Racionalidades – 104ª edição.

0
224

MINHA EXPERIÊNCIA COM A COVID-19 – Na quarta-feira, 29 de julho, senti moleza no corpo, indisposição e tive febre de 38,4º C. Já na quinta-feira pela manhã relatei esses “sintomas de gripe” a um médico amigo, que prontamente me sugeriu tomar os medicamentos do protocolo para Covid-19. “Não podemos perder tempo. Pode não ser, mas pode ser, e o tratamento precoce, muitas vezes, vem sendo o diferencial entre viver e morrer”, defendeu.

Prontamente acatei sua sugestão e, de posse da receita médica, fui à farmácia comprar Azitromicina (500 mg), Ivermectina (6 mg) e Prednisolona (20 mg). Na quinta mesmo comecei o tratamento, que dura cinco dias.

Na quinta e sexta senti alguma indisposição. No sábado e domingo não senti absolutamente nada.

Na segunda-feira (03) amanheci sem olfato e sem paladar. Fui ao hospital relatar a situação e o médico que me atendeu pediu o exame para confirmar se eu estava com a Covid-19. O resultado saiu na quarta-feira (05), POSITIVO. Como eu já havia tomado os medicamentos, recomendaram-me apenas repouso, isolamento social e muito líquido.

Fora a perda de olfato e paladar eu não senti nada de segunda-feira à sexta-feira à tarde, mas aí…

Na sexta-feira (07) após o almoço passei a sentir uma fraqueza extrema e uma total falta de apetite. Não tinha forças para ficar nem sentado, e tinha dificuldades até mesmo para beber água. Essa aflição durou até o domingo, quando comecei a melhorar após o almoço, inclusive uma melhora surpreendente. Já assisti aos jogos da tarde sentado ao sofá e já jantei sem dificuldades.

Atribuo essa melhora ao banho de Sol que tomei no domingo por volta das 11h. Após 30 minutos exposto ao Sol comecei a me sentir melhor, coincidência ou não.

Desde domingo as melhoras vieram numa ascendente. Até mesmo o paladar e o olfato sinto que já os recuperei.

Hoje, 14, já cumpri o ciclo e sinto que venci a Covid-19. Vale apontar que em nenhum momento senti dificuldades para respirar ou falta de ar, e que a saturação de oxigênio, aferida via oxímetro, sempre se manteve acima de 94.

À luta…

*

CONTAS REJEITADAS/INELEGIBILIDADE – Na semana o Tribunal de Contas do Estado (TCE) enviou à Justiça Eleitoral a lista com os nomes dos políticos potiguares que tiveram contas rejeitadas pelo órgão, e que por esta razão podem ter problemas quando do registro de candidaturas, caso queiram concorrer nas próximas eleições. No geral são ex-presidentes de câmaras municipais e ex-prefeitos. A lista completa contém 47 folhas.

De Mossoró constam os nomes do ex-vereador Vicente Rego, do ex-prefeito e ex-vereador Francisco José Júnior e da vereadora e presidente da Câmara Municipal, Izabel Montenegro.

Do Município de Governador Dix-sept Rosado vi os nomes do ex-prefeito Gilberto Martins (duas vezes); dos ex-vereadores Dário Pio, Edimar Carlos, Ismar Pio, Neto da Pedra e Zé Carlos; e dos vereadores Chagas Cruz e Genivaldo Felipe.

Vale frisar que o simples fato de figurar na lista não impede o registro de candidatura. A análise é subjetiva. Aliás, é o único caso do rol de inelegibilidades onde a análise é subjetiva.

A lista completa pode ser acessada clicando aqui.

*

UM JIRAU – Sem ter muito o que fazer, o deputado federal Girão (PSL-RN) enviou ofício ao ministro da Justiça, André Mendonça, solicitando o envio de tropas federais para o IFRN a fim de conter as manifestações de alguns estudantes da instituição em desfavor do reitor mandrake Josué Moreira.

Sinceramente, esse deputado forasteiro deveria procurar algo mais profícuo para fazer, do que querer que tropas federais amedrontem alguns estudantes contrários ao reitor mandrake.

Resquícios de uma formação autoritária.

Alguém diga a esse senhor que vivemos numa democracia, e que estudantes podem sim fazer protestos e manifestações.

*

MORTES – Já morre mais gente por Covid-19 no Rio Grande do Norte do que por homicídio. No ano passado, 1.446 pessoas foram assassinadas no estado; em 2018, 1.963.

Até quarta, 12, o Rio Grande do Norte já registrava 2.019 mortes pela doença causada pelo coronavírus Sars-Cov-2.

Ao comparar os números do Rio Grande do Norte com outros estados do Nordeste, contudo, percebemos que estamos numa situação intermediária, relativamente tranquila. Bom!

*

BANALIZANDO A PALAVRA – Precisamos todos ter cuidado ao utilizar algumas palavras, sob pena de as banalizarmos. Cito o caso da palavra DESASTRE, que só deveria ser utilizada em casos bem especialíssimos, sobretudo quando analisamos administrações públicas.

