Racionalidades – 63ª edição.

0

SETEMBRO AMARELO“João Gostoso era carregador de feira livre e morava no morro da Babilônia num barracão sem número/Uma noite ele chegou no bar Vinte de Novembro/Bebeu/Cantou/Dançou/Depois se atirou na Lagoa Rodrigo de Freitas e morreu afogado”.

Os versos acima são do “Poema tirado de uma notícia de jornal”, escrito pelo modernista Manuel Bandeira em 1925.

O suicídio é segunda causa de mortes entre jovens de 15 a 24 anos.

Ainda há um consenso entre setores da imprensa para que os suicídios não sejam divulgados nos programas policiais, pois isso induziria outras pessoas a cometê-lo, o tal efeito Werther, mas aos poucos este consenso vem sendo desconstruído.

O Setembro Amarelo é uma prova de que não devemos fingir que o suicídio não existe. O melhor a se fazer é tratar do assunto de forma clara e objetiva.

Os casos devem sim ser relatados na imprensa, para assim alertar pais, mães, outros familiares e amigos de um suicida em potencial. O que não deve ser feito é glamourizar o ato ou então defendê-lo como uma solução.

Suicídio é assunto sério, e por tal razão deve ser bem debatido nas escolas, ambientes de trabalho etc.

*

COMPARAÇÃO – O consumo per capita de massa na Itália é de 26 quilos por ano. No Brasil é de 5,6 quilos.

*

RACISMO – Para quem defende a inexistência de preconceito racial no Brasil, deixo aqui apenas dois dados: somente 4,7% dos cargos executivos de empresas no Brasil são ocupados por negros; e apenas 4,5% dos alunos de universidades públicas são negros. Vai insistir?

*

FALANDO NISSO – Um dos meus melhores amigos na atualidade é um negro, que dia desses me disse uma que me deixou estarrecido. Ele, que mora num condomínio de alto padrão, me relatou que um de seus vizinhos já demonstrou estranheza com o fato de um “neguim” morar ali, tal ocorreu em conversa com outro vizinho. “Como é que um ‘neguim’ desses têm condições de morar aqui?”, teria dito. Vale frisar que essa conversa não ocorreu há muitos anos, ocorreu há algumas semanas.

*

VOCAÇÃO – O candidato a uma vaga no serviço público deveria passar por um teste de vocação. Quase a totalidade dos candidatos só pensa nos vencimentos e na estabilidade (que ainda existe). Muitas vezes não possuem nenhuma aptidão para o cargo, especialmente os que tratam diretamente com o público.

Como servidor público e como usuário do serviço público, conheço dezenas de pessoas que são totalmente inaptas para trabalhar com o público: atendem mal, procuram desculpas para não desempenhar suas atividades, são relapsas, seletivas etc.

Sobre seletividade, conheço um caso onde o servidor só atende bem quando se trata de mulheres bonitas e formosas; não sendo, ele atende com rispidez e muxoxos.

Serviço público também é vocação, assim como o comércio e a medicina.

*

VIAGENS DE CRIANÇAS – É dispensável autorização judicial para que crianças ou adolescentes viajem desacompanhados pelo território nacional. Assim como em relação às viagens internacionais, é preciso apenas a autorização dos pais, com firma reconhecida. A decisão foi tomada durante a 296ª Sessão Ordinária do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na terça-feira (10).

*

CHEIRO DE MUGANGO – No início da semana, uma funcionária da TCM me ligou dizendo que nos próximos dias um técnico da empresa viria à minha casa instalar um equipamento que melhoraria a qualidade de minha conexão. Ela falou em algo como “fibra óptica ponto a ponto”. Disse que a instalação era totalmente gratuita, que nenhuma taxa seria cobrada, mas (sempre o “mas”) a fidelização seria zerada.

Com a Brisanet e outras operadoras avançando no mercado, isso está me cheirando a mugango, uma forma criada pela TCM para segurar seus clientes por mais algum tempo.

Não boto muita fé que esse equipamento melhorará a qualidade do sinal, mas (sempre o “mas”)…

*

FUNDO DO BAÚ – Esta semana me lembrei de uma situação engraçada havida nos anos 90, época de minha adolescência. Na época, nem todos tinham condições de possuir uma linha fixa de telefone. Meu amigo Carvalho (nome fictício, mas nem tanto) era um caso, no entanto, ele tinha certa sorte, pois na calçada de sua casa tinha um orelhão, que não era muito usado pelos moradores. Ocorre que ele “abusava” da sorte. Quando conhecia alguma moça dava o número do orelhão dizendo que era o telefone do seu quarto.

Eu soube disso, pois certa vez estava ao lado do orelhão quando este tocou. Quando atendi a moça perguntou: “- Esse telefone é do quarto de Carvalho?” Eu então sapequei: “ – Só se ele estiver dormindo na rua, pois esse número é de um orelhão”.

Carvalho passou algumas semanas meio esquisito pro meu lado.

Noutra vez, ele enviou para uma pretendente uma folha de papel com a letra da música “Timidez”, de Biquíni Cavadão, dizendo serem dele aqueles versos. A menina achou tão bacana que deu uma chance a Carvalho.

Alguns dias depois a namoradinha caiu na besteira de me mostrar os versos escritos por Carvalho. “E foi, ele disse ser o autor desses versos?”. Na hora abri a real para a menininha ruiva, colocando-a até para ouvir a música. Mais uma vez Carvalho ficou meio chateado comigo.

Não pense que apenas eu era o amigo da onça. Ele também aprontava umas comigo.

Até hoje, quando encontro Carvalho por aí, a gente revive essas histórias.

*

OPORTUNIDADE – Hoje tem promoção no Sebo Arte e Cultura no Oásis Shopping, de Canindé. Serão comercializados 200 livros por R$ 10 cada. Vá lá fazer uma feirinha. Excelentes títulos à disposição. Também serão vendidos 300 quadrinhos a R$ 2 cada.

*

TORRES GÊMEAS – O povo agora inventou essa de “onde você estava no dia do atentado às torres gêmeas?”. Eu, sinceramente, não lembro, e não acho que minha vida piorará por causa disso. Ora bolas.

*

COLUNAS – Alguns sites e portais estão acolhendo quem escrevia nos jornais impressos que deixaram de circular. Isso é bom. Estava sentindo falta de alguns colunistas em Mossoró, sobretudo os que escrevem colunas de notas. Um desses sites é o Portal do RN.

Que mais e mais pessoas possam expressar suas ideias e nos informar sobre o cotidiano mossoroense. Nunca é demais.

Só não pode os famigerados blogs apócrifos, que voltaram a “circular” em Mossoró. Páginas feitas por moleques, para moleques. Quem é homem de verdade assume suas posições, não se esconde através de páginas anônimas.

*

MUITO DINHEIRO – Se os seis maiores bilionários do Brasil decidissem se unir e gastar R$ 1 milhão por dia, eles levariam 36 anos para gastar o dinheiro que possuem.

Os 05% mais ricos do país recebem por mês o mesmo que os demais 95% juntos.

*

TENTATIVA FRUSTRADA – Em julho último, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, pediu ao site Wikipedia, através do Ministério da Educação, que retirasse do ar a página que o descrevia. Alegou na solicitação que havia “informações não confirmadas” no texto, mas não especificou quais. O site não retirou o material do ar. Respondeu que todas as informações foram retiradas de sites confiáveis.

Ele não foi o primeiro a tentar retirar material do Wikipedia. O ministro Gilmar Mendes e a cantora Rosanah Fienngo (O Amor e o Poder) também já tentaram, mas, assim como o ministro, não obtiveram sucesso.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

Racionalidades – 62ª edição.

0

O PLANO – Todos os países precisam movimentar a economia, crescer e gerar empregos, isso todo mundo sabe. Vamos agora começar a esmiuçar a questão. Para movimentar a economia é necessária a iniciativa majoritária do poder público ou do poder privado.

O primeiro passo do plano foi a Emenda Constitucional nº 95, que limitou os gastos públicos por 20 anos. Assim, ficou apenas para a iniciativa privada a função de movimentar a economia.

*

O PLANO 2 – Com este trunfo nas mãos, os grandes grupos industriais e financeiros passaram a fazer algumas exigências, as quais devem ser cumpridas ao longo das reformas trabalhista, previdenciária e tributária.

*

O PLANO 3 – A reforma trabalhista torna a mão de obra mais barata. Vale aqui frisar que para esses grupos a mão de obra é apenas um custo numa planilha, ao lado de luz, água, insumos. Se puder diminuir, ótimo, pouco importa se haverá consequências terríveis na vida do empregado.

*

O PLANO 4 – A reforma da previdência vai na mesma toada. Ela irá aumentar a oferta de mão de obra, vez que será cada vez mais difícil se aposentar. No geral, o sujeito trabalhará até seu último dia de vida.

*

O PLANO 5 – Por fim, já prestaram atenção que o pouco que se falou até agora sobre a reforma tributária tem a ver apenas com criação de novos tributos e/ou unificação dos tributos existentes?  Ninguém cogita a implantação de uma taxa progressiva, onde quem ganha mais paga mais, nem do Imposto sobre Grandes Fortunas, previsto na Constituição Federal de 1988, mas nunca regulamentado.

*

O PLANO 6 – As reformas passarão, os trabalhadores terão muitos direitos retirados e a economia continuará patinando. Sabe então o que acontecerá? A EC nº 95, a do teto dos gastos, será alterada para que o poder público volte a investir maciçamente na economia, que aí sim voltará a crescer.

*

O PLANO 7 – Quando fechar esse ciclo, os grandes grupos industriais e financeiros estarão muito maiores, e o trabalhador do tamanho de uma ervilha, com uma penca de direitos a menos. Quando esse dia chegar não adiantará chorar o leite derramado. A hora de agir é agora.

*

O PLANO 8 – As notas acima foram escritas com base em tese levantada pelo empresário, palestrante, professor, engenheiro, escritor, dramaturgo, apresentador e ex-banqueiro Eduardo Moreira, de caudaloso currículo.

*

VIOLÊNCIA – Escrever sobre a violência que atinge Mossoró já está ficando repetitivo e enfadonho, mas a grandiosidade do problema não nos dá o direito de silenciar. Outrora, os radialistas que apresentam programas policiais tinham dificuldades para cobrir seus sessenta minutos, tamanha era a escassez de notícias na área policial. Atualmente, o tempo é insuficiente para comentar todos os homicídios, roubos (assaltos) e furtos ocorridos nas últimas 24 horas. A cidade continua em pânico, apesar de ter havido uma arrefecida na violência há algumas semanas.

*

SUAVE – Vamos começar agora a parte mais leve do post. Garanto que lá para o fim até sorrir você vai.

*

COMEMORAÇÃO – O padre Charles Lamartine espera receber um bom público nas duas missas que irá celebrar no próximo domingo: às 7h na igreja São Vicente e às 9h na Catedral de Santa Luzia. O padre Charles fará aniversário na segunda-feira (09), sendo as missas uma oportunidade para celebrar a data.

*

CALÇAMENTO – Segue a todo vapor o calçamento a paralelepípedo de várias ruas no conjunto José de Freitas, em Governador Dix-sept Rosado. A obra foi pensada para melhorar o fluxo para o prédio do Fórum da Justiça Comum e o Fórum Eleitoral. Ocorre que os prédios deixaram de funcionar, mas ainda assim, como o projeto já estava aprovado e os recursos assegurados, a obra está sendo realizada. As famílias que residem no local agradecem.

*

FALANDO NISSO – E por falar em Governador Dix-sept Rosado, a prefeitura reformou os pórticos de entrada e saída do município, desta feita com direito a iluminação e o mapa da cidade, que faz lembrar um revólver. Ficou bonito.

*

ELEMENTO FIXO – Desde que foi construída, a Praça Vigário Antônio Joaquim já teve seu piso trocado umas trocentas vezes. Já faz parte da praça aqueles quatro ou cinco trabalhadores repondo as cerâmicas. A praça não seria a mesma sem eles. Perderia a graça.

*

COLAR ESPECIALMais difícil do que ter uma grande ideia é reconhecer uma. Especialmente se for de outra pessoa. (Washington Olivetto)

*

CONDENAÇÃO – O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ-RN) manteve sentença que condenou o Departamento de Estradas e Rodagens do Rio Grande do Norte (DER-RN) a indenizar a Construtora Queiroz Galvão S/A em R$ 2,1 milhões. A dívida é referente a uma obra realizada no prolongamento da Avenida Prudente de Morais, entre Natal e Parnamirim.

*

RATEIO – Na semana passada publiquei aqui sobre a disputa pelos R$ 2,6 bilhões arrecadados pela Operação Lava Jato num acordo envolvendo a Petrobras e o governo dos EUA. Pois bem, ontem pela manhã houve um acordo prévio entre os envolvidos. Restou decidido que R$ 1 bilhão irá para a Amazônia e R$ 1,6 bilhão para a Educação.

Do quantum que irá para a Amazônia, R$ 400 milhões irão para os estados e R$ 600 milhões serão geridos pelo governo federal.

*

COMO? – Vi no documentário Nosso Planeta que uma baleia azul pode pesar até 150 toneladas. Agora eu pergunto: como é que esse povo pesa uma baleia?

*

FUTEBOL – Como torcedor do tricolor carioca, antevejo dias sombrios. Pelo que tudo indica, o rival Flamengo caminha para consagrar-se campeão brasileiro, e meu time lutará para não cair. Poderá ser um ano difícil, mas enquanto há vida há esperança. Vai Fluzão, Time de Guerreiros.

*

TRÊS FACÇÕES – Dia desses um amigo teve que entrar numa propriedade rural localizada na região. O imóvel em si ficava um pouco distante do portão de entrada, de modo que não tinha como os moradores ouvi-lo ou avistá-lo. Ele pensou em entrar, mas aí viu alguns macacos na propriedade.

Receoso, procurou um vizinho e perguntou se aqueles macacos eram agressivos. O senhor então sapecou: “Companheiro, aí tem três facções de macacos, duas delas são agressivas e uma é pacata”. Ante a impossibilidade de distinguir quais eram os macacos do bem e quais eram os do mal, meu amigo ficou esperando na entrada até aparecer algum morador.

*

DE PONTA CABEÇA – Eu acho que o médico estava de brincadeira, mas ele falou sério. Na consulta, após eu relatar o que sentia, ele passou a dizer o que eu podia e não podia fazer. Na lista das coisas para eu não fazer estava “andar de ponta cabeça”. No instante eu sorri, como se aquilo fosse uma brincadeira, mas ele permaneceu sério, daí eu concluí que realmente eu não posso mais andar de ponta cabeça.

E agora, o que farei de minha vida? Uma das coisas que mais gosto de fazer é andar por aí de ponta cabeça. Às vezes vou pra Praça do Rotary e dou duas voltas nesta posição. Também sempre ando de ponta cabeça no meu local de trabalho, em casa, lá em Betinho do Frango. Vai ser difícil.

*

FOLCLÓRICO – O ex-vereador Paulo Lúcio, de saudosa memória, sempre foi um homem de tiradas cômicas. Em 2007, em entrevista ao programa Mossoró de Todos os Tempos, da TCM, foi perguntado se ainda acompanhava o cotidiano da Câmara Municipal, o qual sapecou: “Nem na minha época eu sabia o que acontecia ali, imagine hoje”.

*

PARABÉNS – Finalizo este post parabenizando a rádio Difusora AM de Mossoró, que completa amanhã 69 anos de existência. Até hoje a marca mais forte da imprensa local. Atualmente a rádio possui uma equipe de primeira linha nas áreas policial e de política. O programa policial Cidade Aflita (11h às 12H), apresentado por José Antônio, continua sendo o programa mais ouvido da radiofonia local.

Parabéns ao advogado Paulo Linhares, atual diretor-presidente, e aos demais que fazem a rádio, como Emerson Linhares, Pádua Júnior, Wellington Linhares, Gilberto de Sousa e, especialmente, a Christianne Alves.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

RACIONALIDADES – 61ª edição.

0

PRÉ-CANDIDATO – O empresário Gutemberg Dias (PC do B) utilizou suas redes sociais para divulgar um vídeo onde reitera sua pré-candidatura a prefeito de Mossoró nas próximas eleições. Em aproximadamente cinco minutos ele lista as credenciais que lhe garantem exercer a chefia do executivo municipal, destacando a necessidade de crescimento do município e nossas potencialidades.

Já no finzinho ele diz que não será empecilho para uma possível junção da oposição em Mossoró, mas que somente participará de uma grupo se perceber que os integrantes têm compromisso com o futuro do município, e não apenas com seus projetos pessoais, no sentido de usar as eleições municipais como trampolim para as eleições de 2022.

*

ELEIÇÕES 2020 – Se houver muita conversa, pode até existir uma disputa polarizada em Mossoró nas próximas eleições, mas tem que haver muita conversa mesmo para juntar PT, PC do B, PL, Solidariedade e Avante num só lado.

Em Mossoró, o PSL de Bolsonaro deverá se juntar ao grupo da prefeita Rosalba Ciarlini (PP). Há uma simbiose muito grande entre o rosalbismo e o bolsonarismo, por mais estranho que isso possa parecer, mas é o que ocorre. A maioria dos eleitores de Rosalba também são eleitores de Bolsonaro, e vice-versa.

*

ASSIM COM MARINA SILVA – Ontem, em entrevista ao programa do jornalista Saulo Vale, na Rural AM, o vereador João Gentil disse que recebeu convite de Marina Silva, ex-ministra do Meio Ambiente; e do senador Randolfe Rodrigues (AP), para ingressar na Rede Sustentabilidade.

Ele informou que já está quase tudo acertado, que está estudando com Marina Silva e Randolfe Rodrigues uma data para eles virem a Mossoró participarem do ato de filiação.

Gentil disse que sempre se preocupou com o meio ambiente e que sempre levantou a bandeira do desenvolvimento sustentável. Lembrou, inclusive, que já foi filiado ao PV.

*

ELEIÇÕES 2020 II – Perguntado por Saulo Vale sobre as próximas eleições municipais, João Gentil disse que, a despeito do que muitos pensam, a oposição pode sim se juntar. “Acho difícil”, disse o entrevistador, o vereador então replicou: “Mas não impossível”.

*

EDUCAÇÃO – O Brasil investe no ensino superior um valor proporcional ao que investem os países desenvolvidos. Nosso problema está no ensino básico, onde investimos três vezes menos se comparados a esses países. Urge uma solução para tal problema, vez que o investimento em ensino básico é muito mais justo e correto se olharmos pelo âmbito social.

Ora, as universidades públicas estão cheias de alunos ricos, egressos de escolas particulares. Isso não é certo, e temos que olhar para esse problema de forma técnica e responsável, mas infelizmente estamos entregues a um governo totalmente ideológico, que vê as universidades como “fábricas de comunistas” e redutos de “doutrinação marxista”. Uma lástima.

Educação e conhecimento são pilares de um país desenvolvido. Já anunciava o economista Jacob Mincer, em 1974, com sua Equação de Mincer, quanto mais anos de estudo tem a população em geral, maior é a renda nacional.

*

TODOS DE OLHO NA GRANA – No dia 30 de janeiro a Petrobras depositou R$ 2,5 bilhões numa conta judicial na Caixa Econômica Federal, quantia essa decorrente de um acordo que fez com a Justiça dos EUA em setembro de 2018, no âmbito da Lava Jato. É aquele dinheiro que o esperto do Deltan Dallagnol queria que fosse administrado por uma fundação a ser criada pelo Ministério Público etc. A ideia do procurador foi por água abaixo, o dinheiro continua lá.

Com estes incêndios na Amazônia, os governadores do Norte lembraram da existência do valor represado, e querem que parte dele seja usado em prol da região, já a procuradora Raquel Dodge quer que a quantia seja dividida entre preservação do meio ambiente e educação.

O governo, por sua vez, quer diluir ainda mais a grana, estendendo-a para várias áreas. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já tem uma ideia diferente, assim como o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Além da questão da área a ser beneficiada, tem também a questão do ente que será responsável pela aplicação, é aí que reside a maior disputa.

A decisão está nas mãos do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que deverá levar a questão ao plenário do órgão, para que enfim seja feito seu rateio.

*

EGO – A filosofia de Sidarta Gautama, o Buda, girou em torno do valor de cada um ante a sociedade em que vive. Ele defendia que o “eu” era muito menor do que o “não eu”, e que a felicidade vinha dessa descoberta por parte de cada um. “Feliz é aquele que supera seu ego”, dizia.

De fato, há pessoas que possuem um ego tão grande que cria uma espécie de redoma, onde os demais são afastados. Uma redoma que só cresce e que afasta muitos. Esse povo precisa atentar que existe um “não-eu”, e que as outras pessoas também têm sua importância, seus valores, suas histórias, suas vontades de se expressar.

*

PODCASTS – A rede Globo entrou essa semana no mundo dos podcasts. Os telejornais do grupo exibiram várias matérias mostrando a novidade. Inicialmente explicaram o que são podcasts e em seguida enumeraram os vários que eles lançarão esses dias, com destaque para o podcast O Assunto, comandado pela jornalista Renata Lo Prete, que será publicado diariamente logo cedo. Claramente irá concorrer com os podcasts Café da Manhã, do grupo Folha, e Estadão Notícias, todos com 20 minutos de duração, em média, e igualmente publicados logo cedo.

*

PODCASTS 2 – A rede Globo chegou com um pouco de atraso ao mundo dos podcasts. Eu mesmo já acompanho este formato há mais de ano. Inicialmente foi o podcast Presidente da Semana, do grupo Folha, e depois fui me estendendo para outros, com os mais variados assuntos, formatos e durações. Atualmente, praticamente substituí o rádio e a televisão pelos podcasts.

*

PODCASTS 3 – Para quem ainda não sabe, podcasts são programas em áudio disponibilizados nos sites dos órgãos de imprensa respectivos e também nesses aplicativos para ouvir músicas, como Spotify e Deezer. Tem ainda o aplicativo Google Podcasts.

*

PODCASTS 4 – Entre os podcasts que ouço rotineiramente estão o Café da Manhã (Folha), Estadão Notícias, Durma com Essa (Nexo Jornal), Foro de Teresina (Revista Piauí), Mamilos, Funcionário da Semana (Veja) e Os Três Poderes (Veja). Vou tentar encaixar algum da Globo na grade.

O bom é que não precisamos parar o que estamos fazendo para ouvir os podcasts. Podemos fazê-lo enquanto dirigimos, trabalhamos, fazemos nossas tarefas diárias, viajamos etc. Basta um aparelho celular e um fone de ouvido. Dá para ouvir até na academia.

*

LANÇAMENTO DE PEDRA FUNDAMENTAL – O desembargador Saraiva Sobrinho, diretor da Escola da Magistratura do RN, confirmou para o dia 27 de setembro, às 9h, o lançamento da pedra fundamental para a construção da sede regional da Escola em Mossoró (Esmarn Oeste). A unidade será instalada como um anexo do Fórum Doutor Silveira Martins. O projeto tem como principal objetivo beneficiar magistrados e servidores de toda a Região Oeste, além de trazer ganhos à população local.

O diretor da Esmarn ressalta que a iniciativa representa o início da interiorização da escola, um projeto de sua gestão. Também está no planos do magistrado a instalação de unidades regionais em Caicó e em Pau dos Ferros.

“Neste biênio, a finalidade regimental e institucional é, acima de tudo, preparar e capacitar não só a juízes, mas também servidores. Um dos planos é fortificar as regiões, começando por Mossoró. A nova estrutura trará uma nova imagem para o Fórum local, além de trazer muitos cursos. Todos sairão ganhando”, ressalta Saraiva Sobrinho.

Elaborado pelo Departamento de Arquitetura e Engenharia do TJRN, o futuro prédio da Esmarn Oeste já teve seu projeto básico aprovado.

O desembargador Saraiva Sobrinho lembra ainda que o lançamento da pedra fundamental está inserido nas comemorações pelos 136 anos da abolição da escravatura em Mossoró. O Município comemora, no dia 30 de setembro, a libertação dos escravos ocorrida em 1883 – cinco anos antes da promulgação da Lei Áurea no Brasil.

*

MORINGA PROIBIDA – Esta semana fui até a loja de produtos naturais comprar moringa, como faço desde o dia em que descobri os efeitos da planta na redução do colesterol e da glicose no sangue. Para minha surpresa, o proprietário disse que a venda de moringa foi proibida através da Resolução nº 1.478/2019, da Anvisa, publicada em 04 de junho no Diário Oficial.

Como assim?

Já li várias matérias trazendo estudos que comprovam a eficácia da moringa, e também já conversei com várias pessoas que conseguiram se livrar do remédio para diabetes apenas com o uso da planta. Curiosamente, a resolução da Anvisa justifica a proibição na falta de comprovação científica dos benefícios da moringa.

Tem moganga aí nessa história da moringa.

Ora, e por que não proíbem o chá verde, o pata de leão, o cavalinha, o ora-pro-nobis etc., chás estes que possuem menos evidência científica comprovada do que a moringa.

Não tenho nenhuma dúvida de que há dedinho da indústria farmacêutica nessa resolução.

Agora, lá vai tio Colorau ter que comprar moringa no submundo dos chás proibidos. Existe isso?

*

PELO DIREITO DE NÃO SER TRATADO – O crítico de cinema Jean-Claude Bernardet, que nasceu na Bélgica e fez carreira no Brasil, publicou artigo na revista Piauí justificando a sua decisão de não se tratar de um câncer de próstata. Não vai fazer radioterapia, quimioterapia, nada. Vai viver intensamente até sua hora chegar.

Aos 83 anos, portador do HIV e com câncer de próstata, Jean-Claude argumenta que a longevidade é criação da indústria farmacêutica, e que os médicos só focam na doença, não no paciente. Eles escutam os sintomas e receitam logo os remédios e tratamentos, tudo no automático, disse Jean-Claude, que surpreendeu seu médico dizendo que não iria fazer nenhum tratamento, decisão, inclusive, acatada pela família.

O crítico encerra seu artigo dizendo que já se passaram alguns meses desde que foi diagnosticado e até agora só sabe que tem câncer de próstata porque o médico disse.

*

MORO MOLUSCO – No início do ano, o biólogo Luiz Ricardo encontrou um novo gênero e espécie de molusco na região de Santa Quitéria, no estado do Ceará. Motivado sabe-se lá por que (ou até se sabe), ele batizou o novo molusco com o nome de Lavajatus Moroi, uma homenagem à Operação Lava Jato e ao ex-juiz e ora ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Acontece cada coisa nesse mundo de meu Deus.

*

SAÚDE SEM FAKE NEWS – O Ministério da Saúde disponibiliza um contato de WhatsApp para que o cidadão possa tirar dúvidas sobre vacinas e assuntos correlatos. Anotem aí, é o (61) 99289-4640.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

Racionalidades – 60ª edição.

0

MOSSORÓ CIDADE JUNINA 2020 – No início da semana, em evento realizado no Memorial da Resistência, a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) mostrou ao público presente e à imprensa um esboço do que será o Mossoró Cidade Junina (MCJ) no ano que vem.

Não vi o ato como um lançamento, como foi divulgado à larga, mas como um esboço mesmo, o que não me impede de elogiar a iniciativa.

No dia foram anunciadas três atrações: Zé Ramalho, Alceu Valença e Xand Avião, além do dia em que será realizado o Pingo da Mei Dia, 06 de junho; e o Boca da Noite, 04 de julho.

A grande e excelente sacada foi a de transformar o Mossoró Cidade Junina num ponto de encontro de todos os estados do Nordeste, reverenciando o talento e a cultura de cada um deles. Nestes tempos em que a região é tratada com desdém por alguns, enaltecê-la é um ato inteligente e de resistência, até.

A prefeitura tem quase um ano para trabalhar essa genial ideia, transformar o MCJ num point de encontro da cultura nordestina.

*

NEM TANTO – Como sempre, a turma que beija a mão da prefeita aproveitou para extrapolar. Numa rádio local alguém disse que o “lançamento” do Mossoró Cidade Junina foi essencial para incrementar o turismo na região. Não, não foi. Todo mundo já sabe que o Pingo da Mei Dia ocorre no primeiro sábado de junho e que as festas são de quinta a domingo. Nada de novo. Além do mais, não foram divulgados os dias em que as atrações antecipadas irão se apresentar, o que impede qualquer agendamento.

*

REITERO – O elogiável de tudo isso foi apenas a ideia de transformar Mossoró num ponto de encontro dos nordestinos em junho de 2020. Se vai pegar, não sei, mas torço que sim.

*

PT NUNCA MAIS – Costumeiramente encontro Júlio César Fernandes, que foi o primeiro vereador de Mossoró eleito pelo PT, isso em 1992. Atualmente ele é um fervoroso crítico do partido, inclusive votou em Jair Bolsonaro (PSL) nas últimas eleições. Júlio César foca sua crítica no estilo de vida dos integrantes do partido. “No meu tempo, os petistas andavam com sandália de rabicho, hoje só usam roupas e acessórios de grife”, diz, e continua: “Petista agora anda de carro importado. Virou chique ser do partido”.

Júlio César entende que o partido perdeu sua essência.

*

QUIPROQUÓ NO CORREDOR CULTURAL – Pouca gente sabe como foi o acordo que resultou na doação de uma parte do corredor cultural para um grupo privado. São muitas conversas, nenhuma certeza e poucos documentos tornados públicos. O fato é que no local foi erguida a imensa A Construtora Express. O acordo nebuloso ainda envolve o terreno onde funciona a A & C, na Avenida Cunha da Mota.

*

QUIPROQUÓ SOBRE O CORREDOR CULTURAL 02 – Todo o acordo foi feito em 2013, na gestão da ex-prefeita Cláudia Regina (DEM), e teve o beneplácito da Câmara Municipal, apesar do absurdo que ele representava.

*

QUIPROQUÓ SOBRE O CORREDOR CULTURAL 03 – O Ministério Público (MP) – com certo atraso, é verdade – ajuizou uma ação onde pretende desfazer o negócio (seja lá qual tenha sido), devolvendo ao poder público o espaço ora ocupado pela iniciativa privada. O rebu será grande.

*

QUIPROQUÓ SOBRE O CORREDOR CULTURAL 04 – Sinto que o espaço só voltará para o poder público se a iniciativa do MP for açambarcada pela prefeitura municipal, imprensa e vereadores, o que acho muito difícil. Desde tempos imemoriais sabemos que no Brasil o poder econômico determina o poder político.

 *

PROVA CICLÍSTICA – A prefeitura de Mossoró, através da Secretaria de Municipal de Esporte e Lazer, publicou na edição 523a, do Jornal Oficial de Mossoró, o decreto nº 5476 que institui a 70ª edição da Prova Ciclística Governador Dix-sept Rosado. Neste ano de 2019, a prova acontece nos dias 20, 21 e 22 de setembro e está inserida dentro da programação comemorativa dos festejos abolicionistas de Mossoró.

A Prova Ciclística Governador Dix-sept Rosado é uma das mais antigas do país e é reconhecida pela participação efetiva de diversos ciclistas dos mais diferentes estados, chegando a um contingente de quase 500 bicicletas por edição. No ano passado retornou ao calendário de competições oficiais da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC). Com o ranqueamento, a prova passou a contar pontos para o campeonato brasileiro.

O regulamento com o período de inscrições, categorias e todas as informações sobre a prova, será divulgado nos próximos dias.

*

IMAGEM – Acima, poda realizada nas árvores localizadas no canteiro da Rua Dix-huit Rosado, no município de Governador Dix-sept Rosado. O registro fio feito na quarta-feira (21). Na imagem aparecem cinco ou seis árvores, mas a poda foi feita em aproximadamente 20.

Creio que os galhos e folhas voltarão a crescer, mas era mesmo necessário “pelar” as árvores? Uma cidade tão quente.

*

FUNDO AMAZÔNIA 01 – Criado em 2008, o Fundo Amazônia, gerido pelo BNDES, é alimentado por vários países do mundo, especialmente europeus, que depositam quantias significativas para que o governo brasileiro invista na preservação da Amazônia. Os países que mais investem são Alemanha e Noruega, responsáveis por 80% dos valores depositados.

*

FUNDO AMAZÔNIA 02 – A liberação do dinheiro é feita através da aprovação de projetos. Estudo recente verificou que 70% dos projetos aprovados partiram do governo federal, de estados e de municípios, e 30% partiram de Organizações Não Governamentais (ONGs). Cada projeto é bastante fiscalizado, inclusive por etapas, de modo que o dinheiro só é liberado para a etapa seguinte se a anterior tiver sido cumprida.

*

FUNDO AMAZÔNIA 03 – No início de junho o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, sugeriu que utilizaria os recursos do Fundo Amazônia para pagar indenizações a fazendeiros e grandes proprietários de terra que tiveram seus imóveis desapropriados para reflorestamento (unidades de conservação).

*

FUNDO AMAZÔNIA 04 – Ao serem informados das pretensões do novo governo, os países suspenderam o envio dos recursos. No caso da Noruega, R$ 134 milhões.

De fato, os fazendeiros merecem ser indenizados pela desapropriação de seus imóveis, mas o Fundo Amazônia foi criado para um fim bem diverso: preservar a Amazônia e o meio ambiente, através de projetos que demonstrem detalhadamente sua eficácia.

*

FUNDO AMAZÔNIA 05 – O curioso é que o governo federal tem R$ 1,8 bilhão em caixa para pagar as indenizações. Pelo jeito, o governo quer que todo dinheiro destinado à preservação da floresta amazônica seja utilizado para pagar aos fazendeiros e grandes proprietários.

*

PRA SE EMPANTURRAR – O Thermas Hotel & Resort sediará amanhã o Carne & Sal Mossoró BBQ, o maior evento de carnes especiais já ocorrido em Mossoró, com 18 estações contendo os mais diversos cortes (Haja Sal Eno), como costelão, maminha sindbolk, ancho, salmão na tábua, galinhada, costelinha suína, assado de tiras e suíno inteiro.

O evento começará às 13h e se estenderá até às 21h, com animação do DJ New Vibe, Frequência 02, André Luvi e o sambista Everaldo Rodrigues.

As carnes e as cervejas já estão incluídas no valor do ticket. E a cerveja não é Itaipava em lata não, é Heineken. A organização botou pra arregaçar. Oito horas de carnes especiais e cerveja Heineken. Dá pra você?

Tickets à venda no restaurante Tchê e na agência MM8.

*

NÃO, NÃO SÃO OS DEUSES – O primeiro homem, ao menos no mundo ocidental, a acreditar que os fatos e acontecimentos do cotidiano não vinham da vontade dos deuses foi o filósofo grego Tales de Mileto, isso lá pelo século V a.C. Para tentar entender o porquê dos acontecimentos, ele criou a Escola de Mileto, onde buscava as explicações racionais para os fatos que as pessoas julgavam ser decisões dos deuses. Seu principal discípulo foi Anaximandro.

Imagine o reboliço que esse homem deve ter causado na época.

*

LA CASA DE PAPEL – A série, que virou febre mundial, teve a terceira temporada lançada há algumas semanas na Netflix. São oito episódios de tirar o fôlego, mantendo o mesmo nível das temporadas pretéritas. Diferentemente de Prison Break, a série não ficou saturada nessa terceira fase. Continua com o mesmo roteiro eletrizante. Resta agora aguardar a quarta temporada, que já foi gravada, mas não tem data pra exibição.

*

AGOSTO LARANJA – No calendário anual de prevenção a doenças, estamos no agosto laranja, que nos alerta para a esclerose múltipla, uma doença neurológica que compromete o comando de várias funções do cérebro, causando cegueira, formigamento em membros, paralisia em parte do corpo, fraqueza muscular, dores articulares, entre vários outros sintomas. O diagnóstico é feito através de exame de imagem. A doença não tem cura, mas há medicamentos e terapias para frear o avanço dos sintomas.

*

CIÚMES – Desconfiança extrema sem motivo aparente, olhar celular e e-mails, ligar a todo momento para saber onde o parceiro está e com quem, cheirar roupas, fuçar a fatura do cartão de crédito, achar que a pessoa está se arrumando demais, desconfiar de qualquer atraso. Esses são sintomas do chamado ciúmes doentio. Para alicerçar sua neura, o ciumento cria fatos inexistentes, sem base em acontecimentos reais. Está acontecendo isso no seu relacionamento? Estão é hora de repensa-lo. Todos precisam de individualidade e liberdade.

*

O NORMAL – O ciúmes normal é aquele decorrente de um fato concreto e real, tipo você ir buscar a esposa no trabalho e encontra-la aos sorrisos com outro. Nessa situação pode até haver um episódio de ciúmes, mas que logo cessará se ficar provado que não havia nada demais ali. O ciumento doentio não precisa de motivos específicos, sua desconfiança é constante, 24 horas por dia, sete dias por semana. Alguns acham que tem a ver com baixa autoestima.

*

TRANSPLANTE DE ÓRGÃOS (DADOS) – 34 mil brasileiros aguardam por um transplante de órgãos, que no Brasil é regulado pelo Sistema Único de Saúde (SUS); temos o maior sistema público de transplante de órgãos do mundo; das famílias abordadas após o falecimento de um paciente, 57% autorizam a doação dos órgãos; o Irã é o único país do mundo que autoriza a venda de órgãos; no país persa, um rim chega a custar R$ 19 mil; no Brasil há um mercado ilegal de venda de órgãos, onde um rim é negociado por até R$ 200 mil; o SUS gasta R$ 68 mil a cada transplante de fígado; do total de transplantes, 67% é de rins.

*

MESMO RESULTADO – A pessoa que pratica atividade física desde a adolescência tem 36% menos chances de morrer entre os 50 e 70 anos. Para os que começam a praticar atividade física após os 40 anos, essa percentagem é de 35%, ou seja, quase a mesma. Então, não faz muita diferença se você começar a praticar natação aos três anos ou começar no pilates aos 40. Os dados são de um estudo do Instituto Nacional do Câncer dos EUA.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

DIX-SEPTIENSE GANHA MEDALHA DE OURO EM OLIMPÍADA NACIONAL DE HISTÓRIA.

1

Foi realizada no último fim de semana, dias 17 e 18, a 11ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em São Paulo.

A olimpíada contou com um número inicial de 73 mil inscritos, de todo o Brasil, mas apenas representantes de 12 estados conseguiram as 75 medalhas oferecidas. O Nordeste foi o grande vencedor, levando 58 medalhas, com destaque para o Rio Grande do Norte, que conseguiu 20, sendo 04 de ouro, a maior quantidade da competição.

Entre as medalhistas de ouro está a dix-septiense Lara Rodrigues, filha de Valderi Rodrigues, sobrinha-afim da professora Lourdinha. Grande orgulho.

Vale destacar que das 20 medalhas conquistadas pelos potiguares, 19 são de alunos do IFRN.

O resultado não deixa de ser um tapa-na-cara de quem vê o Nordeste como um celeiro de pessoas incultas. Mostramos que somos fortes quando se trata de conhecimento.

Para maiores detalhes clique aqui.

Racionalidades – 59ª edição.

0

FUMO PASSIVO – Desde 2000 algumas leis municipais e estaduais proíbem o consumo de cigarros em ambientes públicos fechados. Somente em 2016 a lei passou a ser federal. Um estudo do Instituto Nacional de Câncer (Inca) calcula que nestes 16 anos a vida de 15 068 crianças com menos de um ano foram poupadas em razão desta proibição, e que 10 091 bebês poderiam ter sido salvos caso a lei já valesse em todo o Brasil desde 2000.

No mundo, o fumo passivo mata 880 mil indivíduos todos os anos. Desses, 54 mil têm menos de 04 anos de idade.

*

É CHATO – Ninguém gosta de inalar fumaça alheia, especialmente quem não fuma. Há aqueles que puxam um cigarro da carteira e, antes de acendê-lo, perguntam se alguém se incomoda. Para evitar constrangimento, todos dizem que não se incomodam, apesar de todos se incomodarem. Essa pergunta não deveria existir. O fumante deveria se tocar e se levantar para fumar, preferencialmente num lugar longe e bem ventilado.

*

GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO – O deputado federal Benes Leocádio, líder estadual do PRB, estará amanhã (10) no município de Governador Dix-sept Rosado, onde participará do ato de filiação do ex-prefeito Gilberto Martins ao partido, assim como os correligionários deste, especialmente o vice-prefeito Sanimarcos Firmino, atualmente rompido com o prefeito Antonio Bolota (PHS).

O evento será na residência de Sanimarcos, entre 9h e 12h, e deverá contar com um bom número de participantes. A ideia é formar um grupo forte para as eleições do ano que vem.

Gilberto Martins sempre foi filiado ao MDB, era considerado um integrante histórico, mas foi afastado da direção do partido por uma decisão do deputado federal Walter Alves, que entregou o comando do partido ao grupo do prefeito Antonio Bolota (PHS). A única saída do ex-prefeito foi mudar de sigla, apesar de sua relação histórica com o MDB.

*

OS VALE – Ainda não há definição acerca do destino do grupo político liderado pelo ex-prefeito Adail Vale (PSB). Alguns falam que o grupo lançará candidato próprio, que poderá ser Isaura Rosado, nora de Adail, ou o filho dele, Arthur Vale. Há ainda a possibilidade de o grupo apoiar uma possível candidatura do vereador Brejeirinho (PSB) a prefeito.

*

ZÉ EMÍDIO – Correndo por fora está o ex-vereador Zé Emídio, aliado histórico do ex-prefeito Gilberto Martins, mas que decidiu não acompanha-lo nesta ida ao PRB, e também optou por não ficar no MDB, o que significaria se aliar ao grupo do prefeito Antonio Bolota (PHS). Desta forma, decidiu marchar em caminho próprio, filiando-se ao Solidariedade. É pré-candidato a prefeito.

*

LANICE FERREIRA – A ex-prefeita, outra aliada histórica de Gilberto Martins, permaneceu no MDB, ou seja, optou por ficar com o prefeito Antonio Bolota.

*

DOCUMENTÁRIO – Após sugestão do amigo Ricardo Costa, assisti à Privacidade Hackeada, um documentário que conta como a extinta empresa Cambridge Analytica manipulou os resultados de eleições mundo afora a partir do uso das redes sociais, especialmente as eleições do Brexit, na Europa, e a dos Estados Unidos, que elegeram Donald Trump para ser presidente do país.

A empresa usava dados do Facebook para manipular perfis e induzir os cidadãos a votarem de acordo com os interesses dos contratantes, o que foi um grande escândalo à época.

A tática foi utilizada em vários países do mundo, segundo o documentário, com alguma variação entre um e outro caso. O filme cita o Brasil, por exemplo, dizendo que em nosso país a tática foi o uso de fake news via WhatsApp., tática esta que se mostrou exitosa, vez que Bolsonaro venceu as eleições.

O documentário se baseia especialmente no depoimento de Brittany Kaiser, que foi um dos principais nomes da Cambridge Analytica.

*

ORGULHO – Em 1947, a Organização das Nações Unidas (ONU) se reuniu em Nova York (EUA) para decidir acerca da partilha da Palestina entre árabes e judeus, no que muitos consideram uma das reuniões mais importantes da organização, se não a maior.

Por 33 favoráveis, 13 contrários e 10 abstenções, a partilha foi aprovada, e consequentemente criado o Estado de Israel, que teve David Ben-Gurion (1886-1973) como primeiro chefe de governo.

Essa importantíssima reunião foi presidida pelo diplomata brasileiro Oswaldo Aranha (1894-1960), que utilizou de sua larga experiência para costurar o difícil acordo que culminou com a partilha da Palestina, outrora comandada pelo Reino Unido.

Muitos consideram Aranha o principal responsável por tal feito, tanto é que ele foi indicado para o Nobel da Paz de 1948, no entanto, o prêmio naquele ano foi cancelado em razão do falecimento de Mahatma Gandhi.

Oswaldo Aranha nasceu em Alegrete (RS). Antes de ser embaixador do Brasil nos EUA ele foi deputado federal, secretário de Estado no Rio Grande do Sul, ministro da Justiça e ministro das Relações Exteriores.

Há várias publicações contando sua história. Vale à pena escolher uma e ler.

*

INSTAGRAM – Matéria de capa publicada na edição do último domingo do jornal Correio, de Salvador (BA), tratou da rede social Instagram, especialmente sua superficialidade, distanciamento da realidade e nocividade. Segundo a matéria, o Instagram pode causar ansiedade, depressão, solidão, dificuldades para dormir, distúrbio de autoimagem, bullying e FoMo.

FoMo (Fear of Missing Out) é uma doença nova, pós-redes sociais, significa algo como “medo de ficar de fora”. O usuário fica apreensivo quando não está conectado, com receio de estar perdendo algo, o que causa irritabilidade, ansiedade, estresse etc.

“Baseado prioritariamente em imagens, os posts no app podem aparentar uma vida perfeita, mas não é bem assim”, diz trecho da matéria, que em seguida cita o caso de Whindersson Nunes, dono do perfil mais exitoso do Brasil, com 32,3 milhões de seguidores, que sofre as consequências de uma grande depressão.

Segundo a matéria, a rede social menos nociva é o Twitter, que é basicamente um espaço para informações e debates, onde o número de likes não é um fim em si mesmo.

*

OMISSÃO DE LIKES – Ainda na matéria do Correio, um especialista em mídias digitais aponta a possível razão de o Instagram não exibir mais o número de likes das postagens. Segundo ele, estava havendo uma discrepância muito grande entre os números de seguidores dos perfis e o de curtidas nas postagens. Havia perfis com 10 mil seguidores que só tinham 100 curtidas nos posts, por exemplo, o que sugeria ao mercado que a rede não estava mais interessando ao público, que estava havendo queda de audiência. Assim, a omissão dos likes foi a forma encontrada para ocultar um suposto declínio da rede.

*

NOVIDADE NAS ACADEMIAS – Pródigas em lançar novas modalidades e métodos de atividades físicas, até mesmo para vencer a monotonia, as academias começam a aplicar a eletroestimulação muscular, que promete resultados bem maiores do que os exercícios tradicionais, apesar de as atividades durarem bem menos tempo e serem bem mais leves.

O segredo está na roupa utilizada, repleta de eletrodos que, supostamente, potencializariam os resultados dos esforços. Assim, um exercício leve (saltos, agachamentos…) de 20 minutos equivale a um exercício puxado de 1h30.

A novidade ainda não chegou a Mossoró.

*

ISRAEL – Diferentemente do que pode pensar o vulgo, Tel Aviv, capital de Israel, é uma cidade bem “moderninha”, com muitas baladas, restaurantes, boates etc. A Parada do Orgulho LGBTQI+ de lá é uma das maiores e mais tradicionais do planeta. A primeira edição ocorreu em 1979. No ano passado foram 250 mil participantes. Você sabia disso?

*

30 ANOS SEM O MALUCO BELEZA – No dia 21 de agosto de 1989, aos 44 anos, Raul Santos Seixas foi encontrado morto em seu apartamento, na Rua Frei Caneca, 101, bairro da Bela Vista, em São Paulo. A causa da morte foi parada cardíaca e respiratória, causada por um coma diabético proveniente de uma pancreatite aguda.

A obra preciosa do baiano Raul Seixas está distribuída nos 21 discos originais que gravou e nas incontáveis coletâneas que são lançadas anualmente. A vida do menino Raul mudou completamente aos 13 anos, quando sua família decidiu se mudar do interior para a capital da Bahia. A família Seixas passou a morar vizinho ao Consulado Americano em Salvador. Nas horas vagas, o “moleque maravilhoso” ia até o consulado e ficava ouvindo o mais puro rock americano, achava aquelas músicas envolventes e não entendia como elas ficavam restritas apenas àquele prédio. Assim, Raul passou a interpretar as músicas que ouvia no consulado para seus colegas de classe. Algumas mães de alunos exigiram que seus filhos ficassem longe daquele menino que parecia estar tendo ataques de epilepsia.

A carreira de Raul Seixas foi cheia de altos e baixos, sobretudo pelo seu estilo de vida e pelo vício em bebidas alcoólicas. No entanto, as letras de suas músicas são verdadeiros pensamentos filosóficos. Será difícil o Brasil produzir novamente um ícone como Raul Seixas.

*

COMEMORAÇÃO – Vários eventos Brasil afora serão realizados para lembrar os 30 anos da morte do Maluco Beleza. No Rio Grande do Norte as maiores homenagens ocorrerão em Ceará-Mirim, cidade que anualmente reúne raulseixistas para celebrar a data. Mossoró, contudo, não deixará a data passar em branco.

No dia 20 de agosto será realizado no Teatro Municipal Dix-huit Rosado o show “O Início, o Fim e o Meio”, com a banda Corcel 73, que tem a frente o cantor Airton Cilon, conhecido fã e divulgador da obra de Raul Seixas em Mossoró e região.

Os acessos, que custam apenas R$ 10,00, estão sendo vendidos no Balu Restaurante (Shopping Boulevard), Rust Café (Rua Francisco Isódio) e na lojinha de artesanato que funciona na Praça da Convivência.

*

ESPETÁCULO INFANTIL – Fenômeno entre a criançada, as bonecas LOL também são atrativas por possuírem uma embalagem surpresa que somente ao serem abertas o seu personagem é desvendado. No embalo desta magia, surge o espetáculo PARTY DOLLS – O MUSICAL.

Queen Be, Splash Queen e Unicorn querem dar uma festa incrível para conhecer a nova turma. Para isso, elas precisam da ajuda dos seus amigos e vão contar com o apoio da Lux 24 Kilates, do PANK BOY e da BALL MAGIC que trará 7 surpresas para serem desvendadas. Todos vão embarcam nessa aventura fantástica, cheia de luz e muita diversão.

 O espetáculo traz músicas originais acessadas por milhões de fãs no CANAL no YOUTUBE da companhia ERA UMA VEZ e também aborda temas como o BULLYING, as DIFERENÇAS, a AMIZADE e o COMPANHEIRISMO.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

Racionalidades – 58ª edição.

0

O VÍDEO DE BETO ROSADO – O maior destaque na imprensa local na última semana foi um vídeo postado pelo deputado federal Beto Rosado (PP) em suas redes sociais onde ele trata da indústria salineira local. Antes de tratar do teor do vídeo, é necessário fazer um pequeno histórico.

Em 2011, o governo Dilma Rousseff (PT) publicou uma medida que desestimulava a entrada do sal chileno em nosso país, tornando o mercado plenamente favorável ao sal local, que praticamente ficou sem concorrência. Os salineiros andaram em céu de brigadeiro até 2018, quando o governo Temer (MDB) suspendeu essa medida por um ano.

Os empresários acreditaram que o atual presidente, Jair Bolsonaro (PSL), iria revogar a suspensão assinada por Temer, mas ele fez exatamente o inverso, a prorrogou, em decreto assinado no dia 12 de julho.

Desta forma, as taxações etc ao sal chileno aplicadas no governo Dilma estão suspensas, o que torna o sal chileno muito barato, prejudicando assim a indústria salineira local.

Em entrevista a órgãos de imprensa locais, o diretor executivo do Sindicato de Moagem e Refino do Sal do RN (Simorsal), Renato Fernandes, demonstrou preocupação com a medida, que afetará uma indústria que emprega mais de 10 mil pessoas. Disse ainda que procurará – tecnicamente – convencer o governo a mudar sua decisão.

O diretor-executivo do Simorsal fez questão de frisar nas entrevistas o apoio que o setor vem recebendo da deputada estadual Isolda Dantas, da deputada federal Natália Bonavides e do senador Jean-Paul Prates, todos do PT.

Pois bem, vamos voltar ao vídeo postado pelo deputado federal Beto Rosado (PP). Nele, o parlamentar – contrariando o discurso geral – disse que a indústria salineira não está sofrendo, que tem condições de concorrer com o sal chileno, que estão criando uma celeuma que não existe, que a indústria está tranquila, e que foram os governos de esquerda que tentaram destruir o comércio de sal local. Os fatos mostram exatamente o contrário de tudo isso.

O vídeo do deputado Beto Rosado (PP) foi considerado um desserviço pelo diretor-executivo da Simorsal. Ora, todo mundo tentando mostrar ao governo federal as dificuldades que a indústria salineira enfrenta em razão da concorrência com o sal chileno, aí vem Beto Rosado (PP) e posta um vídeo dizendo que a indústria do sal está de vento em popa.

Esse vídeo pode muito bem ser utilizado pelo governo federal para contra argumentar diante dos defensores da revogação da medida.

Ninguém entendeu o porquê de o deputado federal Beto Rosado (PP), que reconhecidamente sempre defendeu a indústria salineira, ter publicado um vídeo cheio de informações – no mínimo – equivocadas.

Para ver o vídeo clique aqui.

*

ADUTORA APODI-MOSSORÓ – Esta semana tive a oportunidade de conversar com um servidor da Caern que acompanha a construção da adutora Apodi-Mossoró. Ele me relatou os obstáculos para que a obra saia do papel. De prima, disse que a água que atravessará a adutora não virá da barragem de Santa Cruz, mas sim de quatro poços profundos construídos no sítio Carrasco, em Apodi, isso porque o prefeito da cidade, à época do início das obras, agiu para impedir que a agua fosse tirada da barragem Santa Cruz, do que ele tem certa razão.

Com a construção dos quatro poços profundos, esse primeiro problema foi contornado. O segundo problema envolve desentendimentos entre a Ecocil, empresa responsável pelas obras, e o governo do Estado, o que findou por paralisar os serviços. Muito provavelmente será aberta outra licitação para a conclusão da adutora.

O terceiro problema tem a ver com a prefeitura de Mossoró, que ainda não declarou de utilidade pública a área que será utilizada para colocar os últimos tubos e equipamentos da adutora. Esse decreto é um documento essencial para que a Caern possa iniciar o processo de desapropriação.

Esses são apenas os maiores problemas, há outros, como a negativa da Itapetinga Agro Industrial em ceder meros 225 m² de um terra não usada e improdutiva para que a Caern coloque um equipamento chamado Tau, essencial para o funcionamento da adutora.

Em suma, é muito difícil essa obra ser concluída, infelizmente.

*

FEIJOADA BENEFICENTE – No início dos anos 90 foi instalada na Rua João Pedro da Costa, bairro Nova Betânia, a Paróquia de São Paulo Apóstolo, oriunda do Movimento Cursilho de Cristandade, que funcionava no mesmo local. A criação formal ocorreu em 25 de janeiro de 2009, com a assinatura do Decreto nº 02/2009, pelo bispo diocesano Dom Mariano Manzana.

Desde os seus primórdios a paróquia vem crescendo através da ajuda de membros da comunidade. Assim, para avançar mais uma etapa em seu crescimento, desta feita para reforma do altar e troca do sistema de som, os responsáveis pela paróquia estão organizando uma feijoada, a ser realizada na Chácara do Seu Ari, na Rua Dona Lindinha Falcão, a mesma do West Flat.

O bilhete custa R$ 10, com direito a feijoada, refrigerante e sorteio de prêmios. O evento será no próximo domingo (04), a partir das 11h30.

*

JACTÂNCIA – Uma das maiores virtudes do ser humano é a humildade. De forma contrária, a imodéstia e a vaidade exacerbada representam o que de pior existe nestes seres que Deus criou no sexto dia. A soberba, mal sabem, arruína vidas e afasta amigos, além de afugentar o “aperto de mão de um possível aliado”. Invariavelmente, o mais arrogante dos homens descobrirá – um dia – que a necessidade é maior do que a pose.

*

FUNÇÃO – Alguém precisa avisar aos vereadores de Mossoró qual a verdadeira função de um legislador municipal. Alguns deles, sobretudo os que dizem amém à prefeitura, costumam cobrar melhorias apenas nos serviços de competência do governo estadual, como se os serviços municipais nas áreas de saúde e educação, por exemplo, estivessem às mil maravilhas.

*

MOSCA SEM ASAS – O cidadão às vezes mostra revolta com a falta de segurança nas ruas, com a precariedade do sistema de saúde pública e com a baixa qualidade do ensino público, mas, como diz a música do Skank, essa indignação pode ser comparada a uma mosca sem asas, “que não ultrapassa a janela de nossas casas”. É uma revolta que se resume a filas de bancos, ligações para programas de rádios e conversas de botequim. São poucos os que fazem algo de concreto para fiscalizar a aplicação do dinheiro público.

*

CAUSO – Apesar da seriedade do tema corrupção, há algumas situações hilariantes. Certa feita, um político oposicionista da cidade de Governador Dix-sept Rosado saiu às ruas dizendo que o prefeito da época havia embolsado um cheque recebido do governo federal para construir uma obra pública. O caso foi levado às barras do Judiciário. Na audiência, o autor da suposta calúnia se defendeu dizendo que o verbo embolsar significava “colocar no bolso”, e que o prefeito fez isso quando recebeu o cheque. “O gerente do banco é minha testemunha”, disse. E assim, alicerçado na literalidade do termo, o processo foi arquivado.

*

POLÍTICA EM MOSSORÓ – Sobe, desce, estica, encolhe, engorda, emagrece, vai, vem, grita, silencia, anda, para, pede, manda, aceita, esbraveja, discursa, assanha, penteia, implora, exige, assume, apoia, discorda, esquece, lembra, guarda, queima e comunga. Mudam-se os atos (e lados), mas os atores são sempre os mesmos. O público, abobalhado, mantém-se fiel ao espetáculo.

*

AME EM SILÊNCIO – A paixão, quando mal tratada, pode se transformar num suplício de vida. Quem não tem um amigo ou amiga vivendo uma paixão? As pessoas ficam irracionais, só falam de seu amor, não raciocinam, não sentem que estão incomodando, pensam que todos querem saber de suas aventuras e chiliques. Será que não podemos controlar os efeitos da paixão (vez que a paixão em si é incontrolável)? Não podemos conversar com outras pessoas sem citar o nome do(a) parceiro(a)?

E aquela pessoa que é abandonada por quem se está apaixonada? Arre! Insuportável. Chega-nos cheias de porquês. Será que não agi corretamente? Fui muito pegajoso(a)? Meu amor ainda voltará? Será que ainda me queres? Quanta perturbação!

Curta sua paixão. Pronto. Não precisamos ficar ouvindo derretimentos alheios para pessoas alheias. Por que essa de “te amo e vou gritar para todo mundo ouvir”? Fique no “te amo calado, como quem ouve uma sinfonia”. É melhor para todos.

*

VELHACA – Nesses dias, uma senhora chegou pra mim e comentou sobre uma ação de cobrança em que ela figura como devedora. Disse-me que somente não pagou e nem pagará a dívida em razão do “desaforo” da credora. “Ela foi me cobrar lá no colégio onde trabalho. Aquela bicha é muito desaforada mesmo. Tá aqui que eu pago”, disse. Esse povo inventa cada uma para não quitar seus débitos.

*

FRASE“A única maneira de conservar a saúde é comer o que não se quer, beber o que não se gosta e fazer aquilo que se preferiria não fazer.” (Mark Twain)

*

ANIVERSÁRIO – Dedico o post de hoje ao servidor público federal aposentado Wilson Rosado Guimarães, que amanhã alcançará os 75 anos de vida. Ele é filho de Francisquinho Rosado, ex-prefeito de Governador Dix-sept Rosado, e descendente da senhora Herculana Rosado, cuja prole deu origem aos chamados “Rosados de Governador”. É um homem que traz muita história em seu DNA, pai do meu dileto amigo Alexandre Guimarães, que nutre pelo seu genitor um carinho imensurável, o que causa a admiração de todos. Que a data seja festejada com a pompa que merece. Parabéns.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

Racionalidades – 57ª edição.

0

FORÇA E FÉ – Ontem, por volta das 6h30, me deparei na BR-304, altura da entrada para a cidade de Governador Dix-sept Rosado (RN), com o operador de máquinas Valdeni Pinheiro Alves (foto acima). Curioso, pedi para ele parar, a fim de conversar um pouco, saber que desafio ou mensagem ele trazia.

Valdeni então me disse que era amazonense de Humaitá, e que pela terceira vez estava cumprindo um desafio de percorrer todas as 27 capitais do país, perfazendo um trajeto total de aproximadamente 21 mil quilômetros. Nas outras duas vezes o seu feito foi registrado como recorde no Ranking Brasil. Ele tenta, então, bater um novo recorde e quem sabe chegar ao Guinner’s Book.

Valdeni começou o atual desafio em 05 de maio e pretende terminar no final de agosto. Ontem ele vinha de Fortaleza (CE) e ia com destino à Natal (RN). Disse-me que já tinha percorrido 13 capitais.

O ciclista me disse que esse desafio serve também de incentivo para as outras pessoas, e que a fé e a força de vontade podem levar a qualquer lugar. Fez questão de frisar que fazia isso pela mãe e pela filha.

  *

ELEITORADO – Mossoró tem 295 mil habitantes e 174 mil eleitores. Assim, o eleitorado corresponde a 59% da população. Como não temos 41% da população abaixo dos 16 anos, fica claro que há muita gente que reside em Mossoró, mas tem domicílio eleitoral em outra cidade, geralmente no seu município de origem.

Se parte desse eleitorado transferisse seu domicílio eleitoral para Mossoró, poderíamos alcançar 200 mil eleitores já nas próximas eleições, o que garantiria a realização de segundo turno caso o primeiro colocado à disputa para prefeito não alcançasse 50% mais um dos votos válidos.

Essa transferência de domicílio eleitoral de outras cidades para Mossoró seria muito bom para a oposição e bastante prejudicial à prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

Com a oposição fragmentada, ela deverá ganhar fácil numa disputa com turno único. Já numa disputa em dois turnos, a tendência seria a aglutinação dos votos da oposição no segundo turno, o que poderia acarretar a derrota da prefeita.

Assim, uma das frentes de batalha da oposição deveria ser convencer as pessoas que moram em Mossoró, mas que votam em outras cidades, a transferirem seus domicílios eleitorais.

*

SEM AÇÃO – Um leitor procurou o blog para mostrar sua total insatisfação em relação ao trabalho (ou falta dele) da secretaria municipal de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito. Ele falou especificamente do setor de Mobilidade Urbana.

Ele quer saber por qual razão o órgão permite que estabelecimentos comerciais transformem suas calçadas em estacionamentos e afins, mitigando assim o direito de ir e vir das pessoas, especialmente dos idosos e portadores de necessidades especiais. Ele citou como exemplos as avenidas João da Escóssia e Presidente Dutra, com muitos estabelecimentos comerciais que avançam para as calçadas.

Eu acrescento um caso que eu acho bem singular, a da pizzaria La Goccia Blu, que transformou a calçada em propriedade privada, inclusive cercando-a. Atualmente, o acesso à calçada só é permitido aos frequentadores, rol que inclui a prefeita e vários de seus assessores.

O pedestre tem que andar pela pista de rolamento, uma avenida estreita e bem movimentada, tudo para garantir a comodidade dos frequentadores do local ficarem na calçada.

*

DOIS PESOS… – Coincidentemente, conheço o caso de um comerciante do ramo de alimentação que foi notificado para retirar uma fila de mesas e cadeiras da calçada do seu estabelecimento, a fim de liberar a passagem de pedestres, sob pena de multa e até de fechamento do local. Concordo com a atitude dos fiscais da prefeitura, só não entendo a razão que os leva a fiscalizar uns e se fazerem de cegos para outros. Por que será, hein?

*

A IMPORTÂNCIA DO PROFESSOR – Um estudo realizado pelo Instituto Nacional de Pesquisa Econômica e Social, com sede na Grã-Bretanha, cruzou os dados referentes a salários e grau de respeitabilidade dos professores em vários países do mundo. Nesta pesquisa o Brasil ocupou o inglório último lugar. Tanto o salário como o índice de respeito ficam próximos da base.

Há situações curiosas.

Na China, o salário médio de um professor fica abaixo do aplicado no Brasil, no entanto, eles são bastante respeitados. O prestígio dos professores na sociedade chinesa equivale a de um médico.

Já a Suíça paga o maior salário médio a professores no mundo, mas eles não são tão prestigiados pela sociedade. Só 20% dos pais querem que seus filhos sejam professores.

*

DINHEIRO NO RALO – Os australianos são o povo que mais perde dinheiro em apostas e jogos de azar, US$ 958 por ano.

*

GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO – Será nesse fim de semana a 3ª Festa do Produtor Rural do município de Governador Dix-sept Rosado. A partir das 7h de hoje começará a entrada dos animais, que durará todo o dia. Às 20h30 ocorrerá a abertura oficial do evento, e em seguida algumas atrações musicais para embalar os presentes.

A programação continua amanhã a partir das 6h, conforme programação acima.

O prefeito Antonio Freire (PHS) espera receber um bom público, a exemplo das edições pretéritas. Trata-se de um evento com a cara do atual gestor, que sempre faz questão de frisar sua origem campesina, seu gosto pela visa rural.

O blog deseja sucesso.

*

OLHOS QUE CONDENAM – A série Olhos que Condenam, disponível na Netflix, retrata um caso real de racismo e perseguição policial ocorrido nos Estados Unidos em abril de 1989. No caso, uma mulher foi encontrada desacordada, após ter sido espancada e violentada sexualmente. Ela não se recorda de absolutamente nada.

A polícia de Nova York, sem prova nenhuma, comunica à sociedade que cinco rapazes negros do Harlem foram os responsáveis pelo crime. De fato eles estavam no Central Park na noite do ocorrido, mas não há nenhuma evidência da participação deles no episódio. Apesar disso, a polícia resolveu apontá-los como os responsáveis pelo delito.

O então empresário bilionário Donald Trump paga espaços nos jornais e TVs para pedir a pena de morte para os jovens acusados. Eles vão a julgamento e são condenados. O miolo da série mostra o cotidiano dos rapazes nas penitenciárias, o quanto que sofreram.

Apenas em 2002 a verdade veio à tona e a inocência dos “Cinco do Central Park” foi reconhecida. Para saber como se deu assista à série, que só tem quatro capítulos.

*

SANGUE COR DE ARCO-ÍRIS – O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ-RN) proibiu o estado de inabilitar doador de sangue em razão de sua orientação sexual. Em 2010, um homem se apresentou para doar sangue numa das unidades do Hemocentro, mas seu sangue não foi colhido em razão de ele ter dito que havia transado com pessoa do mesmo sexo nos últimos doze meses.

Inconformado, ele levou o caso ao Judiciário. A decisão do TJ-RN foi dada na última quarta-feira, onde a Primeira Câmara Cível, à unanimidade, determinou que o estado colha o sangue do doador, sob pena de pagamento de multa de R$ 5 mil por cada negativa. O relator do caso foi o desembargador Cornélio Alves.

*

FALANDO NISSO – Dia desses o blog foi procurado por uma ativista do movimento LGBTQI+ em Mossoró. Ela afirmou que o grupo está desapontado com a deputada estadual Isolda Dantas (PT), que sempre foi ligada ao movimento. Segundo a ativista, a deputada tem se negado a atender os pleitos do grupo, mas não especificou bem que pleitos seriam esses.

Ao final, disse ficar surpresa pela falta de apoio de muitos políticos à causa LGBTQI+. “Nosso público não quer dinheiro, queremos apenas algumas ações em nosso favor. É um apoio muito fácil, mas que os políticos não conseguem – ou não querem – enxergar”, disse-me, citando, inclusive, a prefeita Rosalba Ciarlini (PP). “Pôxa, é um apoio de graça e eles não querem”, finalizou.

*

ARDOR – A Carolina Reaper (foto) é a pimenta mais ardida do mundo com base na Escala Scoville, que mede o ardor das várias espécies. Ela alcança 2,2 milhões de pontos nesta escala, seguida da Scorpion, que chega a 2 milhões de pontos. A título de comparação, a pimenta Tabasco alcança 2,5 mil pontos. Por aí você tire. Tem coragem de encarar?

*

MORTES NO TRÂNSITO – Entre 2011 e 2016 morreram, em média, 42 781 pessoas por ano no Brasil em decorrência de acidentes de trânsito. São 117 óbitos por dia.

Com base nesses números, que se assemelham a de países em guerra, não convém nenhum tipo de afrouxamento nas leis de trânsito, muito pelo contrário.

No caso específico de radares, dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) mostram que o número de acidentes reduz em até 59% nos trechos onde eles são instalados.

*

NA HORA DO PÊNALTI – Ao abrir seus braços, o goleiro induz o atleta que baterá o pênalti a chutar mais próximo à trave, pois imagina que só aquele canto é inalcançável para o arqueiro. Caso o goleiro fique com os braços juntos ao corpo, esta preocupação não existe, e então o batedor tende a chutar numa área alcançável. Em suma, as estatísticas mostram que a probabilidade de o goleiro segurar um pênalti é maior quando ele fica com os braços rentes ao corpo.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

Racionalidades – 56ª edição.

1

A POLÊMICA DA SEMANA – Um vídeo onde os vereadores Didi de Arnor (PRB) e Maria das Malhas (PSD) aparecem dançando forró na Câmara Municipal causou certo reboliço na cidade. Os dois são embalados por um trio forrozeiro. Deveria ser algum evento alusivo ao ritmo, ou ao São João, sei lá, mas o importante é que a dança dos edis viralizou.

Por mim, a Câmara Municipal de Mossoró se transformaria de vez num espaço forrozeiro, ou até mesmo numa boate. Era bom que nossos vereadores passassem 24h dançando, mas, por ora, quem dança na história é o povo.

Seria bom que a única arte que eles dominassem fosse a dança. O problema está nas outras “artes” que alguns fazem nos gabinetes e corredores.

*

AVIÃO EM TURBULÊNCIA – A banda Aviões do Forró, apesar do amplo sucesso, não anda bem das pernas, financeiramente falando. Segundo matéria do jornal O Povo, a Aviões do Forró Gravações e Edições Musicais Ltda deve R$ 14 milhões só à Receita Federal, decorrentes de sonegações fiscais descobertas ainda na Operação For All, de outubro de 2016.

A empresa também deve R$ 3 milhões em dívidas trabalhistas.

O processo envolvendo a ex-sócia e cantora Solange Almeida é outra dor de cabeça. Ela cobra R$ 5 milhões dos ex-sócios Xand Avião, Isaías Duarte, Carlinhos Aristides e Cláudio Melo. Na ação judicial o ex-sócio Isaias Garcia revelou que no último levantamento feito constatou que a banda tem patrimônio de R$ 6 milhões e dívidas de R$ 25,7 milhões.

Também foi revelado no processo que os sócios tinham um pró-labore médio de R$ 130 mil, e que na maioria das vezes a ex-sócia Solange Almeida terminava o mês devendo à banda, vez que fazia vários “vales” durante o mês.

*

GREVE NO DETRAN – Servidores do órgão, reunidos em assembleia na tarde de ontem, decidiriam que paralisarão as atividades nos próximos dias 23 (terça) e 24 (quarta) de julho. A parada atingirá todas as unidades do estado. Os servidores também decidiram fazer parte da parada geral que ocorrerá, em âmbito estadual, no dia 13 de agosto.

*

FISCALIZAÇÃO – Há aproximadamente dez dias agentes da Polícia Rodoviária Estadual estão fazendo intensas fiscalizações no município de Governador Dix-sept Rosado. As ações eram decorrentes de uma ordem judicial, que os obrigava a fazer quatro fiscalizações por semana na cidade.

Numa decisão data de ontem, entretanto, o juiz de Direito Pedro Cordeiro Júnior determinou a suspensão das fiscalizações. Segundo o magistrado, houve um erro técnico no processo, e em razão disso a ordem não deveria estar sendo cumprida neste momento. Tal erro foi apontado pela assessoria jurídica da prefeitura.

Na decisão, o magistrado esclareceu que nada impedia os agentes de realizarem fiscalizações por iniciativa do órgão. O que deixou de existir foi a obrigatoriedade decorrente de decisão judicial.

É bom reconhecer que o prefeito do município, Antonio Bolota (PHS), trabalhou intensamente para que esta decisão fosse tomada, vez que as constantes fiscalizações estavam causando muito constrangimento e até prejuízo no comércio local.

A decisão foi dada nos autos nº 0000169.45.2008.20.0140.

*

FALANDO NISSO – A Comarca de Mossoró realizará um mutirão de audiências conciliatórias em processos envolvendo o Seguro DPVAT. Serão centenas de audiências entre os dias 19 e 22 de agosto. Tem um processo desses e ele não foi pautado? Procure a secretaria correspondente no Fórum. Pode ser que ainda haja tempo.

*

COLÔNIA DE EXPLORAÇÃO – O colonizador português, encantado com o comércio de açúcar, viu no Brasil uma forma de aumentar seus negócios. Assim, loteou terras para que seus donos pudessem cultivar a cana-de-açúcar e dividir o lucro com o governo português. O povo era apenas um meio para que esse acordo vingasse. Nunca fomos imaginados para ser nação, com todos tendo oportunidade de também usufruir dessa parceira entre os grandes e o governo. Restam-no meras migalhas. 1519 anos depois, o Brasil continua nesse mesmo esquema.

*

SAL CHILENO – Um profissional que trabalha no setor salineiro disse ao blog que não entende essa revolta dos empresários com a Resolução nº 47/2019, do governo federal, que facilita a entrada do sal chileno em nosso país.

“Ora, o setor salineiro apoiou em peso a candidatura de Jair Bolsonaro, que sempre defendeu o livre-mercado, a redução do estado. Ele está cumprindo o que prometeu. Por que o espanto?”.

Exato, resta aos empresários procurarem formas de competir com o sal chileno dentro do que chamam de livre-mercado. Como mossoroense, torço que eles logrem êxito, vez que o setor emprega milhares de pessoas e movimenta consideravelmente nossa economia.

*

GUERRA CONTRA OS PLÁSTICOS – O Parlamento Europeu aprovou em março uma lei que proíbe o uso de canudos, cotonetes, copos, pratos e talheres de plástico em todos os países da União Europeia. A medida valerá a partir de 2021.

*

INIMIGO, MAS NEM TANTO – De uns tempos pra cá os canudos foram transformados em vilões no combate à poluição ambiental, mas ele só representa 0,043% das oito milhões de toneladas de lixo plástico despejados nos mares a cada ano.

*

BOA MARGEM – O lucro da Apple na venda de um iPhone é de 60%.

*

MUDANÇA DE COR – Em grande evento (foto acima), o vereador Alex do Frango acertou sua volta ao PV. Ele estava no PMB. Não entendia a permanência do vereador no PMB, ele sempre teve uma atuação muito forte na defesa do meio ambiente e das questões climáticas e ecológicas, muito preocupado com as 150 milhões de toneladas de plásticos acumulados nos oceanos. Outras duas lideranças também lutavam pela direção do PV em Mossoró: João Gentil (Patriotas) e Fernandinho das Padarias (PRB). O ativista ambiental Alex do Frango ganhou a disputa.

*

MUDANÇA DE COR 2 – Ainda nesta toada, descobri que o vereador Flávio Tácito está filiado ao PC do B. Estou entendendo mais é nada.

*

MUDANÇA DE COR 3 – Num acordo que “saiu bom para ambas as partes”, o deputado estadual Hermano Morais deixará o MDB. Ele vem externando o desejo de disputar à prefeitura de Natal, mas seu partido sempre demonstrou que apoiará a reeleição de Álvaro Dias. Assim, ele está “livre para voar” e montar ninho noutra sigla partidária.

*

INDENIZAÇÃO NEGADA – O juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, negou pedido de indenização por danos morais no montante de R$ 300 mil feito por um bancário preso durante a “Operação Judas”, na qual foram investigados desvios nos pagamentos dos precatórios pelo respectivo setor do Tribunal de Justiça do RN. Embora investigado, o bancário não foi denunciado pelo Ministério Público Estadual. O autor pretendia ser indenizado pelo Estado do Rio Grande do Norte em razão da suposta prisão ilegal e abusiva, além de sua exposição na mídia. Clique aqui.

*

GATO POR LEBRE – O açafrão é extraído dos filetes vermelhos da flor acima, nativa da Ásia Central. Cada flor só produz três filetes na vida. A retirada é manual. Para produzir um quilograma de açafrão são necessários 105 mil estigmas (nome técnico dos filetes). Logo, o que você compra por aí pode ser qualquer coisa, menos açafrão puro.

*

CHICO E TETA – Há aproximadamente um mês fui conhecer a Bodega-Bar Chico e Teta (lê-se Téta), que fica em frente ao Spazio di Vicenza. Virei entusiasta do local, a ponto de sempre estar convidando os amigos para conhecer, e todos eles também gostando muito.

É um ambiente com decoração rústica, que vende produtos do sertão como queijos, bolachas, molhos de pimenta, cachaças, itens de decoração, arroz da terra, farinhas etc. Funciona o dia todo como bodega, e a partir das 14h começa a servir bebidas, às 15h30 a cozinha abre oferecendo petiscos e comidas regionais, como buchada, tripa, panelada, carneiro guisado e caldinho de feijão.

A variedade de cervejas é satisfatória, incluindo a Cacildis, além de chope Cabocla. Nas vezes em que fui elas foram servidas muito geladas.

Os preços das cervejas, cachaças e petiscos são muito bons, aquém dos aplicados nos concorrentes. A Heineken 600 ml, por exemplo, custa R$ 11,50. A Original 600 ml sai por R$ 9,99. Pelo que percebi o tira-gosto mais pedido é o trio nordestino, que consiste em 08 pastéis servidos num pequeno chapéu de palha, acompanhados de molho, ao preço de R$ 17,00.

Já o preço da picanha de cordeiro é muito alto. Trata-se de uma peça de cordeiro que não chega a pesar 400 g, acompanhado apenas com porções minúsculas de vinagrete e farofa, e que custa R$ 54,00.

Também senti que falta uma certa interação do proprietário com os clientes. Já estive lá umas quatro ou cinco vezes e em nenhuma delas o vi abordando um cliente, seja para se apresentar, seja para perguntar do atendimento, ou qualquer outro assunto.

*

DEU CERTO – O primeiro Rock Experience, evento alusivo ao Dia Mundial do Rock, realizado no Thermas Hotel & Resort, foi um grande sucesso. O público roqueiro de Mossoró abraçou mesmo a ideia. As bandas todas muito boas, com destaque para a Time (cover do Pink Floyd) e a Killer Queen (cover do Queen). O ambiente ficou muito aconchegante e bem decorado. Os garçons, maquiados como os cantores da banda Kiss, foram uma atração à parte. A cerveja foi servida estupidamente gelada do início ao fim. Tinha ainda um quiosque da cervejaria Petrus e um bar com drinks e as chamadas bebidas quentes. Uma praça de alimentação também foi montada para os roqueiros “forrarem a barriga”.

A única queixa que ouvi partiu dos fumantes, que queriam um evento em local aberto, vez que “o público roqueiro é majoritariamente fumante”. Também houve um problema para comprar as fichas, formando longas filas, mas nada que não possa ser consertado para o ano que vem.

No geral o evento foi um grande sucesso.

Na foto, Togo Ferrário com a equipe de garçons.

*

O FIM DE UMA LONGA HISTÓRIA – No último dia 10 foi produzido o último fusca da história. O fato marcante para o automobilístico mundial ocorreu na fábrica de Pueblo, no México. O primeiro Fusca foi fabricado em 1938, e de lá pra cá nunca houve interrupção de fabricação. São 81 anos de sucesso, com três gerações do veículo, as quais venderam, juntas, 21,5 milhões de unidades.

A última unidade fabricada (foto acima), na cor Azul Denin, não será vendida. Ela ficará exposta num museu que a Volkswagen mantém no complexo de Pueblo, onde a última unidade foi produzida.

No Brasil, o último Fusca foi fabricado em 1996.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

Racionalidades – 55ª edição.

0

UnP TOMA DECISÃO QUE DESAGRADA FORMANDOS – Uma aluna que colará grau no curso de Direito da Universidade Potiguar (UnP) entrou em contato com o blog para informar uma decisão tomada pela direção da instituição, aos 45 minutos do segundo tempo, que surpreendeu a todos, negativamente.

Segundo a aluna, a UnP disse que havia feito uma parceria com uma empresa chamada Promove, e que esta seria a responsável pela cobertura da solenidade de Colação de Grau dos formandos. De início, informou que cada aluno pagaria um valor de R$ 60,00 (sessenta reais), que seria relativo ao canudo e à beca.

Ocorre que os alunos já tinham contratado a empresa Imagem para todos os atos da formatura, incluindo a Colação de Grau, e que canudos e becas já faziam parte do pacote, assim como a cobertura fotográfica da Colação de Grau, que agora ficará a cargo da Promove, empresa parceira da UnP. Fotógrafos e cinegrafistas de outras empresas nem ao menos poderão ter acesso ao local onde será realizado o ato solene.

Caso os alunos não aceitem contratar a empresa Promove, a UnP deu-lhes duas alternativas: realizar uma Colação de Grau à parte, sem a participação formal da universidade; ou então não fazer a cerimônia, recebendo o diploma na secretaria.

De fato, nunca houve uma regra clara em relação às empresas que cobriam as solenidades de Colação de Grau. O costume era a escolha ficar a cargo dos formandos. A UnP, entretanto, decidiu mudar as regras aos 45 minutos do segundo tempo, com turmas que já pagaram outras empresas. Deveriam ao menos esperar um ano para aplicar a nova regra, vamos dizer assim.

  Caso não haja consenso, muito provavelmente a questão será judicializada, tanto pelos formandos como, possivelmente, pela empresa Imagem, que também foi afetada pela medida, vez que não poderá fazer a cobertura fotográfica da Colação de Grau.

*

ALYSSON BEZERRA – Já publiquei neste espaço o quanto o deputado estadual Alysson Bezerra (SDD) inspira desconfiança, especialmente por parte da esquerda. Na terça-feira (09) ele deu mais um motivo para manterem o pé atrás em relação a ele, que profissionalmente é servidor público federal.

Na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Alysson Bezerra votou favorável à concessão de título de cidadão norte rio-grandense ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), proposta de autoria do Coronel Azevedo (PSL). O projeto de resolução foi aprovado por 4 x 2, com votos contrários de Isolda Dantas (PT) e Raimundo Fernandes (PSDB).

O deputado tem lado e cor bem definidos. Só não ver quem não quer.

*

TERRA ESFÉRICA – No século 2 a.C, o grego Eratóstenes calculou a circunferência da Terra. Para tanto, ele não precisou de equipamentos sofisticados. Valeu-se apenas de uma vara e de muito conhecimento em geometria e astrofísica. Já naquela época ele confirmou que a Terra era esférica e acrescentou que sua circunferência era de aproximadamente 40 mil quilômetros. Estava certo.

*

TRATAMENTOS ALTERNATIVOS – Por ano, o SUS gasta R$ 17 bilhões para custear tratamentos como cromoterapia e aromaterapia. Para a ciência, esses tratamentos não possuem nenhuma eficácia, é dinheiro jogado no mato, dinheiro que poderia ser utilizado nos tratamentos que realmente possuem comprovação científica.

*

CURIOSIDADE ANIMAL – Ao avistarem um predador, os macacos-verdes gritam em sinal de alerta, isso para avisar aos pares do perigo iminente. Até aí nada demais. Ocorre que o som que eles emitem varia de acordo com o predador, sendo um som específico para leopardo, outro pra cobra, outro pra águia, e assim por diante.

*

AQUECIMENTO GLOBAL – O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, nega a existência de um aquecimento global. Segundo ele, as estações meteorológicas foram alcançadas pela urbanização. Assim, elas absorvem o calor das fumaças dos veículos, dos asfaltos etc.

A teoria não foi criada pelo ministro, ela já é bem antiga, tanto é que um estudo de 2011, feito por pesquisadores californianos, a desmontou totalmente. As informações coletadas pelos cientistas mostram que os níveis de aquecimento são similares em todas as estações meteorológicas, sejam aquelas que estão nas proximidades das grandes cidades, sejam aquelas que estão nos pontos mais remotos, inclusive em satélites.

*

RESPONSABILIDADE – Um gestor público deve nortear suas ações com base na ciência, e não em suas convicções pessoais. Optar pela segunda opção é o caminho certo para desperdiçar dinheiro.

*

REFORMA DA PREVIDÊNCIA – Sem tratar do mérito da reforma, sinto que politicamente foi uma grande derrota para a esquerda. Na primeira votação, o governo conseguiu bem mais do que os 308 votos necessários para a aprovação da reforma. O discurso de dizer que a reforma “só prejudicará aos pobres”, sem apresentar alternativas, não convenceu.

*

DELTAN DE DEUS – O jornalista Augusto Nunes disse, em entrevista a um podcast da Veja, que o procurador da República Deltan Dallagnol é um homem muito religioso, que inclusive desempenha funções na igreja Batista que frequenta, e que por isso ele não comete pecados.

*

CINE-TIO – O filme “Nosso Fiel Traidor” mostra um caso de suborno envolvendo o parlamento de Londres. Um bilionário russo, através de um professor, alerta funcionários do serviço de inteligência da Inglaterra sobre um esquema existente entre políticos londrinos e a máfia russa para instalar um banco no país. Até onde irá o interesse do alto escalão da política inglesa em encerrar o esquema? Assista – se tiver tempo – e verás.

*

SEGUNDA-FEIRA

O que é mais triste que um trem?

Que parte quando deve partir,

Que tem somente uma voz,

Que tem somente um caminho.

Nada é mais triste que um trem.

(Primo Levi, janeiro de 1946).

*

PERDAS – Da última coluna para esta registramos quatro perdas bastante sentidas. Triste termos quatro falecimentos em tão curto período.

Amigo – Na última segunda-feira Mossoró amanheceu com a notícia do falecimento do extrovertido George Vagner (55), que por muitos anos atuou na radiofonia de Mossoró e região. Tive a satisfação de me encontrar várias vezes com George, oportunidade em que dava incontáveis risadas com as histórias que ele gostava de contar. Apesar da debilidade e fragilidade causadas pela doença, Gegê sempre mantinha um sorriso no rosto, sempre estava de bem com a vida. Aquilo servia de inspiração para mim e para muitas pessoas, que se revoltam com o mundo diante dos menores obstáculos.

Nos últimos meses ele andava meio recluso, isso por causa do agravamento de seu quadro de saúde, o que não impede os amigos de se recordarem dos momentos de alegria que ele proporcionou.

Fui apresentado a George Vagner pelo também amigo Gilson Cardoso, radialista como ele, a quem considerava um irmão. Está sendo difícil para os amigos, mas sei que está sendo mais difícil ainda para Gilson Cardoso, que tinha um afeto fraterno por George.

Pais de amigos – Também faleceram os comerciantes Luiz Fernandes de Oliveira (74), da Implementos São Paulo, pai do meu amigo Fábio Paulista; e José Moraes de Lima (84), da Casa Moraes, pai do meu querido Moraes Neto. Desejo força aos nobres amigos para enfrentar momento de tamanha dor.

Nacional – A outra morte que me causou tristeza foi a do jornalista Paulo Henrique Amorim (77), que estava em pleno gozo do seu exercício profissional, mas que foi acometido de um infarto fulminante. Paulo Henrique era um jornalista intenso, de múltiplas plataformas, tinha blog, canal no Youtube, podcasts, contas em redes sociais. Um profissional que produzia intensamente. Deixará uma significativa lacuna no jornalismo brasileiro.

*

PODCASTS – Esta semana descobri um podcast muito bom, o Funcionário da Semana, que traz, em episódios de 20 minutos, em média, o perfil das figuras em destaque no nosso país, como Gleisi Hoffmann, Hamilton Mourão, Rodrigo Maia e Deltan Dallagnol. Os episódios têm muito material externo, como entrevistas, declarações de outras pessoas etc. O podcast é produzido pelo grupo Veja.

*

FRASE “Se eu o encontrar na rua não sei quem é. Eu não dedico ao senhor Olavo de Carvalho parte do meu tempo. Não me atinge em nada. Não vou ficar gastando meu tempo em responder cada bobagem que falam” (General Augusto Heleno, em reunião na Comissão de Relações Exteriores da Câmara, na quarta-feira).

*

GOD GAVE ROCK AND ROLL TO YOU – Comemora-se amanhã o Dia Mundial do Rock. A origem da data remonta à 1985, conforme já publiquei em coluna pretérita (clique aqui).

Outrora, havia uma ou outra comemoração em Mossoró, mas este ano os empresários decidiram abraçar mesmo a data. Haverá celebrações em, no mínimo, quatro lugares, com destaque para o Thermas Hotel & Resort, que promoverá o Mossoró Rock Experience, um evento com cinco bandas, começando às 17h.

A primeira banda a se apresentar será a RobinzBand, que tocará clássicos da banda alemã Scorpions. Também teremos o pop-rock da banda Frequência 02 e covers de Pink Floyd, U2 e Queen.

  Tem tudo para ser um evento memorável. Bela sacada do pessoal do Thermas.

Acessos à venda na Salinas Turismo (3314-0542) e Innov (3422-1247).

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).