PEI E BUFO – 306ª edição.

0
100

* A reforma da Praça Bento Praxedes (Praça do Codó) completou dez anos no início do mês, obra entregue no governo de Fafá Rosado, quando Rosalba Ciarlini era governadora. A obra nunca teve a manutenção devida, encontrando-se hoje com aspecto de abandono.

* A deputada estadual Isolda Dantas e a vereadora Marleide Cunha, ambas do PT, travarão um novo embate político em 2022, com as duas disputando votos para deputado estadual. No embate de 2020 Marleide Cunha foi a vitoriosa, vencendo Plúvia, candidata de Isolda, por 1.528 a 1.453.

* Nem o espírito natalino conseguiu abrandar o clima entre os vereadores na Câmara Municipal de Mossoró. No grupo de WhatsApp, Didi de Arnor (Republicanos) soltou cobras e lagartos contra seus pares. O quiproquó foi revelado pelo blog Diário Político, do jornalista Vonúvio Praxedes.

* O advogado Eduardo Alves, que jogou cerveja no empresário Luciano Hang, fato ocorrido por ocasião da final da Copa do Brasil, foi demitido do escritório Araúz Advogados, onde trabalhava. Ele disse em suas redes sociais que sua vida virou um inferno desde então.

* No shopping Iguatemi, em Fortaleza (CE), um advogado questionou um funcionário do cinema que não estava cobrando comprovante de vacinação de quem entrava na sala. O funcionário disse que não pedia comprovante de vacinação, pois o governador era um ladrão. Foi demitido.

* A Anvisa pediu ao MPF, PF e ao governo federal proteção policial para seus técnicos, ameaçados de morte após o órgão aprovar a vacinação de Covid-19 para crianças. As ameaças se intensificaram após falas do presidente. Que tempos!

* Em 2020 a cachaça brasileira foi exportada para mais de 70 países, gerando uma receita de US$ 9,52 milhões. Foram vendidos para o exterior 5,75 milhões de litros. A produção nacional é de 800 milhões de litros por ano.

* O Brasil é o único país do mundo que proíbe o uso de diesel em carros pequenos. A regra vem desde 1976, na época justificada para garantir que não faltasse o combustível para caminhões e geradores, que só funcionam a diesel. Hoje não faz mais sentido.

* A minissérie Dopesick (2021) mostra os métodos nada republicanos que a farmacêutica Purdue Pharma utilizou para popularizar o analgésico oxicodona, altamente viciante e responsável por milhares de mortes por overdose nos EUA. Disponível na plataforma Star+.

* Em 1979, Raul Seixas gravou o disco “Por quem os Sinos Dobram”, com todas as oito músicas creditadas a ele e a Oscar Rasmussen, este um conhecido fornecedor de drogas para artistas nos anos 70, sem nenhum talento para compor música. Captou o que deve ter acontecido?

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome