Racionalidades – 68ª edição.

1
57

COMOÇÃO GERAL – Há muito tempo não via uma morte comover tanto a cidade como a do jornalista João Carlos Brito (foto). Seu sepultamento levou um número expressivo de pessoas ao cemitério, algo que não é mais visto atualmente. As redes sociais se encheram de mensagens de lamento.

Todas essas demonstrações de tristeza e de inconformismo mostram que João Carlos Brito era uma pessoa muito querida, repleta de bem-querença.

Não tive a satisfação de conhecê-lo de cozinha, mas de longe via-o como uma pessoa educada, simpática e com multitalentos. Levará um tempo para a população assimilar sua partida.

Deixo aqui os sentimentos do blog aos familiares e amigos.

*

IMPUNIDADE – A certeza da impunidade é comumente apontada como uma das causas da violência. De fato a impunidade também tem um peso nas causas, mas ela não é tão grande como imaginamos. Mesmo com as dificuldades de homens e estrutura, a Polícia Civil consegue elucidar a maioria dos crimes que ocorre em Mossoró.

Basta ver a quantidade de sessões do Tribunal do Júri que ocorrem no Fórum Desembargador Silveira Martins. A pauta está sempre cheia.

Ocorre que a população em geral não toma conhecimento quando um crime é elucidado, até porque as vítimas são tantas que não dá para guardar os casos na memória.

Ao olhar a pauta de sessões fixada na porta do Tribunal do Júri, o cidadão comum se depara com vários nomes de vítimas que ele não conhece, mas são mortes que foram, à época, divulgadas a larga em grupos de WhatsApp e blogs que cobrem a área policial.

A impunidade existe, é claro, mas a percepção que temos dela é maior do que seu tamanho real.

*

AUMENTO PARA A PM – A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte deverá aprovar nos próximos dias o projeto de lei de reestruturação da carreira da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. O projeto decorre de um acordo entre o governo do estado e representantes das categorias acima.

Pela avença, os militares terão um reajuste salarial de 26% diluído nos próximos três anos, com impacto de R$ 20,9 milhões mensais na folha de pagamento do estado.

A primeira parcela do reajuste será de 2,5%, a ser pago a partir de março de 2020. A segunda parcela será implantada em novembro, também de 2,5%, e assim segue com outras parcelas já acordadas, até completar 26% em novembro de 2022.

O projeto de lei é o cumprimento de uma promessa de campanha da governadora Fátima Bezerra (PT).

*

MEIO AMBIENTE, OS VILÕES – O engenheiro florestal Tasso Azevedo, coordenador do Observatório do Clima, em entrevista à revista Piauí (setembro) disse que a culpa maior do desmatamento da floresta amazônica não é dos madeireiros, como pensa o vulgo.

Segundo ele, retirar grandes troncos de árvores da floresta é uma atividade cara, trabalhosa e demorada, o que impede sua disseminação. Ele defende que os maiores vilões são os chamados grileiros, os quais desmatam uma área por meio de queimada, fabricam um documento falso e então vendem a propriedade para pecuaristas.

   Quando a fiscalização chega nos pecuaristas, eles alegam que já compraram a propriedade daquele jeito etc.

Assim, para Azevedo, o principal alvo do governo no combate ao desmatamento deve ser os grileiros.

*

GRILAGEM – O termo tem origem na forma como os documentos são forjados. Os chamados grileiros fazem documentos novos e colocam estes numa caixa com vários grilos. Num curto espaço de tempo os papeis ficam com aparência de envelhecidos. Assim, eles apresentam aquele título de propriedade como se fosse antigo.

*

DIVISÃO – O território brasileiro é assim dividido: 60% são florestas, 27% estão ocupados pela pecuária, 9% pela agricultura e 4% por cidades, rios e áreas de infraestrutura.

*

EMAGRECER – De vez em quando aparece uma matéria na imprensa apontando algum novo remédio ou alimento para emagrecer. Invariavelmente no último parágrafo há o alerta de que aquela nova descoberta só funciona se for aliada a uma alimentação saudável e à prática de atividades físicas.

Ora, se a pessoa praticar atividades físicas regulares e se alimentar de forma saudável ela tem tudo para emagrecer. O que todo gordo quer é que surja uma solução para emagrecer sem precisar fazer dieta e atividades físicas. Ora bolas.

*

PALMILHAS – Isso me fez recordar de um produto para emagrecer que era anunciado nos anos 80 ou 90, as palmilhas Slim, que prometiam emagrecimento rápido. Ao final o anúncio informava que os resultados seriam maiores quanto maiores fossem as horas de caminhada, e que os resultados acelerariam se o usuário das palmilhas praticasse corrida de rua.

Que sujeito esperto o inventor dessas palmilhas…

*

ARNALDO ANTUNES – Você sempre achou o multifacetado Arnaldo Antunes meio louco, especialmente por causa de suas danças e de sua aparência? Pois saiba que ali está mais para personagem do que para a realidade, pelo menos é isso o que mostra o documentário “Com a Palavra, Arnaldo Antunes”, disponível na Netflix.

Ao assistir o documentário, concluí que o ex-integrantes da banda Titãs é um dos maiores talentos do país, com trabalhos expressivos na música e literatura, sempre buscando um impacto visual que chame a atenção do público.

Ao falar do seu estilo, ele glosa: “De normal bastam os outros”. Vale a pena assistir.

*

INDENIZAÇÃO POR ANIMAIS NA PISTA – A juíza Ana Cláudia Secundo da Luz, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Natal, condenou o Estado do Rio Grande do Norte e o Departamento de Estradas e Rodagens (DER-RN) a pagarem indenização a um casal que sofreu acidente de trânsito ao colidirem com animais soltos na pista em uma rodovia estadual na estrada de Dom Marcolino, distrito de Maxaranguape. A sentença estabeleceu uma indenização de R$ 20 mil a título de danos estéticos e de R$ 60 mil por danos morais, sendo R$ 50 mil para o motociclista e R$ 10 mil para a passageira.

*

PRISÃO APÓS CONDENAÇÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA – O Supremo Tribunal Federal (STF) voltou ontem a se debruçar sobre a polêmica envolvendo o início do cumprimento de pena decorrente de sentença condenatória.

Apesar dos protestos, há o risco de o colegiado decidir, por maioria apertada, que a prisão só é cabível após sentença penal condenatória transitada em julgado, ou seja, quando não cabe mais recurso.

Parte da população entenderá que se trata de um retrocesso na luta contra a corrupção, vez que o entendimento atual é de que é possível a prisão já após a condenação em segundo grau de jurisdição.

  Caso o STF realmente mude de posição, não há razão nenhuma para a população se revoltar. Os ministros apenas farão cumprir o que está na Constituição Federal de 1998, a qual prevê que o cidadão só será considerado culpado após o trânsito em julgado de sentença penal condenatória, é o chamado princípio da presunção de inocência.

Assim quis o constituinte de 1988. Fazer o quê?

Ou melhor, até há o que fazer. Veja a nota abaixo.

*

PRISÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA NO CONGRESSO – Está tramitando na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados a PEC nº 410/18, que altera a Constituição Federal para permitir a prisão em segunda instância. A última sessão que debateu o assunto foi encerrada após desentendimento entre integrantes daquela comissão.

Os contrários à proposta alegam que o princípio da presunção de inocência é uma cláusula pétrea, e que por isso não pode ser alterada por uma PEC, apenas por uma nova constituição.

Parece que o negócio foi bem amarrado.

*

DIREITA X ESQUERDA – Na sua última coluna publicada no site Migalhas, o jornalista Gaudêncio Torquato discorre sobre os caminhos da esquerda e da direita no Brasil, mas antes conceitua os principais espectros políticos do país. Uma coluna muito didática para quem quer se inteirar mais da política nacional. Para ler clique aqui.

*

DESIGUALDADE SOCIAL – Pesquisa do IBGE divulgada na última terça-feira (16) mostrou que a desigualdade social no Brasil, que vinha caindo até 2014, voltou a subir, ou seja, aumentou o abismo entre os mais ricos e os mais pobres. Segundo Maria Lúcia Silveira, representante do IBGE, os números têm a ver com a precarização no mercado de trabalho, uma consequência da reforma trabalhista.

Os dados coletados pelo IBGE mostram que os mais ricos no país concentraram renda, enquanto os mais pobres sofreram com queda na renda e nas condições de vida.

A renda média do 1% dos trabalhadores mais ricos subiu de R$ 25.593 para R$ 27.744, uma alta de 8,4%. Já entre os 5% mais pobres, o rendimento do trabalho caiu 3,2%. Nesse grupo, o ganho mensal baixou de R$ 158 para R$ 153.

*

TALVEZ VOCÊ NÃO SAIBA – Mas o pastor Marcelo Crivella, atual prefeito do Rio de Janeiro (RJ), já lançou 16 discos com músicas gospel. São mais de 200 canções registradas no Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD). Seu principal parceiro nas composições é Michael Sullivan. O maior sucesso do pastor-cantor é a canção Vai Arrebentar. Ele disputa o mercado em pé de igualdade com fenômenos do gênero, como Thales Roberto e Aline Barros.

*

CURIOSIDADE – Maria Gomes de Oliveira só passou a ser chamada de Maria Bonita após sua morte, aos 28 anos. Em vida ela era chamada por familiares, amigos e companheiros do cangaço por Maria de Déa. Não se sabe ao certo de onde surgiu o nome Maria Bonita. Uma teoria diz que foram os policiais que a mataram, por terem ficado encantados com sua beleza; já outra tese defende que o apelido foi dado pela imprensa.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

1 comentário

  1. Tio Colorau. Amigo sobre a prisão em segunda estância. Se os ministros do STF votarem a favor em definitivo pela prisão em segunda estância, acredito que eles terão um apoio enorme da população mesmo contrariando a CF de 1988 como li aqui no blog. Na minha simples opinião, os ministros do STF deveriam sim votarem a favor. Dá nojo acompanhar crimes terríveis nesse país, e ver criminosos impiedosos que por terem ótimos e caríssimos advogados, não serem punidos por força dos infindáveis recursos que muitas vezes terminam não sendo punidos. Quantas e inúmeras vezes a gente acompanha notícias sobre a prescrição de um processo contra um assassino impiedoso, pelo fato de ter muito dinheiro e ótimos advogados? Por isso sou sim, completamente a favor a prisão em segunda estância. Os recursos? ok recorram Mas que aguardem esses recursos na cadeia. Sou seu leitor sempre nas sexta no final da tarde ou nos sábados. Um grande abraço amigo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome