PEI E BUFO – 290ª edição.

2
122

* A reforma trabalhista completou ontem quatro anos de vigência. A promessa era gerar dois milhões de empregos já nos dois primeiros anos, mas só gerou 600 mil, e ainda assim empregos com menos direitos. Foi um péssimo negócio para os trabalhadores.

* A reforma trabalhista criou o trabalho intermitente, pago por hora e sem qualquer direito; determinou que o acordo entre patrão e empregado se sobrepõe ao acordo coletivo; e dificultou o acesso do empregado à Justiça do Trabalho.

* O ex-deputado federal Valdemar Costa Neto (PL-SP) foi preso, julgado e condenado no mensalão. Sua ex-esposa, Maria Christina Caldeira, já disse, em depoimento na Câmara, que o ex-marido chegava a gastar US$ 300 mil em cassinos, por noite.

* É com Valdemar Costa Neto, essa raposa da velha política, condenado por corrupção, que o presidente Jair Bolsonaro seguirá de mãos dadas daqui pra frente, inclusive se for reeleito. Caso Bolsonaro perca as eleições, Valdemar se juntará ao vencedor, como sempre fez.

* A Veja da semana destaca a entrada do ex-ministro Sérgio Moro na corrida presidencial. A matéria, apesar do que sugere a capa da revista, não chega a ser tendenciosa a favor do ex-juiz, inclusive há trechos que condena a proximidade entre Judiciário e política.

* O ex-governador Geraldo Melo foi eleito ontem o novo imortal da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras (ANL). Ele venceu a disputa com o escritor mossoroense David Leite por 26 x 10. Geraldo Melo é autor do livro “Luzes e Sombras no Casarão”, muito bom por sinal.

* Por ocasião da pandemia tivemos a oportunidade de conhecer a biblioteca de muitos jornalistas e afins. A que mais me chamava à atenção era a de Cristiana Lôbo, pelo tamanho e organização. A jornalista faleceu ontem, aos 64 anos.

* No próximo domingo (14) a Igreja Católica celebra o Dia Mundial dos Pobres. A data foi criada pelo Papa Francisco em 2017, sob o argumento de que os pobres precisam ser colocados no centro do caminho da Igreja.

* No meio empresarial, político e jornalístico, a febre do momento é a série Succession, atualmente na terceira temporada, disponível no HBO Max. Trata do cotidiano de um poderoso e bilionário magnata da mídia, com foco na relação turbulenta dele com os quatro filhos. Muito boa.

* O cantor e compositor Gilberto Gil confirmou o favoritismo e foi eleito o novo imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL), obtendo 21 dos 34 votos. Um dos fundadores do tropicalismo, Gilberto Gil gravou mais de 60 discos.

2 Comentários

  1. Esse tal de Sérgio Moro tem uma coisa de charlatão. Tem muita dificuldade de se comunicar em língua portuguesa, não se lembra das leituras recentes que fez… Sei não, se procurar direito, acha. Agora quer “unir” o país. Aff! E ainda tem besta que acredita…

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome