PEI E BUFO – 284ª edição.

0
118

* Na última segunda-feira (01º), o empresário Haroldo Azevedo (sem partido) disse ao jornal Agora RN que pretende concorrer ao Senado e que para tanto já percorreu quase 20 000 km dentro do RN. Pois diga, e no ano que vem as eleições serão decididas por milhas ou “KM de Vantagens”?

* A Lei de Improbidade Administrativa proíbe a nomeação de pessoas de um mesmo núcleo familiar, até terceiro grau, para exercer cargos em comissão ou funções de confiança num mesmo ente público. Assim, um prefeito não pode nomear mãe e filho, nem irmão e irmã, por exemplo. Secretários e ministros não entram na regra.

* Nos bastidores da entrevista que concedeu para a rádio Difusora AM, no último sábado, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) disse que não havia se vacinado, mas que sua imunidade estava em 60%. A frase da deputada não encontra alicerce na ciência.

 * O Partido Novo é o primeiro a anunciar seu candidato à presidência da República, será o cientista político Luiz Felipe d’Avila. A sigla aposta numa terceira via pela centro-direita.

* O programa Bolsa Família, criado em 2003, será extinto no próximo dia 07 de novembro. Para substituí-lo o governo federal criou o Auxílio Brasil, que até agora não passa de um nome. Torço que o novo programa também traga dignidade aos mais pobres.

* Doar uma cesta básica, algumas mudas de roupas usadas e transferir um PIX de R$ 50 em algumas campanhas não resolvem o problema da pobreza no país, servem apenas para o doador ganhar alguns “parabéns” em suas redes sociais, alimentando seu ego.

* “O coaching consiste no curioso ramo em que um indivíduo cujo único negócio é ele mesmo, ensina a outros indivíduos os segredos para ter sucesso nos negócios”. (Rodrigo Nunes, professor da PUC-Rio e escritor).

* Aquela história de perguntar ao casal que tem muitos filhos se eles não possuem TV em casa tem sentido. Um estudo do BID, de 2009, revelou que os índices de natalidade no Brasil foram diminuindo à medida que a TV Globo foi crescendo, a partir dos anos 70.

* A primeira novela exibida no Brasil foi “Sua Vida me Pertence” (TV Tupi, 1951). Foram 20 episódios com 15 minutos de duração cada, exibidos ao vivo duas vezes por semana. Aliás, nos primeiros dez anos de TV no país todos os programas eram ao vivo, não existia videoteipe.

* Raul Seixas protagonizou um curioso caso de autoplágio. A canção “Sapato 36”, de 1977, foi feita em cima da melodia de “Convite para Ângela”, música do disco “Vida e Obra de Jonnhy McCartney”, de 1971, que fez em parceria com Leno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome