PEI E BUFO – 209ª edição.

2
113

* O vereador Pablo Ayres (PSB) surpreendeu ao votar contra a moção de repúdio ao presidente Bolsonaro apresentada pela vereadora Marleide Cunha (PT). Alegou que poderia causar uma crise institucional. Ora, com ou sem o voto dele a moção seria rejeitada, como de fato foi.

* O cultivo do alho, realizado durante muitos anos em Governador Dix-sept Rosado, volta ao estado, mas na região serrana, por meio de um projeto que envolve a Embrapa, Sebrae, Ufersa e prefeitura de Portalegre. A produção já atinge quase 30 toneladas/ano.

* O deputado estadual Gustavo Carvalho (PSDB) quer a volta dos torcedores aos estádios do Rio Grande do Norte. De início, 50% da capacidade e todos imunizados. Ele apresentou projeto de lei neste sentido.

* A Petrobras vendeu as últimas ações que possuía da BR Distribuidora. Até 2017 a estatal era dona de 100% da subsidiária, depois passou a ter 71,25%, em julho de 2019 ficou apenas com 37,5%, e agora se desfez de tudo. A última venda rendeu R$ 11,36 bi à estatal.

* Apesar do alento trazido pelo crescimento de 1,2% do PIB nos três primeiros meses, o desemprego só cresce, atingindo 14,8 milhões de brasileiros, isso porque o crescimento está sendo puxado pelo agronegócio, que não emprega muito.

* Em março de 2022 será entregue a primeira fase do paraíso das mochileiras de roupas. A Megashop Moda Nordeste, em Maracanaú (CE), terá 11.350 pontos de vendas, numa área equivalente a 14 estádios de futebol.

* No primeiro censo realizado no Brasil, em 1872, o Rio Grande do Norte tinha 13.020 habitantes, sendo 6.571 homens e 6.449 mulheres. Destes, aproximadamente 780 eram escravos. População total do RN à época similar a de Governador Dix-sept Rosado nos dias atuais.

* O Brasil já totaliza 15 plataformas de streaming. A soma das assinaturas básicas de todas elas dá R$ 301,90 por mês. Até o fim do ano outras duas serão lançadas aqui: Star+ (agosto) e Discovery+ (setembro).

* O mossoroense José Gomes Neto guarda uma verdadeira relíquia de Belchior: oito poesias de Cruz e Souza que o cearense musicou. Gomes Neto, que mora em Florianópolis (SC), busca patrocínio, via vaquinha virtual (aqui) para poder lançar o CD.

* Enfim acabou o imbróglio envolvendo o nome da marca Legião Urbana. Por meio de voto desempate (3×2), o STJ decidiu que Dado Villa-lobos e Marcelo Bonfá podem se apresentar usando o nome da banda. Vencido Giuliano Manfredini, filho de Renato Russo.

2 Comentários

  1. Belchior era um verdadeiro gênio, porque musicar poemas simbolistas não é para qualquer um, apesar de conterem figuras que sugerem musicalidade. Os simbolistas davam vazão à subjetividade, ao irracional, ao místico, à sensualidade, ao uso de entorpecentes… Baudelaire que o diga. Antônio Cândido considera Cruz e Souza, ou Cisne negro, como era conhecido, como o único escritor de pura raça negra na literatura brasileira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome