Racionalidades – 56ª edição.

1
79

A POLÊMICA DA SEMANA – Um vídeo onde os vereadores Didi de Arnor (PRB) e Maria das Malhas (PSD) aparecem dançando forró na Câmara Municipal causou certo reboliço na cidade. Os dois são embalados por um trio forrozeiro. Deveria ser algum evento alusivo ao ritmo, ou ao São João, sei lá, mas o importante é que a dança dos edis viralizou.

Por mim, a Câmara Municipal de Mossoró se transformaria de vez num espaço forrozeiro, ou até mesmo numa boate. Era bom que nossos vereadores passassem 24h dançando, mas, por ora, quem dança na história é o povo.

Seria bom que a única arte que eles dominassem fosse a dança. O problema está nas outras “artes” que alguns fazem nos gabinetes e corredores.

*

AVIÃO EM TURBULÊNCIA – A banda Aviões do Forró, apesar do amplo sucesso, não anda bem das pernas, financeiramente falando. Segundo matéria do jornal O Povo, a Aviões do Forró Gravações e Edições Musicais Ltda deve R$ 14 milhões só à Receita Federal, decorrentes de sonegações fiscais descobertas ainda na Operação For All, de outubro de 2016.

A empresa também deve R$ 3 milhões em dívidas trabalhistas.

O processo envolvendo a ex-sócia e cantora Solange Almeida é outra dor de cabeça. Ela cobra R$ 5 milhões dos ex-sócios Xand Avião, Isaías Duarte, Carlinhos Aristides e Cláudio Melo. Na ação judicial o ex-sócio Isaias Garcia revelou que no último levantamento feito constatou que a banda tem patrimônio de R$ 6 milhões e dívidas de R$ 25,7 milhões.

Também foi revelado no processo que os sócios tinham um pró-labore médio de R$ 130 mil, e que na maioria das vezes a ex-sócia Solange Almeida terminava o mês devendo à banda, vez que fazia vários “vales” durante o mês.

*

GREVE NO DETRAN – Servidores do órgão, reunidos em assembleia na tarde de ontem, decidiriam que paralisarão as atividades nos próximos dias 23 (terça) e 24 (quarta) de julho. A parada atingirá todas as unidades do estado. Os servidores também decidiram fazer parte da parada geral que ocorrerá, em âmbito estadual, no dia 13 de agosto.

*

FISCALIZAÇÃO – Há aproximadamente dez dias agentes da Polícia Rodoviária Estadual estão fazendo intensas fiscalizações no município de Governador Dix-sept Rosado. As ações eram decorrentes de uma ordem judicial, que os obrigava a fazer quatro fiscalizações por semana na cidade.

Numa decisão data de ontem, entretanto, o juiz de Direito Pedro Cordeiro Júnior determinou a suspensão das fiscalizações. Segundo o magistrado, houve um erro técnico no processo, e em razão disso a ordem não deveria estar sendo cumprida neste momento. Tal erro foi apontado pela assessoria jurídica da prefeitura.

Na decisão, o magistrado esclareceu que nada impedia os agentes de realizarem fiscalizações por iniciativa do órgão. O que deixou de existir foi a obrigatoriedade decorrente de decisão judicial.

É bom reconhecer que o prefeito do município, Antonio Bolota (PHS), trabalhou intensamente para que esta decisão fosse tomada, vez que as constantes fiscalizações estavam causando muito constrangimento e até prejuízo no comércio local.

A decisão foi dada nos autos nº 0000169.45.2008.20.0140.

*

FALANDO NISSO – A Comarca de Mossoró realizará um mutirão de audiências conciliatórias em processos envolvendo o Seguro DPVAT. Serão centenas de audiências entre os dias 19 e 22 de agosto. Tem um processo desses e ele não foi pautado? Procure a secretaria correspondente no Fórum. Pode ser que ainda haja tempo.

*

COLÔNIA DE EXPLORAÇÃO – O colonizador português, encantado com o comércio de açúcar, viu no Brasil uma forma de aumentar seus negócios. Assim, loteou terras para que seus donos pudessem cultivar a cana-de-açúcar e dividir o lucro com o governo português. O povo era apenas um meio para que esse acordo vingasse. Nunca fomos imaginados para ser nação, com todos tendo oportunidade de também usufruir dessa parceira entre os grandes e o governo. Restam-no meras migalhas. 1519 anos depois, o Brasil continua nesse mesmo esquema.

*

SAL CHILENO – Um profissional que trabalha no setor salineiro disse ao blog que não entende essa revolta dos empresários com a Resolução nº 47/2019, do governo federal, que facilita a entrada do sal chileno em nosso país.

“Ora, o setor salineiro apoiou em peso a candidatura de Jair Bolsonaro, que sempre defendeu o livre-mercado, a redução do estado. Ele está cumprindo o que prometeu. Por que o espanto?”.

Exato, resta aos empresários procurarem formas de competir com o sal chileno dentro do que chamam de livre-mercado. Como mossoroense, torço que eles logrem êxito, vez que o setor emprega milhares de pessoas e movimenta consideravelmente nossa economia.

*

GUERRA CONTRA OS PLÁSTICOS – O Parlamento Europeu aprovou em março uma lei que proíbe o uso de canudos, cotonetes, copos, pratos e talheres de plástico em todos os países da União Europeia. A medida valerá a partir de 2021.

*

INIMIGO, MAS NEM TANTO – De uns tempos pra cá os canudos foram transformados em vilões no combate à poluição ambiental, mas ele só representa 0,043% das oito milhões de toneladas de lixo plástico despejados nos mares a cada ano.

*

BOA MARGEM – O lucro da Apple na venda de um iPhone é de 60%.

*

MUDANÇA DE COR – Em grande evento (foto acima), o vereador Alex do Frango acertou sua volta ao PV. Ele estava no PMB. Não entendia a permanência do vereador no PMB, ele sempre teve uma atuação muito forte na defesa do meio ambiente e das questões climáticas e ecológicas, muito preocupado com as 150 milhões de toneladas de plásticos acumulados nos oceanos. Outras duas lideranças também lutavam pela direção do PV em Mossoró: João Gentil (Patriotas) e Fernandinho das Padarias (PRB). O ativista ambiental Alex do Frango ganhou a disputa.

*

MUDANÇA DE COR 2 – Ainda nesta toada, descobri que o vereador Flávio Tácito está filiado ao PC do B. Estou entendendo mais é nada.

*

MUDANÇA DE COR 3 – Num acordo que “saiu bom para ambas as partes”, o deputado estadual Hermano Morais deixará o MDB. Ele vem externando o desejo de disputar à prefeitura de Natal, mas seu partido sempre demonstrou que apoiará a reeleição de Álvaro Dias. Assim, ele está “livre para voar” e montar ninho noutra sigla partidária.

*

INDENIZAÇÃO NEGADA – O juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, negou pedido de indenização por danos morais no montante de R$ 300 mil feito por um bancário preso durante a “Operação Judas”, na qual foram investigados desvios nos pagamentos dos precatórios pelo respectivo setor do Tribunal de Justiça do RN. Embora investigado, o bancário não foi denunciado pelo Ministério Público Estadual. O autor pretendia ser indenizado pelo Estado do Rio Grande do Norte em razão da suposta prisão ilegal e abusiva, além de sua exposição na mídia. Clique aqui.

*

GATO POR LEBRE – O açafrão é extraído dos filetes vermelhos da flor acima, nativa da Ásia Central. Cada flor só produz três filetes na vida. A retirada é manual. Para produzir um quilograma de açafrão são necessários 105 mil estigmas (nome técnico dos filetes). Logo, o que você compra por aí pode ser qualquer coisa, menos açafrão puro.

*

CHICO E TETA – Há aproximadamente um mês fui conhecer a Bodega-Bar Chico e Teta (lê-se Téta), que fica em frente ao Spazio di Vicenza. Virei entusiasta do local, a ponto de sempre estar convidando os amigos para conhecer, e todos eles também gostando muito.

É um ambiente com decoração rústica, que vende produtos do sertão como queijos, bolachas, molhos de pimenta, cachaças, itens de decoração, arroz da terra, farinhas etc. Funciona o dia todo como bodega, e a partir das 14h começa a servir bebidas, às 15h30 a cozinha abre oferecendo petiscos e comidas regionais, como buchada, tripa, panelada, carneiro guisado e caldinho de feijão.

A variedade de cervejas é satisfatória, incluindo a Cacildis, além de chope Cabocla. Nas vezes em que fui elas foram servidas muito geladas.

Os preços das cervejas, cachaças e petiscos são muito bons, aquém dos aplicados nos concorrentes. A Heineken 600 ml, por exemplo, custa R$ 11,50. A Original 600 ml sai por R$ 9,99. Pelo que percebi o tira-gosto mais pedido é o trio nordestino, que consiste em 08 pastéis servidos num pequeno chapéu de palha, acompanhados de molho, ao preço de R$ 17,00.

Já o preço da picanha de cordeiro é muito alto. Trata-se de uma peça de cordeiro que não chega a pesar 400 g, acompanhado apenas com porções minúsculas de vinagrete e farofa, e que custa R$ 54,00.

Também senti que falta uma certa interação do proprietário com os clientes. Já estive lá umas quatro ou cinco vezes e em nenhuma delas o vi abordando um cliente, seja para se apresentar, seja para perguntar do atendimento, ou qualquer outro assunto.

*

DEU CERTO – O primeiro Rock Experience, evento alusivo ao Dia Mundial do Rock, realizado no Thermas Hotel & Resort, foi um grande sucesso. O público roqueiro de Mossoró abraçou mesmo a ideia. As bandas todas muito boas, com destaque para a Time (cover do Pink Floyd) e a Killer Queen (cover do Queen). O ambiente ficou muito aconchegante e bem decorado. Os garçons, maquiados como os cantores da banda Kiss, foram uma atração à parte. A cerveja foi servida estupidamente gelada do início ao fim. Tinha ainda um quiosque da cervejaria Petrus e um bar com drinks e as chamadas bebidas quentes. Uma praça de alimentação também foi montada para os roqueiros “forrarem a barriga”.

A única queixa que ouvi partiu dos fumantes, que queriam um evento em local aberto, vez que “o público roqueiro é majoritariamente fumante”. Também houve um problema para comprar as fichas, formando longas filas, mas nada que não possa ser consertado para o ano que vem.

No geral o evento foi um grande sucesso.

Na foto, Togo Ferrário com a equipe de garçons.

*

O FIM DE UMA LONGA HISTÓRIA – No último dia 10 foi produzido o último fusca da história. O fato marcante para o automobilístico mundial ocorreu na fábrica de Pueblo, no México. O primeiro Fusca foi fabricado em 1938, e de lá pra cá nunca houve interrupção de fabricação. São 81 anos de sucesso, com três gerações do veículo, as quais venderam, juntas, 21,5 milhões de unidades.

A última unidade fabricada (foto acima), na cor Azul Denin, não será vendida. Ela ficará exposta num museu que a Volkswagen mantém no complexo de Pueblo, onde a última unidade foi produzida.

No Brasil, o último Fusca foi fabricado em 1996.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

1 comentário

  1. Tio Colorau. Amigo boa tarde. Sobre a greve do Detran. Tenho a seguinte opinião: O Detran é um dos setores do estado que prestam os mais caros serviços a população, e de quebra um dos piores atendimentos as pessoas que precisam dos seus serviços. A governadora Fátima precisa urgentemente tomar conhecimentos da desorganização que e o atendimento a população desse setor do governo dela. E se preciso, fazer uma modificação no quadro de funcionários de pelos menos 50% pois parece que só trabalham com raiva de prestarem serviços a população. E ainda por cima, fazem greve. Era só o que faltava mesmo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome