Racionalidades – 93ª edição.

0
91

NOVOS DECRETOS EM MOSSORÓ – A prefeitura publicou ontem dois novos decretos disciplinando o funcionamento do comércio durante a pandemia do coronavírus. O de número 5.675/2020 estende o prazo de fechamento do comércio para o dia 04 de junho.

O diferencial está no Decreto nº. 5.676/2020, que estipula diversas multas e até a interdição para comerciantes que descumprirem as regras. A prefeitura endureceu.

Empregado sem EPI’s: R$ 1.500,00, mais R$ 200,00 por empregado. Cliente sem máscara: R$ 1.500,00, mais R$ 100,00 por cliente.

Esses são apenas dois exemplos. O decreto prevê várias situações que podem culminar com multa e até interdição. Para ter acesso ao conteúdo na íntegra acesse o site oficial da Prefeitura de Mossoró.

*

SUSPENSÃO DOS CONSIGNADOS – A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou na quarta-feira (20) o projeto de Lei nº 59/2020, que suspende por até 06 meses o pagamento de empréstimos consignados contratados por servidores públicos.

O projeto, de autoria do deputado Coronel Azevedo (PSC), recebeu 18 votos favoráveis e apenas 02 contrários: José Dias e Gustavo Carvalho.

Pelo texto, o servidor deverá fazer o pedido de suspensão, pelo prazo de 01 a 06 meses, diretamente ao setor responsável pela folha de pagamento.

*

SOCORRO FINANCEIRO – Não ouvi mais falar acerca da PEC do Orçamento de Guerra, promulgada no último dia 07 de maio. Ela prevê que o Banco Central pode imprimir mais de R$ 1 trilhão para jogar na economia, o que, pela regra vigente em tempos normais, é proibido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Tecnicamente não há impressão de dinheiro. O que ocorre é a compra de títulos públicos em poder dos bancos. Assim, as instituições financeiras ficam cheias de dinheiro, o que lhes permite emprestar mais a juros baixos e prazos longos. Ao menos esta é a esperança, pois não há garantia que isso ocorra, razão pela qual muitos dizem que o governo está disposto a entregar R$ 1 trilhão aos banqueiros.

Nos EUA, por exemplo, a operação não passa pelos bancos. O FED (banco central de lá) empresta direto ao comerciante, com juros de 1% ao ano (isso mesmo), e se até 75% do dinheiro for usado para pagar salários, fornecedores e despesas fixas, a dívida é perdoada (isso mesmo).

Aqui, a última notícia que vi foi sobre a promulgação da PEC, em 07 de maio. Não vi nada sobre sua aplicação prática.

*

DETRAN – O atendimento presencial no Detran está totalmente suspenso. Motoristas com CNH vencida após o dia 18 de fevereiro podem circular sem maiores problemas.

Em relação ao IPVA, todas as parcelas e taxas devem ser pagas em dia. Após a quitação o proprietário pode imprimir o novo documento pelo site do órgão.

*

LEITOS – O Brasil possui 1,95 leitos de hospital por mil habitantes, abaixo da média mundial, que é de 3,2 leitos por mil habitantes. O país mais bem assistido nesse quesito é o Japão, 13 leitos por mil habitantes. Itália tem 3,18 e os EUA, 2,77.

*

HOME OFFICE – Há uma grande dúvida se o trabalho em casa, no pós-pandemia, passará a ser o novo normal. Antes da pandemia, trabalhar no aconchego do lar era visto como uma espécie de privilégio, mas agora muitos patrões estão observando que alguns profissionais produzem muito mais quando trabalham a partir de casa, especialmente aquelas atividades que demandam concentração.

O mais provável é que a percentagem de home office aumente consideravelmente, mas que não substitua por completo as idas aos escritórios

Antes da pandemia, 4,5 milhões de brasileiros trabalhavam a partir de casa, isso corresponde a 4,8% do total de empregados no país.

*

HOME OFFICE 2 – O presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, desembargador Washington Luís, disse, em artigo publicado no jornal O Povo, que a produtividade dos magistrados e servidores aumentou consideravelmente durante a pandemia, mostrando assim que o teletrabalho veio para ficar.

Soma-se à produtividade, a economia causada com material de expediente, energia, cafezinho, copos descartáveis etc. Do início da pandemia até o dia 05 de maio, o tribunal economizou R$ 747 mil, se comparado ao mesmo período do ano passado.

*

PT DE FORA – Na última terça-feira (19), partidos da oposição realizaram o evento “Janelas pela Democracia: Impeachment Já”, que cobrou o andamento dos pedidos de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro protocolados na Câmara dos Deputados. O movimento é formado pelos partidos PDT, PSB, Rede, PV e Cidadania. O PT não participou.

Curiosamente, contudo, os seguidores do presidente continuam elegendo o PT como maior adversário. Parece que estão alheios ao que está acontecendo. Atualmente, quem menos vem fazendo oposição ao governo Bolsonaro é o PT.

*

DIPLOMACIA – O Brasil sempre foi exemplo quando se tratava de relações exteriores. Éramos tão bons na área que muitos países até adotaram a expressão “escola diplomática brasileira”, pra se referir a uma diplomacia que conseguia dialogar com todos os países.

Infelizmente tudo isso está sendo reduzido a pó, pois o presidente Jair Bolsonaro escolheu e mantém no Ministério das Relações Exteriores o diplomata de carreira Ernesto Araújo, um obscurantista, que escolheu a submissão aos Estados Unidos como único norte. O atual chanceler vem destruindo uma imagem que passou décadas para ser formada.

