facebook, /TioColorau.

2 dezembro, 2016 – 05:34 am

PORQUE HOJE É SEXTA-FEIRA…(02dez)

20161016_202256_resized

Eita, eita, eita, CHAME O MENINO que hoje é sexta-feira, dia de tomar aquela weiss e demonstrar todo nosso conhecimento em gastos públicos, abuso de autoridade, aborto, vaquejada, a anatomia do pterossauro, a história do garimpo em Serra Pelada, o consumo de frutos do mar nas Ilhas Maldivas, os maiores olhos do reino animal, como identificar uma assinatura falsa, e por ai vai. Vamos juntar visigodos, vândalos, francos, hérulos, anglos e saxões, e toda sorte de gente que queira conversar de forma leve e amena.

*

Nos longínquo anos 90, um amigo começou a “ficar” com uma menina que estudava com ele. Numa dessas “ficada” ele tirou algumas fotos dela do jeito que veio ao mundo, em todos os ângulos e poses. Após reveladas as fotos, ele decidiu compartilhá-las comigo, afinal, era só uma “ficante”. Passaram-se dias, semanas, meses, e ele “ficando”, “ficando”.

Em suma, como diria Peninha, a coisa foi crescendo, crescendo; e hoje eles estão casados e têm dois ou três filhos. Sempre que passa por mim com a esposa ele fica todo sem jeito. Nem precisava. O tempo se encarregou de apagar as imagens da minha mente.

Que sirva de lição para quem gosta de mostrar as fotos das “ficantes” para os amigos. Um dia ela poderá conquistar em definitivo seu coração e alcançar o status de esposa. Além do mais, fotos assim não devem ser compartilhadas, em hipótese alguma. São apenas para consumo interno.

*

Rapaz, um padre disse ontem, em entrevista à 95 FM, que pessoas estavam usando o nome da igreja para conseguir doações nesse fim de ano. O ato, sem dúvida, é condenável, mas algo na entrevista me chamou à atenção, foi quando o repórter perguntou como o padre ficou sabendo do golpe. Ele sapecou que “uma mulherzinha” foi abordada por uma dessas pessoas e então ligou para a paroquia a fim de confirmar. Como assim, sacerdote? Uma mulherzinha? É assim que ensinam no Vaticano a chamar o rebanho? Ora, uma mulherzinha. Parece conversa entre madames em salão de beleza: “Quem faz uma unha como ninguém é uma mulherzinha que mora na Doze Anos”. Pelas barbas do profeta, seu padre.

*

O que você acha do cara que, num restaurante, pede ao garçom um punhado de folhas naturais de hortelã para colocar no seu copo d’água. Isso é coisa de quem foi criado pelas tias num apartamento. Homem que é homem nem pede água em restaurante.

*

Em agosto, a polícia da Suécia foi chamada para conter um casal que transava às margens de uma rodovia. Até aí nada de tão espetacular. O “diferencial” da situação era que o casal usava máscaras de porco, além do mais, apontaram canetas de laser em direção aos policiais. Ora, que tipo de gente transa usando máscaras de porco e com canetas laser? Tem cada uma neste mundo de “meu Deus”.

*

Soube de uma boa no último fim de semana. Um casal recém separado, onde ambos gostam de curtir a night, sobretudo a Praça de Convivência, fizeram um acordo inusitado. A fim de evitarem esbarrar um com o outro, um só pode frequentar o setor leste (Bistrô Lyon etc), e outro frequenta o setor oeste (Sokana etc).

Uma situação havida no último final de semana atrapalhou o acordo. E os barzinhos que ficam em frente à praça? Matuto Lounge, Boteco... Eles entram no acordo, por estarem no lado oeste, ou não? Não tinham decidido sobre isso. Deu problema.

*

E vamos às semelhanças. Uma inédita e três para relembrarmos:

jair-balinha

peppa-marcilio piloto-ubiranilson nildinha-christine

*

Vou ali comprar umas alparcatas nos Calçados Passarela para ver se eu esqueço.

*

maxresdefault

Escrevi este post ao som de Jive Bunny & The Mastermixers, “The Album”, o chamado disco do coelhinho. Lançado no final dos anos 80, o disco traz oito faixas com remixes dos grandes sucessos dançantes do rock dos anos 50/60. Impossível ficar parado. Além deste álbum, Jive Bunny também lançou outros discos, sempre com remixes de músicas antigas. Vale a pena conhecer.

*

OBS. Dicas e sugestões para os posts das sextas enviem para o WhatsApp 9648-2588.

Categoria:SEXTA-FEIRA
30 novembro, 2016 – 15:26 pm

PÍLULAS…PÍLULAS…(30nov)

334_coaching_carreira-850x440

Estava previsto para hoje a votação, na Câmara Municipal, da criação da agência que vai regular o Plano de Saneamento Básico no âmbito do município de Mossoró. A criação da agência é uma exigência legal, conforme a Lei n.º 11.445/07. Não se trata de uma opção, como apregoa parte da oposição.

A questão é bem simples de entender. Trata-se de uma disputa para a nomeação dos cargos da agência a ser criada. Se ela for criada até o fim do ano, a nomeação caberá ao atual prefeito; caso seja criada a partir do dia 01º de janeiro, a nomeação dos cargos caberá à futura prefeita Rosalba Ciarlini. A briga é só essa.

Hoje, a oposição – que quer postergar a criação da agência para o ano que vem – esvaziou o plenário, a fim de evitar quórum para a análise do projeto.

Pela lógica, seria até interessante que a agência reguladora fosse formada por pessoas independentes, sem vínculo com a gestão municipal.

*

Deixa-nos revoltados a revelação de que a causa mais provável do acidente que ceifou a vida de quase todos os tripulantes da delegação da Chapecoense foi falta de combustível. A fim de economizar, a companhia viajou no limite do combustível. Pela necessidade de esperar – fazendo voos circulares – outra aeronave aterrissar, o combustível acabou.

O piloto poderia ainda ter pedido preferência de pouso, em decorrência do pouco combustível, mas não o fez. Isso implicaria em punição para o mesmo e para a companhia. Errou duas vezes: ao viajar com combustível no limite e ao esconder esta condição para os controladores de voo. Resultado: uma tragédia que comoveu o mundo.

*

Aproveitando-se da comoção causada pela tragédia, nossos congressistas, agindo como ratos, aprovaram na calada da noite medidas contrárias aos interesses da sociedade. O projeto que previa 10 medidas contra a corrupção foi distorcido a tal ponto que chega a favorecer os corruptos, na medida em que fragiliza o Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Federal.

Digam-me uma coisa: ninguém vai barrar esses homens não? Eles continuarão pisando na cara de todos nós brasileiros, sem fazermos nada?

Eles já mostraram que por eles a corrupção jamais parará, e que o povo nunca, absolutamente nunca, terá vez. Só legislam em interesse próprio, e, consequentemente, lascando o povo.

*

A vaquejada e o rodeio foram reconhecidos oficialmente como manifestações da cultura nacional e patrimônio cultural imaterial. O reconhecimento está na Lei 13.364/2016, sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB), publicada hoje (30), no Diário Oficial da União. A decisão vem quase dois meses depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) declarar inconstitucional uma lei do Ceará que regulamentou a vaquejada como prática desportiva e cultural no estado

*

Estive recentemente no Dona Salada, ambiente por demais agradável, situado na Rua Camilo Paula – proximidades do Nogueirão, onde mais uma vez comprovei a qualidade dos serviços e dos produtos vendidos no local. O comando é do casal Fátima e Carlos Alberto (Neno), que também estão à frente de outros dois estabelecimentos gastronômicos, o Frango da Passagem, que funciona diariamente na esquina da Avenida João da Escóssia com a Rua Manoel João, e o Bonesse, situado no Partage Shopping.

São três opções, de segunda a segunda, para apreciar uma boa culinária.

Categoria:PÍLULAS
30 novembro, 2016 – 08:29 am

TJ-RN PUBLICA PORTARIA QUE AUTORIZA INTIMAÇÃO VIA WHATSAPP

zap_800x445

A edição de ontem (29/11) do Diário da Justiça Eletrônico trouxe a Portaria Conjunta n.º 19/2016, que permite a intimação das partes via aplicativo WhatsApp, no âmbito dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais do Poder Judiciário do Rio Grande do Norte.

A adesão ao procedimento de intimação via WhatsApp é opcional. A parte terá que informar este desejo. Em caso afirmativo, assinará um termo dizendo que concorda em receber as intimações via aplicativo e que deixará a opção de confirmação de leitura (duas listas azuis) ativa.

Na ocasião será informado do número do WhatsApp da secretaria judiciária, o qual será usado para as intimações.

Considerará realizada a intimação quando o aplicativo acusar o recebimento e a leitura (duas listas azuis). A parte será orientada, mesmo assim, a escrever a frase: “confirmo o recebimento”.

Caso não haja visualização em 48h, a intimação se dará pelos meios tradicionais. Quanto aos advogados, eles também poderão solicitar a intimação via WhatsApp.

Inicialmente, a intimação via WhatsApp será aplicada nas comarcas de João Câmara, Caicó, Macaíba, Mossoró e Pau dos Ferros. Após seis meses, em sendo exitosa a experiência, esta será expandida para as demais comarcas do Estado.