Diariamente, um jornalista/radialista do cativeiro da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) chama de desastrosa a administração da governadora Fátima Bezerra (PT). Agora me respondam que palavra ele poderá usar caso a governadora passe a atrasar vencimentos, deixe de pagar fornecedores, feche hospitais e escolas, desmonte a segurança pública etc?

De igual modo vejo muita gente dizendo que a administração da dona do jornalista/radialista é desastrosa. Não, não é.

É preciso cuidado para não banalizarmos palavras. Cuidem para usar cada uma de acordo com seu real significado, dimensão.

*

OBRAS – A duplicação da Reta Tabajara, trecho de 24 km da BR-304 entre o município de Macaíba e o trevo que dá acesso ao Seridó, deverá ficar totalmente concluído até o final de 2021, ao menos esta é a promessa do ministério da Infraestrutura, que também promete entregar 07 km de duplicação até o final deste ano.

A duplicação da BR-304, entre Mossoró e Natal, e que inclui a Reta Tabajara, é um sonho eterno dos potiguares. Já tivemos muitos conterrâneos ocupando cargos de relevo em vários governos federais, mas infelizmente nunca ninguém conseguiu concretizar esse sonho.

Mesmo que a Reta Tabajara seja duplicada, o trecho não corresponde nem a 10% do total. Ainda há muito caminho a percorrer.

*

REFORMA DA PREVIDÊNCIA – Uma fonte improvável, mas de confiança irrefutável, disse ao blog que o governo do Estado conseguiu convencer um dos deputados oposicionistas a votar a favor do atual projeto de reforma da Previdência. Assim, o governo passou a ter 14 dos 15 votos necessários para a aprovação da matéria. Só falta mais um. As conversas de pé-de-ouvido seguem.

*

COVID-19 INOFENSIVA A POLÍTICOS – O governador de São Paulo, João Dória (PSDB), é mais um figurão da República a testar positivo para Covid-19, e mais um a dizer que está assintomático e que continuará trabalhando de casa.

Já prestaram atenção que todos esses figurões da República que contraíram Covid-19 se disseram assintomáticos e que continuariam “despachando” de casa? É bom olhar isso daí, pode ser o caminho para a cura ou para uma vacina. Os figurões da política sempre são assintomáticos.

*

SETOR PRODUTIVO – As autoridades estaduais vêm se reunindo com o setor produtivo para debater acerca da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa do Rio Grande do Norte, apresentada pelo governo estadual. O objetivo é aperfeiçoar o texto, numa união de forças para que este setor, que representa uns 90% de nossa economia, possa ganhar capilaridade, aumentando assim as oportunidades de negócios e, consequentemente, a geração de emprego e renda.

O que se vê é um entusiasmo geral, tanto das autoridades públicas quanto do setor produtivo. Não há disputas. A intenção de todos é uma só, que o setor cresça, e cresça muito.

*

PRAZO ELEITORAL – O art. 73 da Lei das Eleições determina uma série de condutas que o gestor público só pode tomar até 03 meses antes das eleições, como nomeações, exonerações, contratações etc. A lista é bem caudalosa. Como em 2020 as eleições ocorrerão no dia 15 de novembro, os gestores públicos que pretendem concorrer só têm até amanhã, dia 14, para utilizarem suas canetas.

*

SONHO SUSPENSO – Nas redes sociais, o radialista Gilson Cardoso, que concorreu ao cargo de vereador nas três últimas eleições, disse que esse ano não entrará na disputa. “Decidi adiar o sonho de ocupar uma cadeira na Câmara Municipal”, escreveu em suas redes sociais.

A expectativa agora é saber quem o radialista, atualmente filiado ao MDB, irá apoiar. Vai de Izabel Montenegro?

*

QUER VOLTAR – O ex-vereador Vingt-un Neto vai tentar voltar à Câmara Municipal. Ele utilizou suas redes sociais para externar o desejo de voltar a servir ao povo mossoroense.

*

FRASE“Se fosse realizada homenagem póstuma com um minuto de silêncio para cada vítima fatal da Covid-19, o Brasil passaria 70 dias calado”. (Ney Lopes, ex-deputado federal).

*

PEI E BUFO:

* Antes de chegar ao Rio Grande do Norte, no dia 21, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, irá ao Ceará, no dia 20, vistoriar as obras de transposição do São Francisco.

* Não devemos relaxar nos cuidados para combater a propagação do coronavírus. Continue usando máscaras ao sair de casa e limpe sempre as mãos, com água e sabão ou álcool gel.

* A rede de farmácias Pague Menos estreará na Bolsa de Valores de São Paulo no início de setembro. O valor da ação unitária será revelado no dia 31 de agosto, mas ficará entre R$ 10,22 e R$ 12,54.

* A TV Globo irá promover um The Voice Brasil apenas com competidores acima dos 60 anos.

* Cada sala de aula do ensino fundamental com 20 alunos forma uma teia que interliga diariamente 336 pessoas. Estimativa de um estudo da Univ. Fed. de Campina Grande (UFCG).

* 31,3 milhões de brasileiros vivem sem água encanada.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).