*

PF do RJ NÃO – Os familiares de Marielle Franco, ex-vereadora do PSOL assassinada no Rio de Janeiro (RJ), enviaram carta aos ministros do STJ pedindo que o crime não seja federalizado, que permaneça sob a responsabilidade da Polícia Civil Estadual daquele estado.

Na missiva, os familiares apontam os fortes indícios de aparelhamento da Polícia Federal do Rio de Janeiro pela família Bolsonaro.

*

“PLANO MARSHALL” – Os Estados Unidos já doaram R$ 31 milhões ao Brasil para serem usados no combate à Covid-19.

*

ELEIÇÕES 2020 – Ganha corpo no Congresso Nacional a ideia de adiar as eleições municipais sem prorrogação dos mandatos. Desde modo, a escolha dos novos prefeitos e vereadores seria em dezembro e as posses mantidas para 01º de janeiro de 2021.

Discute-se também uma forma de termos uma campanha ainda mais virtual do que nos anos anteriores, evitando o corpo-a-corpo; e que as eleições durem mais de um dia, para evitar aglomerações.

*

PEGADINHA DO PREÇO FIXO – Na hora de comprar o carro, o vendedor aponta a tabela fixa dos preços das revisões, em local de destaque na parede, como uma das vantagens de comprar naquela concessionária. Também por isso, muitas vezes o cliente acaba levando o possante, mas já na primeira revisão ele descobre que caiu uma pegadinha.

Na salinha refrigerada o funcionário diz que a revisão básica é aquele valor da tabela, mas nos pede para gentilmente acompanhá-lo até a oficina. Ao chegar lá, nos deparamos com a figura do consultor técnico, posado ao lado do veículo, pronto para colocar defeito em tudo e então triplicar o valor da revisão.

O protetor quebrou, o fluido vazou, o óleo queimou, a trava enguiçou, o filtro está uma imundície, cheio de vírus, bactérias, fungos… e por aí vai. Quase nada está na revisão básica, e quase tudo que ele apontou deve ser resolvido, sob o risco de ficarmos no prego a qualquer instante ou perdermos a garantia, e até morrermos, por causa da inalação de tanta sujeira que tem no filtro de ar.

Não se deixe levar por essa de tabela fixa, é a maior furada. Por falar nisso, às vezes também aparece um furo em algum lugar.

*

SOFRIMENTO EM DOBRO – Além da pandemia da Covid-19, moradores do Congo ainda sofrem com uma epidemia de Ebola. É dose!

*

FILMEEntre Facas e Segredos (2020) tem um roteiro até clichê, mas com uma roupagem bem diferente. Conta a história de um escritor milionário que é assassinado após sua festa de aniversário pelos 85 anos.

A diferença entre este e tantos outros com o mesmo roteiro, é que o crime já é devidamente esclarecido antes da metade do filme, pelo menos aparentemente. Daí em diante o espectador sabe o que aconteceu, mas os personagens do filme não. Essa subversão é a sacada que torna o filme diferente.

Apesar da revelação antecipada, o filme consegue ir num crescendo bem interessante, com um final que se encaixa com o aparentemente que escrevi no parágrafo anterior.

*

NETFLIX – Não se deixe seduzir pelo top 10 que aparece na página inicial da Netflix. Dia desses aparecia o filme A Missy Errada no top 01, ou seja, o filme mais assistido do dia. Apertei o play, em confiança. Nunca vi um filme tão tosco, caricatural e sem graça. Nem vale a pena comentar. Não me pega mais.

*

ERRAMOS – Na coluna da semana passada, dissemos que o nome Gripe Espanhola remetia ao seu local de origem. O amigo e leitor Moisés Mattos esclareceu que a tese mais aceita é que aquela gripe teve origem nos EUA, espalhando-se entre os países que estavam em guerra, mas nenhum deles quis divulgar sua existência, com receio de baixas nos alistamentos para o combate.

Assim, a Espanha, que estava neutra na guerra e não tinha nada a esconder, começou a revelar a existência da doença. Assim, equivocadamente, ela entrou para a história com o nome de “gripe espanhola”, apesar de ter recebido vários nomes na época, como gripe siberiana, gripe russa etc.

*

FRENTE AMPLA – O governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), em entrevista ao podcast Café da Manhã, edição da quarta-feira, disse que não descarta uma frente ampla no Brasil nas próximas eleições presidenciais, unindo setores da esquerda, centro e até centro-direita. Ele defendeu que a luta pela manutenção da democracia vale esse esforço, para afastar da política o neofascismo que quer o fechamento do Congresso Nacional, do STF, um novo AI-5 etc. Palavras dele.

*

NORDESTE – Na impossibilidade de se formar essa frente ampla, ele aponta como alternativa um “levante” vindo do Nordeste, com a união dos atuais governadores e progressistas da região num só grupo.

*

PEI E BUFO

* Por ano, o Brasil desperdiça 40 milhões de toneladas de alimentos.

* O consumo de energia no país diminuiu 16% desde o início do isolamento social.

* Por ano, seis raios, em média, caem no Cristo Redentor, desmontando assim o ditado.

* Desde 2007 as eleições na Estônia, no Leste Europeu, são totalmente online.

* Divisão do mercado de cervejas no Brasil: AmBev (60%), Heineken (21%) e Petrópolis (15%).

* Atualmente, a Heineken é dona da Brasil Kirin, Baden Baden e Eisenbahn.

* Dalai-lama não é uma pessoa, mas sim um cargo. Atualmente ocupado por Tenzin Gyatso, o 14° Dalai-lama.

* A criatividade não passa de uma forma de olhar para as coisas.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).