PEI E BUFO – 131ª edição.

1
126

* Em artigo publicado hoje na Tribuna do Norte, o ex-governador Garibaldi Filho escreve que sempre foi um homem confiante, mas que nos dias atuais, ante a condução da pandemia no Brasil, está desesperançoso. O verde desbotou.

* O jornalista Vicente Serejo vem martelando que o ex-senador José Agripino (DEM) poderá ser candidato a governador em 2022. Nas notas, o jornalista elenca as razões que favorecem Agripino: o DEM em ascensão, ser ficha limpa, ser um contraponto à governadora atual etc.

* A Associação Nacional de Jornais (ANJ) quer que o Google pague aos jornais pela exibição de conteúdo em seu site, como já ocorre na Austrália. O pedido foi encaminhado ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

* O senador Major Olímpio (PSL-SP) participou da sessão de ontem do Senado Federal direto de um leito hospitalar, onde se trata de Covid-19. Em sua fala, se posicionou contra o congelamento dos vencimentos dos servidores públicos.

* Fevereiro registrou a pior venda de veículos novos para o mês desde 2017, e queda de 2,66% em relação a janeiro. Ao todo foram emplacados 158.237 veículos, 17,85% a menos do que fevereiro do ano passado. Os dados são da Fenabrave.

* O modelo mais emplacado em fevereiro foi o Chevrolet Onix (10.261), seguido pelo Fiat Strada (9.371), Hyundai HB20 (7.717) e Chevrolet Onix Plus (6.501).

* O Brasil deveria ter acompanhado as ideias do Barão de Mauá e priorizado as ferrovias em detrimento das rodovias. Hoje o país seria bem melhor.

* Após a renúncia de Benjamin Machado, o novo presidente do Potiguar será Djalma Júnior, filho de Djalma Bar. Vai pegar um abacaxi do tamanho do Nogueirão pra descascar. Nem atletas há para os próximos jogos.

* A série francesa Lupin (lê-se Lupan) mescla injustiça, vingança, golpes e roubos. A primeira temporada tem 05 episódios. Não é de tirar o fôlego, mas vale à pena Assistir. Netflix.

* “Tire o seu sorriso do caminho / que eu quero passar com a minha tristeza”. Estes conhecidos versos da música A Flor e o Espinho (1957) foram escritos por Guilherme de Brito. O restante da composição foi feita por Alcides Caminha e Nelson Cavaquinho.

1 comentário

  1. “O Brasil deveria ter acompanhado as ideias do Barão de Mauá e priorizado as ferrovias em detrimento das rodovias. Hoje o país seria bem melhor.” Irineu Evangelista foi sacaneado pelo imperador e todos os que estudam um pouco da história do Brasil sabe disso. O império nunca quis o bem do País. Hoje, Portugual ostenta igrejas com tetos banhados a ouro e bancos de Pau Brasil extraídos, à chibatadas, de nossa terra. Não tenho interesse algum em conhecer o tal do Portugal. Mas, no que convém dizer, acerca da nota do amigo, é reforçar que esta nação sempre sacaneou quem tentou ajudá-la, com raras exceções dos que se julgavam pai dos pobres e foderam com a Petrobras e outras empresas, roubando feito larápios esfomeados.
    Ademais, estou sempre aqui, lendo seu blog, acompanhando tudo e esperando mais.
    Fale dos problemas de Mossoró… Elenque alguns. Vou te dar um exemplo: a Biblioteca
    Municipal Ney Pontes Duarte está há mais de 15 anos sem receber uma única doação de livros, sabia? Ou ainda: está, desde a sua fundação naquele prédio novo, sem fazer uma única compra de livros. O prédio agora é administrado por uma ex-colunista social, tendo a cidade muitos bons nomes de escritores – inclusive membros da Academia de Letras – para guiar os rumos da biblioteca. Mas não, escolhem uma colunista, sei lá.
    Nada contra os colunistas. Mas é o mesmo que escolher um químico para falar sobre literatura.
    Nada a ver.
    Enquanto isso, a biblioteca segue seu caminho infeliz. E o secretário dá a sua primeira bola fora, histórica, negando o valor das entidades culturais e seus representantes.
    Começou bem mal, ele. Muito mal…

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome