Racionalidades – 80ª edição.

3
119

DIABÉTICO EM MOSSORÓ SOFRE – O paciente de diabetes que depende da prefeitura municipal de Mossoró para receber insulina vive um verdadeiro inferno. Além dos males e limitações que a doença traz, tem que conviver rotineiramente com a falta do medicamento, o que pode ser fatal, literalmente.

Eu até entenderia se o problema só ocorresse uma vez, mas ele é rotineiro. É o “imprevisto” mais previsível que conheço. Todo dia na imprensa livre tem paciente denunciando a falta de insulina.

Essa gestão não tem planejamento? Não domina a lista de pacientes cadastrados?

Deveriam ser minimamente competentes. Essa irresponsabilidade está pondo vidas em risco. Será que não sabem?

Pra muitos pacientes, a falta de insulina pode MATAR.

Parafraseando Barão Vermelho: sejam aos menos humanos.

*

CARA DE PAU – A despeito de a própria prefeitura ter reconhecido, via nota oficial, a insuficiência do medicamento, um rosalbista roxo que milita na imprensa local sugeriu que havia pessoas pegando insulina, mesmo sem precisar, com o único propósito de prejudicar a prefeita. Inclusive, disse que essas pessoas eram desumanas etc.

É chocante. Até onde vai a desfaçatez, o puxa-saquismo e o vira-latismo dessa galera? É lamentável ver um pai de família se submeter a uma situação tão degradante.

*

CARA DE PAU 2 – Ora, em sendo verdade o que disse o jornalista (?), a situação ainda fica pior, pois mostra total falta de controle por parte da prefeitura, o que não ocorre. Ao criticar, eu defendi mais a prefeitura do que quem quis defender, mas acabou piorando tudo. Pelas palavras do militante-jornalista, qualquer um poderia chegar lá e pegar o medicamento, o que não é verdade.

Como disse a própria prefeitura, a quantidade foi insuficiente. Simples assim.

*

ENQUANTO HÁ TEMPO – Atenção, turistas, venham visitar Mossoró antes que a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) acabe com tudo. Há muitos prédios em ruínas que podem ser visitados, e turistas adoram prédios em ruínas.

*

IMBATÍVEL – Apesar do governo-tsunami de Rosalba Ciarlini (PP), ela conseguirá se reeleger facilmente. A uma, por que a oposição é uma espécie de Torre de Babel; a duas, porque grande parcela da população tem uma paixão inexplicável pela “Rosa”, apesar do que ela faz. Algo como a Síndrome de Estocolmo.

*

ELEIÇÕES 2020 – Em Mossoró desenha-se uma união entre o Solidariedade, do deputado estadual Alysson Bezerra; e o psiquiatra Daniel Sampaio, líder do PSL no município. O martelo já foi batido em Natal, onde o PSL indicará o vice na chapa de Kelps Lima. Assim, para contrabalancear, o Solidariedade poderá indicar o vice em Mossoró. Só acho difícil o deputado Alysson Bezerra assumir esse posto, até pelo cargo que ocupa.

Sempre notei que Alysson Bezerra pendia mais pro PSL do que para a esquerda. Nunca caí no seu discurso de neutralidade.

*

ALLYSON BEZERRA – Desde o início ele quis passar uma imagem de que seu “partido era o povo”. Iludiu alguns servidores públicos e parcela de sindicalistas. Ele nunca me enganou. Os esquerdistas podem ter todos os defeitos, mas eles se assumem como tal. Quando surge alguém se dizendo imparcial, neutro etc., pode acreditar: essa pessoa é da direita ou da extrema-direita. Eu não entendo por que não explicitam logo suas posições políticas. Até onde sei, ser de direita não é crime.

*

IMPENHORÁVEL – O Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu que o veículo usado para transporte em tratamento médico é impenhorável. Apesar de a legislação não prevê essa hipótese de impenhorabilidade, os desembargadores decidiram que a vida do proprietário depende daquele veículo, e por isso ele não pode ser penhorado.

*

REPUBLICANO – Mesmo não concordando com as soluções que Rogério Marinho aponta para o país, gostei do seu discurso quando da posse no cargo de ministro do Desenvolvimento. Marinho falou de união dos brasileiros e de atuação republicana.

Que bom! O Brasil não precisa daqueles discursos de ódio contra a oposição, de combate a ideologias, de citação de inimigos imaginários, de Venezuela, de Cuba, de ideologias de gênero e patati-patatá. Precisamos de gente séria, não de lunáticos como Abraham Waintraub, Ernesto Araújo, Damares Alves e Ricardo Salles, o “quarteto fantástico” da loucura. Curiosamente, os indicados pelo insano do Olavo de Carvalho.

*

FORO DE MOSCOW – Diariamente, por volta do meio-dia, os jornalistas Bruno Barreto e William Robson lançam no YouTube a edição diária do Foro de Moscow, programa com aproximadamente 45 minutos de duração onde eles comentam os assuntos importantes do dia em todas as esferas: federal, estadual e municipal.

Muitas das edições trazem entrevistas e participações de outros jornalistas.

Os programas também são transformados em podcasts e inseridos no Sportify.

Diante da qualidade da dupla, e também pelo fato de eles abertamente se dizerem progressistas, o que demonstra honestidade intelectual, o programa vem caindo no gosto da população. O número de visualizações está num crescente, o que vem estimulando-lhes.

Na torcida.

*

SÉRIE – Lançada já este ano na Netflix, a série Não Fale com Estranhos é uma boa pedida para um final de semana à toa. São apenas 08 episódios, com 45 minutos em média cada um. Trata-se de um envolvente e instigante suspense policial. Nele, uma moça desconhecida aparece na vida das pessoas e revela segredos de seus familiares, provocando mudanças significativas nas vidas de todos.

No principal caso, ela revela ao personagem principal um segredo de sua esposa. Quando confrontada pelo marido, a mulher pede um tempo para explicar e, sem mais nem menos, some sem deixar rastros.

O sumiço, todavia, pode ou não ter relação com a descoberta do segredo. Quanto mais o marido a busca, mas descobre novos fatos sobre ela. É uma série muito envolvente, e este é apenas o principal caso. Os outros também são bem instigantes. Vale à pena.

O final é naquele estilo: “Puxa, por que não pensei nisso?”.

*

A ORIGEM – Quem está na faixa dos 30, 40 anos, quando ouve a frase: “Ô Cride, fala para mãe”, lembra logo da música Televisão, da banda Titãs.

Quem é mais velho um pouquinho, contudo, sabe que este era o bordão utilizado pelo personagem Pacífico, da Praça da Alegria, interpretado pelo humorista Ronald Golias.

O bordão foi inspirado num vizinho de infância de Golias, Euclides Gomes, que aparece na foto acima com alguns integrantes do Titãs.

*

SUGESTÕES/CRÍTICAS – Esta coluna é atualizada às sextas-feiras, sempre às 04h59. Sugestões e críticas podem ser enviadas para o número 99648-2588 (WhatsApp).

3 Comentários

  1. Amigo bom dia. Sobre as faltas das insulinas. Sou diabético e cadastrado na secretaria de saúde, o qua chama atenção e a falta de organização, ano passado foi feito um grande recadastramento e todos os documentos dos diabéticos teriam que estarem atualizados naquela data, conforme informações do setor das insulinas isso ia faciliatar as compras e evitaria a falta das insulinas e insumos, ocorre que não se planejaram para alguns fatos, alguns exames dos pacientes muitas vezes vem com resultados alterados como a elevação da glicose, e com isso o médico tem que aumentar a quantidade das insulinas para seus pacientes, ocorre que se a prefeitura só comprar a quantidade da época do recadastramento, vai faltar sempre, tiro por base minha situação, até outubro do ano passado eu recebia três tresiba e duas Novorapid, em novembro após exames feitos teve um aumento da minha diabéte, e meu médico aumentou a dosagem para tomar no mês quatro tresiba e três Novorapid aumentando uma caneta de cada insulina. Portanto, tem que se planejar e na medida do possível comprar sempre um pouco a mais, mesmo que alguns pacientes apresentem diminuição no nível das suas glicoses e passem a receberem menos isso faria com quer não faltasse as insulinas para os diabéticos. Sobre essa pessoa CANALHA que disse que algumas pessoas estavam recebendo insulinas sem precisar, lhe digo com toda convicção, não existe qualquer possibiliadade disso acontecer, pois essa pessoa teria que corromper médicos com prescrições falsas das insulinas, falcificar exames laboratoriais e ter a conivência dos responsáveis pelas entregas das insulinas que passa por várias pessoas. Amigo tenha um bom dia e um ótimo fim de semana a você e todos que fazem sua família. E QUE DEUS NOS AJUDE NESSA SITUAÇÃO TERRÍVEL DAS FALTAS DAS INSULINAS PARA OS DIABÉTICOS POR PARTE DA SENHORA PREFEITA ROSALBA.

  2. Finalizo dizendo: Sempre em conversas com meus famiiares e amigos peço que NUNCA MAIS eles votem nessa mulher e nem em seus paus mandados. Pra mim ela é uma criminosa, quando faz esse massacre as pessoa que sofrem com uma das piores doênças do mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome