PEI E BUFO – 66ª edição.

0
94

* Em entrevista ao Cenário Político (TCM), o vereador eleito Lamarque (PSC) disse que usará seu mandato para defender a família e a Bíblia, e que tentará montar uma bancada evangélica na Câmara Municipal.

* Um projeto de lei aprovado na Câmara e no Senado socorre financeiramente as empresas de transporte público. Para Mossoró, o valor será de R$ 8,7 milhões. Ainda depende da sanção presidencial.

* Subiu no RN a média diária de casos de Covid-19, de 238 para 263. Apesar do aumento, não se deve falar em segunda onda, a qual só se configurará caso a média passe para 420 casos/dia, que é 60% do pico, que foi 900 casos/dia, em junho e julho. É o consenso.

* A Fundação Palmares incluiu o cantor e compositor Wilson Simonal na sua seleta lista de personalidades negras. Simonal caiu no ostracismo após dedurar um ex-empregado para a Ditadura Militar. O ato foi bastante repudiado no meio.

* Chegou ao Brasil o primeiro lote com 120 mil vacinas, já prontas para o uso, produzidas pela farmacêutica Sinovac Biotech. Falta apenas a Anvisa autorizar. Neste tipo de vacina o corpo cria imunidade ao coronavírus 28 dias após a aplicação, em média.

* A ANS autorizou os planos de saúde a aplicarem os reajustes que estavam suspensos em razão da pandemia, no entanto, estes deverão ser de, no máximo, 8,14%, e deverão ser divididos em 12x, a partir de janeiro de 2021.

* “O tempo escuro provocado por densas nuvens autoritárias e descompromissado com os princípios democráticos, está começando a se dissipar”. (Carlos E. Emerenciano, advogado, em artigo publicado na TN).

* Hoje é o dia da Consciência Negra. Sou totalmente a favor de todas as ações afirmativas e de inclusão social que favoreçam os negros, bem como sou contra todo tipo de preconceito com aqueles que possuem uma quantidade maior de melanina na pele.

* “Estes bailes que acabam tão tarde não podem ser bons para a saúde; por isso é que no Rio de Janeiro há tanta moça magra e amarela”. (José de Alencar, no livro Senhora, de 1875).

* O Cruzeiro, enfim, chegou a um acordo com o atacante Fred, atualmente no Fluminense. A equipe mineira vai pagar R$ 25 milhões em 61 vezes, a partir de janeiro de 2022. Uns R$ 409 mil por mês.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome