Racionalidades – 55ª edição.

0
109

UnP TOMA DECISÃO QUE DESAGRADA FORMANDOS – Uma aluna que colará grau no curso de Direito da Universidade Potiguar (UnP) entrou em contato com o blog para informar uma decisão tomada pela direção da instituição, aos 45 minutos do segundo tempo, que surpreendeu a todos, negativamente.

Segundo a aluna, a UnP disse que havia feito uma parceria com uma empresa chamada Promove, e que esta seria a responsável pela cobertura da solenidade de Colação de Grau dos formandos. De início, informou que cada aluno pagaria um valor de R$ 60,00 (sessenta reais), que seria relativo ao canudo e à beca.

Ocorre que os alunos já tinham contratado a empresa Imagem para todos os atos da formatura, incluindo a Colação de Grau, e que canudos e becas já faziam parte do pacote, assim como a cobertura fotográfica da Colação de Grau, que agora ficará a cargo da Promove, empresa parceira da UnP. Fotógrafos e cinegrafistas de outras empresas nem ao menos poderão ter acesso ao local onde será realizado o ato solene.

Caso os alunos não aceitem contratar a empresa Promove, a UnP deu-lhes duas alternativas: realizar uma Colação de Grau à parte, sem a participação formal da universidade; ou então não fazer a cerimônia, recebendo o diploma na secretaria.

De fato, nunca houve uma regra clara em relação às empresas que cobriam as solenidades de Colação de Grau. O costume era a escolha ficar a cargo dos formandos. A UnP, entretanto, decidiu mudar as regras aos 45 minutos do segundo tempo, com turmas que já pagaram outras empresas. Deveriam ao menos esperar um ano para aplicar a nova regra, vamos dizer assim.

  Caso não haja consenso, muito provavelmente a questão será judicializada, tanto pelos formandos como, possivelmente, pela empresa Imagem, que também foi afetada pela medida, vez que não poderá fazer a cobertura fotográfica da Colação de Grau.

*

ALYSSON BEZERRA – Já publiquei neste espaço o quanto o deputado estadual Alysson Bezerra (SDD) inspira desconfiança, especialmente por parte da esquerda. Na terça-feira (09) ele deu mais um motivo para manterem o pé atrás em relação a ele, que profissionalmente é servidor público federal.

Na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Alysson Bezerra votou favorável à concessão de título de cidadão norte rio-grandense ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), proposta de autoria do Coronel Azevedo (PSL). O projeto de resolução foi aprovado por 4 x 2, com votos contrários de Isolda Dantas (PT) e Raimundo Fernandes (PSDB).

O deputado tem lado e cor bem definidos. Só não ver quem não quer.

*

TERRA ESFÉRICA – No século 2 a.C, o grego Eratóstenes calculou a circunferência da Terra. Para tanto, ele não precisou de equipamentos sofisticados. Valeu-se apenas de uma vara e de muito conhecimento em geometria e astrofísica. Já naquela época ele confirmou que a Terra era esférica e acrescentou que sua circunferência era de aproximadamente 40 mil quilômetros. Estava certo.

*

TRATAMENTOS ALTERNATIVOS – Por ano, o SUS gasta R$ 17 bilhões para custear tratamentos como cromoterapia e aromaterapia. Para a ciência, esses tratamentos não possuem nenhuma eficácia, é dinheiro jogado no mato, dinheiro que poderia ser utilizado nos tratamentos que realmente possuem comprovação científica.

*

CURIOSIDADE ANIMAL – Ao avistarem um predador, os macacos-verdes gritam em sinal de alerta, isso para avisar aos pares do perigo iminente. Até aí nada demais. Ocorre que o som que eles emitem varia de acordo com o predador, sendo um som específico para leopardo, outro pra cobra, outro pra águia, e assim por diante.

*

AQUECIMENTO GLOBAL – O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, nega a existência de um aquecimento global. Segundo ele, as estações meteorológicas foram alcançadas pela urbanização. Assim, elas absorvem o calor das fumaças dos veículos, dos asfaltos etc.

A teoria não foi criada pelo ministro, ela já é bem antiga, tanto é que um estudo de 2011, feito por pesquisadores californianos, a desmontou totalmente. As informações coletadas pelos cientistas mostram que os níveis de aquecimento são similares em todas as estações meteorológicas, sejam aquelas que estão nas proximidades das grandes cidades, sejam aquelas que estão nos pontos mais remotos, inclusive em satélites.

*

RESPONSABILIDADE – Um gestor público deve nortear suas ações com base na ciência, e não em suas convicções pessoais. Optar pela segunda opção é o caminho certo para desperdiçar dinheiro.

*

REFORMA DA PREVIDÊNCIA – Sem tratar do mérito da reforma, sinto que politicamente foi uma grande derrota para a esquerda. Na primeira votação, o governo conseguiu bem mais do que os 308 votos necessários para a aprovação da reforma. O discurso de dizer que a reforma “só prejudicará aos pobres”, sem apresentar alternativas, não convenceu.

*

DELTAN DE DEUS – O jornalista Augusto Nunes disse, em entrevista a um podcast da Veja, que o procurador da República Deltan Dallagnol é um homem muito religioso, que inclusive desempenha funções na igreja Batista que frequenta, e que por isso ele não comete pecados.

*

CINE-TIO – O filme “Nosso Fiel Traidor” mostra um caso de suborno envolvendo o parlamento de Londres. Um bilionário russo, através de um professor, alerta funcionários do serviço de inteligência da Inglaterra sobre um esquema existente entre políticos londrinos e a máfia russa para instalar um banco no país. Até onde irá o interesse do alto escalão da política inglesa em encerrar o esquema? Assista – se tiver tempo – e verás.

*

SEGUNDA-FEIRA

O que é mais triste que um trem?

Que parte quando deve partir,

Que tem somente uma voz,

Que tem somente um caminho.

Nada é mais triste que um trem.

(Primo Levi, janeiro de 1946).

*

PERDAS – Da última coluna para esta registramos quatro perdas bastante sentidas. Triste termos quatro falecimentos em tão curto período.

Amigo – Na última segunda-feira Mossoró amanheceu com a notícia do falecimento do extrovertido George Vagner (55), que por muitos anos atuou na radiofonia de Mossoró e região. Tive a satisfação de me encontrar várias vezes com George, oportunidade em que dava incontáveis risadas com as histórias que ele gostava de contar. Apesar da debilidade e fragilidade causadas pela doença, Gegê sempre mantinha um sorriso no rosto, sempre estava de bem com a vida. Aquilo servia de inspiração para mim e para muitas pessoas, que se revoltam com o mundo diante dos menores obstáculos.

Nos últimos meses ele andava meio recluso, isso por causa do agravamento de seu quadro de saúde, o que não impede os amigos de se recordarem dos momentos de alegria que ele proporcionou.

Fui apresentado a George Vagner pelo também amigo Gilson Cardoso, radialista como ele, a quem considerava um irmão. Está sendo difícil para os amigos, mas sei que está sendo mais difícil ainda para Gilson Cardoso, que tinha um afeto fraterno por George.

Pais de amigos – Também faleceram os comerciantes Luiz Fernandes de Oliveira (74), da Implementos São Paulo, pai do meu amigo Fábio Paulista; e José Moraes de Lima (84), da Casa Moraes, pai do meu querido Moraes Neto. Desejo força aos nobres amigos para enfrentar momento de tamanha dor.

Nacional – A outra morte que me causou tristeza foi a do jornalista Paulo Henrique Amorim (77), que estava em pleno gozo do seu exercício profissional, mas que foi acometido de um infarto fulminante. Paulo Henrique era um jornalista intenso, de múltiplas plataformas, tinha blog, canal no Youtube, podcasts, contas em redes sociais. Um profissional que produzia intensamente. Deixará uma significativa lacuna no jornalismo brasileiro.

*

PODCASTS – Esta semana descobri um podcast muito bom, o Funcionário da Semana, que traz, em episódios de 20 minutos, em média, o perfil das figuras em destaque no nosso país, como Gleisi Hoffmann, Hamilton Mourão, Rodrigo Maia e Deltan Dallagnol. Os episódios têm muito material externo, como entrevistas, declarações de outras pessoas etc. O podcast é produzido pelo grupo Veja.

*

FRASE “Se eu o encontrar na rua não sei quem é. Eu não dedico ao senhor Olavo de Carvalho parte do meu tempo. Não me atinge em nada. Não vou ficar gastando meu tempo em responder cada bobagem que falam” (General Augusto Heleno, em reunião na Comissão de Relações Exteriores da Câmara, na quarta-feira).

*

GOD GAVE ROCK AND ROLL TO YOU – Comemora-se amanhã o Dia Mundial do Rock. A origem da data remonta à 1985, conforme já publiquei em coluna pretérita (clique aqui).

Outrora, havia uma ou outra comemoração em Mossoró, mas este ano os empresários decidiram abraçar mesmo a data. Haverá celebrações em, no mínimo, quatro lugares, com destaque para o Thermas Hotel & Resort, que promoverá o Mossoró Rock Experience, um evento com cinco bandas, começando às 17h.

A primeira banda a se apresentar será a RobinzBand, que tocará clássicos da banda alemã Scorpions. Também teremos o pop-rock da banda Frequência 02 e covers de Pink Floyd, U2 e Queen.

  Tem tudo para ser um evento memorável. Bela sacada do pessoal do Thermas.

Acessos à venda na Salinas Turismo (3314-0542) e Innov (3422-1247).

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome