PÍLULAS…PÍLULAS…(11abr)

0
64

8592837978_192761c602_z

Há 26 anos a prefeitura de Mossoró disponibiliza, na Semana Santa, peixe a preços mais populares para a população em geral. No ano passado, por exemplo, foram disponibilizadas 22 toneladas de corvina, ao preço de R$ 8,50 o quilo. Além de permitir ao mais humilde a oportunidade de consumir peixe no período, seguindo a tradição cristã, a venda pela prefeitura também regula o mercado, evitando que o valor do pescado no comércio dispare.

Este ano, contudo, a prefeitura de Mossoró decidiu quebrar a tradição. Não haverá peixe a preços mais baixos para a população. O programa do peixe na Semana Santa não existirá.

Vale frisar que o custo do programa é mínimo, resumindo-se a questão de logística de venda. O peixe sempre foi vendido pelo preço que foi comprado. Não há subsídio. Logo, a suspensão do programa é uma questão de falha de gestão, não é uma questão de economia.

 *

No próximo dia 03 de maio o ex-presidente Lula da Silva prestará depoimento ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba-PR. Será a primeira vez que eles ficarão face to face. Para o dia, o PT está preparando uma espécie de “Ocupa Curitiba”, com a presença de 50 mil pessoas de vermelho em frente ao fórum onde será realizada a audiência.

Cogita-se, inclusive, transferir as manifestações de 01º de maio, Dia do Trabalhador, para a capital paranaense. Acampamentos seriam montados para acomodar todos os manifestantes. A intenção é demonstrar a força de Lula diante de boa parte da população.

*

Impressiona a sanha corrupta de alguns políticos brasileiros. O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, é acusado de embolsar R$ 300 milhões. É dinheiro demais. A Mega-Sena desta semana, acumulada, está pagando R$ 60 milhões, ou seja, o sonho de todo brasileiro chega a 20% do que Sérgio Cabral garfou dos cofres públicos.

No Rio Grande do Norte, Gutson Reinaldo, ex-diretor do Idema, comprou dez apartamentos num mesmo condomínio.

Corrupção é inaceitável, seja de qual tamanho for, mas estes aí extrapolaram e muito.

*

Em entrevista à Veja desta semana, o ministro Luís Roberto Barroso, do STF, disse que há um risco real de nenhum político ser punido dentro da operação Lava-Jato. Ele coloca a culpa no foro privilegiado, que, nas palavras dele, produz impunidade. Barroso fala ainda que a elite brasileira tem dificuldade de condenar seus parceiros de mesa: “As pessoas que frequentam o mesmo banquete não se condenam entre si”.

*

É renhida a briga que envolve, de um lado, SBT, Record e RedeTV!; do outro, Net, Sky, Vivo e OI. Em Brasília e São Paulo, locais onde não há mais tevê com sinal analógico, os três canais saíram da grade das operadoras. Quando a TV por assinatura chegou ao Brasil, as operadoras tinham que incluir os canais abertos em sua grade, o que era bom para tais canais e também para as operadoras. A regra, entretanto, só valia para a tecnologia analógica.

Com a entrada da tecnologia digital, as três emissoras viram a oportunidade de cobrar das operadoras pelos seus sinais, e as operadoras se negam a pagar. Cada uma tem suas razões.

A briga nada mais é do que a luta de setores que atuam no ramo se manterem vivos. Tanto TVs abertas quanto as operadoras têm perdido receitas a cada mês, ao passo que o YouTube e o Netflix só fazem crescer.

A Globo e a Band não entraram na briga, vez que ambos têm canais exclusivos nas operadoras (SporTV, MultiShow, Band Sports, BandNews...), em contratos que incluem os canais abertos.

*

Na semana passada, o Supremo Tribunal Federal (STF) proibiu que policiais civis e militares realizem greves. Os demais tribunais do país, bem como os juízes de primeiro grau, têm que acompanhar essa determinação. Os policiais terão que procurar outra forma para pressionar os governantes.

*

O Brasil continua tendo a maior população católica do mundo. São 173 milhões de fieis, segundo o Anuário Pontifício 2017, o que representa 26,4% dos católicos do continente americano. Os dados foram trazidos na edição desta semana da revista IstoÉ.

*

WhatsApp Image 2017-04-08 at 11.46.23

Enquanto a maioria dos prefeitos do Rio Grande do Norte chora miséria e põe culpa nas gestões passadas pelo insucesso de suas administrações, já tem deles inaugurando obras.

Na última sexta-feira (07), o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio (Paulinho), inaugurou a nova estrutura de iluminação pública da Praça Hygor Bruno. São 41 postes de 6 metros de altura e lâmpadas de Led de 60 watts, os quais custaram R$ 140 mil. Obra realizada com recursos próprios.

Desde que assumiu o comando do município o prefeito Paulino (PR) tomou medidas para reduzir as despesas públicas, entre estas a diminuição em 22% dos seus vencimentos, dos vencimentos do vice e dos secretários municipais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome