MERCADO…MERCADO…(25jul)

0
77

No ano que vem a cervejaria holandesa Heineken completa 140 anos de existência. Para celebrar a data lançou um concurso para escolher um desenho para estampar as garrafas em 2014. Dos mais de dois mil artistas inscritos, em todo o mundo, o desenho escolhido foi o do brasileiro Fernando Degrossi, de São Paulo.

*

O YouTube tem gerado uma impressionante receita para o Google, sua proprietária desde 2006. Para este ano, o faturamento esperado é de US$ 4 bilhões. O Brasil é o quinto maior mercado do YouTube no mundo, e nono em produção de conteúdo.

*

A japonesa Mitsubishi está de olho no agronegócio brasileiro. No mês passado a empresa comprou mais 60% da brasileira Ceagro, que produz um milhão de toneladas de grãos por safra e fatura US$ 600 milhões por ano. Com a compra, a Mitsubishi passa a ter 80% do capital da empresa.

*

Por ano, o Brasil deixa de arrecadar R$ 415 bilhões devido à sonegação de tributos. A estimativa é do Sindicato dos Procuradores da Fazenda Nacional.

*

Há muito tempo o governo brasileiro reivindica aos EUA o direito de seus cidadãos entrarem no país sem a necessidade de visto. Almejam a inclusão no programa Visa Wayner, que dispensa a necessidade de autorização para permanência inferior a 90 dias. Recentemente os EUA anunciaram que um país da América Latina seria incluído no programa a partir de fevereiro de 2014, mas não será o Brasil, mas sim o Chile, que passa assim a ser o primeiro país da região a conseguir entrar no Visa Wayner.

*

Para Maurílio Biagi Filho, presidente da Maubisa, uma das maiores empresas do país de agronegócio, a solução para o gargalo no setor é a construção de silos e armazéns. “É mais rápido construir silos do que resolver todos os gargalos de infraestrutura a tempo”, defende. Argumenta ainda que o armazenamento também ajuda no equilíbrio do mercado.

*

A produção de cimento no país cresceu significativamente nos últimos quatro anos, o que denuncia que continuamos crescendo. Em 2008, a produção foi de 51,9 milhões de toneladas; em 2012, 68,7 milhões. A líder do mercado é a Votorantim (36,4%), seguida da InterCement (18,6%) e Grupo João Santos (Nassau) (10,7%). Na lista ainda aparecem Lafarge, Holcim, Ciplan e Itambé. Apesar de sua importância na região, os Cimentos Mizu não estão na lista dos gigantes do setor.

*

No setor de supermercados de Mossoró, o líder de venda é a rede Queiroz (40,40% dos consumidores afirmam fazer suas compras em uma das unidades da rede), seguida do Rebouças (27,43%), Cidade (15,71%), Atacadão (5,99%) e Hiper Bompreço (1,75%).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome