Musa inspiradora da música “Mulher (Sexo Frágil)” cometeu suicídio em 1995.

14
33935

Hoje, Dia Internacional da Mulher, muito provavelmente você ouvirá a música “Mulher (Sexo Frágil)”, sucesso de Erasmo Carlos. Ele está para este dia como “Pai”, de Fábio Júnior, está para o Dia dos Pais.

A canção faz parte do disco “Mulher”, lançado por Erasmo Carlos em 1981, uma obra dedicada à esposa e aos três filhos. A homenagem já começa na capa, onde o Tremendão é amamentado por sua musa inspiradora.

A esposa que recebeu tantos elogios e que inspirou Erasmo em várias canções (“Gatinha Manhosa”, “Coqueiro Verde”…) era Sandra Sayonara Sayão, a Narinha. Ela, contudo, morreu de forma trágica.

Aos 49 anos, separada de Erasmo Carlos havia quatro anos, Narinha pôs fim a sua própria vida no dia 26 de dezembro de 1995. Ela já havia tentado se matar outras duas vezes. A morte foi causada por ingestão de cianureto.

Mesmo depois de sua morte ela continuou servindo de inspiração para o Tremendão, que escreveu a música “É Preciso Saber Viver” em sua homenagem.

Depois do divórcio, Erasmo Carlos nunca mais se casou ou conviveu com ninguém. Vive sozinho até hoje. Não há dúvida de que Narinha foi o grande e único amor de sua vida.

14 Comentários

  1. Ele não é apaixonado por ninguém. Homem de várias mulheres, na época da jovem guarda já era mulherengo. Pode ter amado a Narinha, mesmo assim se separou!!

  2. É precido saber viver foi escrita em 1968, 27 anos ‘antes” da Narinha morrer.

  3. Se amasse sua musa inspiradora não a teria traído, como dizem, e estaria com ela, mãe de seus filhos até hoje. Nesse meio ninguém ama ninguém, amam sim a novidade, como diz Raul Seixas na música Diamante de Mendigo. Aliás, os homens comprometidos devem ouvir e interpretar essa música.

  4. Fez música pra travesti tbm!
    Houve até boato q teve um caso c ela (Roberta Close) Já tinha pirou.

  5. Como podem aqui julgar tanto ? A única coisa certa é que o suicídio não tem justificativa alguma. Ninguém é de ninguém . O que há de saber que se passa na vida das pessoas ?
    O amor é eterno enquanto dura . Erasmo hoje, junho 2021 ,completa 80 anos ! Amou intensamente sua Narinha ,e a fez muito feliz enquanto pôde . Ótimo pai sempre presente e carinhoso . Erasmo agora vive um grande amor com sua linda Fernanda .Discretamente sem alarido , livrou_se em silêncio há 3 anos de um câncer na garganta devido ao tabaco e está prestes a se livrar de outro no fígado provavelmente pelos desregramentos alcoólicos do passado . O Tremendão é uma grande pessoa de imenso coração , um eterno garotão ! .Sentimento e pura emoçâo . Vida longa ! Erasmo no mínimo nos deixará a reflexão de que …
    É preciso saber viver .

  6. Concordo com o Alex: ninguém conhece a intimidade de quem está tão próximo. Como as pessoas têm capacidade de se arvorar em dar pitacos definitivos na vida de quem não conhece … acompanho a vida artística do Erasmo, desde a Festa de arromba, década de 60, é confesso que nunca soube a causa morte da Narinha. Às vezes me pego cantando Sexo frágil, observando minha mulher e concluindo que não existe (geral) mulher fragil: todas são absolutamente sexo forte. A canção do Erasmo me fez sempre refletir sobre o meu casamento que está no ano 40; acho a canção modelo e jamais imaginei que eles estivessem separados. Alguém me fez lembrar o caso notório da Roberta Close. Teria sido este o motivo? Como disse, não sigo a vida pregressa do artista. Fico com a frase do Rei: cabeça de homem, coração de menino. Parabéns, Erasmo.

  7. Cada ser humano é único em história, vivências, convívios. Traz consigo as heranças físicas, psicológicas e emocionais de família e ainda agrega sua própria vivência aí que já traz quando nasce e desse pacote estabelece suas regras. E delas vem o bem e o mal que colhem. Erasmo pra mim, que tenho 67 anos, é um forte, um ídolo, um cara bom

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome