PEI E BUFO – 241ª edição.

0
116

* O ex-presidente Lula da Silva (PT) passará o próximo domingo (22) em Icapuí (CE), na casa de praia do governador daquele estado, Camilo Santana. A informação é de Eliomar de Lima, em sua coluna de hoje no jornal O Povo.

* Hoje, fim da manhã, o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), apeou na casa do professor Anchieta Alves, brizolista histórico. A conversa girou em torno da história do PDT no Rio Grande do Norte. Muitas lembranças, recordações boas. Boas impressões mútuas.

* A pandemia vai passar, mas o trabalho remoto não. Tanto empresas privadas como o setor público deverão manter algum tipo de trabalho virtual mesmo após a pandemia. No Judiciário, por exemplo, as audiências remotas têm agradado a todos e deverão ser mantidas.

* A classe mais favorecida com as audiências remotas é a de advogados, que não precisam mais dividir o tempo entre o escritório, estradas e aeroportos. Praticidade e economia que vieram para ficar. Promotores, juízes e partes também elogiam o formato.

* O projeto de reforma administrativa (PEC nº 32/2020) em andamento no Congresso Nacional ataca apenas a base do serviço público, não acaba com os verdadeiros privilégios. Totalmente injusta.

* Aos 80 anos, o jornalista Boris Casoy ingressou no curso de Medicina Veterinária da Universidade Cruzeiro do Sul, mostrando que nunca é tarde para realizar seus sonhos e adquirir conhecimento. Ele continua apresentando o Jornal do Boris no YouTube e TV Gazeta.

* A reitora biônica da Ufersa, Ludimilla Oliveira, e o diretor do Hospital da Polícia Militar, Inavan Lopes, já se reuniram duas vezes a fim de formalizar uma parceria para que o equipamento hospitalar possa ser usado pela Faculdade de Medicina da instituição de ensino superior.

* “Há, em Brasília, um presidente instável, que não faz autocrítica da gestão e se alimenta de embates desnecessários”. (Garibaldi Filho, ex-governador, em artigo publicado hoje na Tribuna do Norte).

* Ontem, exercendo minha função de oficial de Justiça, entreguei um mandado para a pessoa receber quase R$ 2 mil. O alvará já estava anexo, bastava ir ao banco receber. A família não tinha nada para almoçar. Foi emocionante. “Ojota” também leva notícias boas.

* “Não bebo desde o Carnaval de 2019. Parei de cheirar, agora consegui de vez. Só nunca deixei de fumar maconha todo dia.” (Marcelo D2, cantor e compositor, em entrevista à revista Piauí).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome